Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
As melhores trilhas sonoras dos últimos anos

As melhores trilhas sonoras dos últimos anos

Por Danilo Lacalle – Fala!M.A.C.K.

A escolha da música é um elemento fundamental para que um filme consiga cair nos braços do público. A obra-cinematográfica não necessariamente precisa ter produções musicais muito elaboradas para ser atrativo, caso contrário produções como as do cinema-mudo não seriam tão apreciadas ao redor do mundo, mas quando bem escolhida, a trilha-sonora consegue captar a audiência e trazer um envolvimento maior dos espectadores.

Com isso, longas que visam ganhar a estatueta do Oscar gastam milhões em produções musicais e diversos outros detalhes, para que tudo saia perfeito. Para exemplificar isso, nós do Fala! listamos algumas das melhores trilhas-sonoras do cinema, premiadas ou não, que cinéfilo nenhum botaria defeito!

  • Quase Famosos (2000) – Com músicas da banda The Who, Elton John e Led Zeppelin, este clássico da entrada do século foi muito aclamado pela mídia, ganhando o Oscar de melhor roteiro original e o Prêmio BAFTA de Cinema de melhor produção musical.
  • O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (2001) – Com trilha inteira composta pelo francês Yann Tiersen, o filme ganhou o César de melhor música original. Para você que é fã, o compositor vira e mexe faz show aqui no Brasil. E sempre esgota os ingressos.
  • Harry Potter (2001 – 2011) – Uma das trilhas sonoras mais famosas do mundo, indicada diversas vezes a prêmios, foi composta por John Williams, responsável po diversas outras trilhas sonoras importantes, como Guerra nas Estrelas e E.T.
  • A Festa Nunca Termina (2002) – Para os amantes do Punk, com Sex Pistols, Simple Red e New Order e diversas outras bandas, este filme é uma excelente pedida. Situado em 1976, em Manchester, o longa traz um turbilhão de sexo, drogas e rock n’ roll que culminam nas melhores danceterias do mundo.
  • Lisbela e o Prisioneiro (2003) – Com Caetano Veloso, Falcão, Zé Ramalho, Elza Soares, Los Hermanos na trilha-sonora, a produção brasileira filmada no interior de Pernambuco recebeu duas premiações no Grande Prêmio de Cinema Brasil, dentre elas a de melhor ator (Selton Mello) e a de melhor trilha sonora (André Moraes).
  • Into the Wild (2007) – Trilha composta Eddie Vedder, vocalista do Pearl Jam foi indicado ao prêmio de melhor trilha sonora do Globo de Ouro, e ganhou a categoria de melhor canção, do mesmo prêmio (Guaranteed).

https://www.youtube.com/watch?v=YpqUtYAxFUw

  • Crepúsculo (2008) – Trilha Sonora e música-tema indicadas ao Grammy. Com produções de Paramore, Muse e Blue Foundation, conquistou o público jovem e marcou um dos maiores best-sellers que foram para o cinema.
  • Cisne Negro (2010) – Composta pelo inglês Clint Mansell, as canções foram baseadas em “O Lago dos Cisnes”, do russo Tchaikovsky. O longa-metragem ganhou uma estatueta do Oscar de melhor atriz, entregue à Natalie Portman, e levou para casa, também, diversos outros prêmios, como Globo de Ouro e Prêmio BAFTA de Cinema.
  • Tron: O legado (2010) – Trilha inteira produzida pelo Daft Punk, trouxe um ar futurista, que acompanha o visual do filme.

https://www.youtube.com/watch?v=OIM8RxaK5rE

  • Drive (2011) – Com músicas compostas pelo ex-baterista da banda californiana Red Hot Chilli Peppers, Cliff Martinez, levou o Satellite Award de melhor som.

https://www.youtube.com/watch?v=lThkMPE9Em8

  • Django Livre (2012) – Além das faixas originais, o premiado filme de Tarantino conta com canções de James Brown e Ennio Morricone.
  • Nebraska (2013) – Trilha indicada ao Oscar, Cannes e Globo de Ouro, teve produção de Mark Orton, da banda norte-americana Tin Hat.
  • O Grande Gatsby (2013) – Com músicas de Jay-Z, Beyoncé e Lana del Rey, sua trilha sonora ficou durante meses dentre os álbuns mais comercializados nos Estados Unidos, além de ganhar o AACTA Award de melhor trilha sonora original e melhor som.
  • Bling Ring, A gangue de Hollywood (2013) – Com direção de Sophia Copola, a trilha sonora conta com canções de hip-hop e r&b, como Rihanna, Kanye West, Lil Wayne, Frank Ocean, Mia e Azaelia Banks.
  • Guardiões da Galáxia (2013) – O longa chama muita atenção por sua trilha sonora. O filme da Marvel conta com uma pegada mais antiga, como David Bowie, Marvin Gaye e Tammi Terrell, Rupert Holmes, Redbone, Blue Swede, entre outros nomes da música.
  • Os Oito Odiados (2015) – Vencedor do Oscar de melhor trilha sonora em 2016, este é o primeiro filme que o renomado diretor Quentin Tarantino utiliza apenas composições originais em seu longa. Este, todo composto por Enio Morricone, especialista em trilhas de faroeste, levou para casa, também, o Globo de Ouro e o Prêmio BAFTA de Cinema no quesito melhor trilha sonora original.
  • La La Land (2017) – Com produção de Damian Chazelle, o maior vencedor do último Oscar trouxe um quê de produções da Broadway, contando também com compositores como Justin Hurwitz, responsável pela trilha sonora de Cantando na Chuva.

E aí? O que achou da lista? Acrescentaria mais algum filme?

 

0 Comentários