Inscreva-se agora e fique por dentro das novidades!
Quero me inscrever!
Menu & Busca
Melhores momentos e vencedores da cerimônia do Grammy 2019

Melhores momentos e vencedores da cerimônia do Grammy 2019

Por Bianca Dias e Gabriela Henrique – Fala! Anhembi

No último domingo (10) aconteceu o 61th Grammy Awards. Conhecido como o Oscar da música, a premiação foi marcada por apresentações marcantes para toda a indústria musical. Os vencedores da noite fizeram história ganhando categorias que há muito tempo não possuíam representatividade.

A cantora e mestre de cerimônia, Alicia Keys, foi a protagonista de uma das performances mais aclamada pelo público. Trazendo a sensação nostálgica de músicas que marcaram épocas, Alicia fez um medley onde tocava dois pianos ao mesmo tempo. Os vocais versáteis e a simpatia da cantora fizeram a apresentação ser um dos marcos da noite.

A diversidade e representatividade ecoou nos palcos da 61ª edição da cerimônia. Ao estilo cubano e latino, o hit “Havana”, performado por Camila Cabello, foi uma das grandes atrações. Camila, que sempre demonstrou orgulho de sua nacionalidade, subiu aos palcos acompanhada por ninguém menos que Ricky Martin e J Balvin. O trio fez uma mixagem de sucessos de cada cantor e entram no clima de Havana, sendo todos latinos. A performance também contou com a presença do rapper Young Thug.

Na mesma noite, Lady Gaga surpreendeu com a sua apresentação ao lado de Mark Ronson da música “Shallow”. O single faz parte do filme “Nasce Uma Estrela”, que está concorrendo ao Oscar nas principais categorias da premiação e ganhou Globo de Ouro na categoria de melhor música.

Com uma roupa brilhante e uma versão um pouco diferente da “Shallow” original, a apresentação deixou muitas pessoas emocionadas e surpreendeu com a apresentação da música Shallow, ao lado de Mark Ronson.

O ator Bradley Cooper, que divide os vocais com Gaga na música, não pode comparecer ao evento, já que estava representando o filme no Bafta 2019, que aconteceu em Londres no mesmo dia. Para a felicidade dos fãs, a dupla protagonista do filme irá performar o single no dia do Oscar, que vai acontecer no dia 24 de fevereiro.

Shallow” ganhou o Grammy nas categorias “Melhor Canção Feita Especialmente para Mídia Visual” e “Melhor Performance Pop de Duo ou Grupo”.

A noite de premiação foi composta por diversas homenagens, entre elas para a cantora country Dolly Parton. Aos 73 anos, Dolly é considerada uma das maiores cantoras de música country e recebeu um tributo contando com a participação da sua afilhada e também cantora Miley Cyrus. Além da ex estrela da Disney, Katy Perry, Kimberly Schlapman, Jimi Westbrook ajudaram a compor o time para homenagear a grande estrela. O medley contou com hits que marcaram a carreira de Dolly como “Jolene”, “I’ll Always Love You e “Here You Come Again”.

Diana Ross também brilhou no palco do evento. A cantora, que estava fazendo 75 anos no dia, fez uma apresentação nostálgica fazendo tributo à Motown. Apresentada pelo seu neto de 9 anos, Diana subiu aos palcos vestida de vermelho e com os belos cabelos cacheados, em volta de uma luz potente cantando o clássico “The Best Years Of My Life”.
A apresentação provocou arrepios e deixou a plateia muito emocionada. Veja abaixo uma parte da apresentação:

Outra cantora que relembrou a época de Motown foi a Jennifer Lopez que fez uma apresentação em homenagem a essa era. Lopez fez com que sua performance cativasse a atenção de todos e seu repertório foi desde “Please Mr. Postman” a “ABC” (Jackson 5) – a latina conseguiu, mais uma vez, conquistar o público.

https://www.youtube.com/watch?v=ONYuEi13mvA

Confira a lista completa de vencedores do Grammy 2019:

Álbum do ano — Golden Hour, Kacey Musgraves
Gravação do ano — “This Is America”, Childish Gambino
Melhor artista revelação — Dua Lipa
Melhor álbum de rap — Invasion Of Privacy, Cardi B
Melhor álbum de R&B — H.E.R., H.E.R.
Melhor música de rap — “God’s Plan,” Drake
Melhor álbum country — Golden Hour, Kacey Musgraves
Música do ano — “This Is America”, Childish Gambino
Melhor dupla / performance em grupo pop — “Shallow”, Lady Gaga & Bradley Cooper
Produtor do ano, não-clássico — Pharrell Williams
Melhor performance de rap / cantada — “This Is America”, Childish Gambino
Melhor performance de rap — King’s Dead, Kendrick Lamar, Jay Rock, Future & James Blake / Bubblin, Anderson .Paak
Melhor álbum de rock — From The Fires, Greta Van Fleet
Melhor canção de rock — “Masseduction”, St. Vincent
Melhor performance de metal — Electric Messiah, High On Fire
Melhor performance de rock — When Bad Does Good, Chris Cornell
Melhor álbum urbano contemporâneo — Everything Is Love, The Carters
Melhor canção R&B — “Boo’d Up”, Ella Mai
Melhor performance de RR&B tradicional— Bet Ain’t Worth The and, Leon Bridges / How Deep Is Your Love, Pj Morton Featuring Yebba
Melhor performance de R&B — Best Part H.E.R. Featuring Daniel Caesar
Melhor álbum de jazz latino — Back To The Sunset, Dafnis Prieto Big Band
Melhor Álbum de grupo de jazz — American Dreamers: Voices Of Hope, Music Of Freedom, John Daversa Big Band Featuring Daca Artists
Melhor álbum de jazz instrumental — Emanon, The Wayne Shorter Quartet

0 Comentários