Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Quatro Episódios de Black Mirror para ficar Paranóico

Quatro Episódios de Black Mirror para ficar Paranóico

Por Lais Costa – Fala!Anhembi

Visões apocalípticas das novas formas de tecnologia são encontradas em séries como Black Mirror e Westworld, que nos apresentam a promiscuidade entre o ser humano e a máquina. Hoje em dia, cada vez mais as máquinas se parecem com humanos – quase capazes de sentir e já capazes de pensar, e os humanos são obrigados a agirem como máquinas, a cada vez mais abrigar uma quantidade maior de conhecimento.

Separamos os melhores episódios de Black Mirror para entender melhor este flerte entre o robótico e a humanidade:

 

CUIDADO – SPOILERS

  • URSO BRANCO

Em Urso Branco, a personagem filma o namorado cometendo o assassinato de uma criança de sete anos. Ela é levada para uma prisão alternativa, no qual eles apagam a memória dela e inserem-na em um local (como um museu) no qual seu castigo eterno é ser um espetáculo. Ela acorda e não possui nenhuma memória de quem é e o que fez. É inserida em situações de perigo e os visitantes do museu a filmam e nada fazem para ajudá-la, assim como ela fez na ocasião do assassinato da criança. É uma clara representação da nossa sociedade, pois diante de algo como uma tragédia, nosso primeiro instinto é filmar e alimentar a sociedade espetaculosa. Em White Bear, é castigo ser filmado o tempo inteiro. Na sociedade atual, é o desejo.

 

  • TODA SUA HISTÓRIA

No episódio Toda Sua História, todos os seres humanos tem um chip implantado em seus cérebros, e neste chip ficam guardadas todas as suas memórias para fácil acesso. Pessoas que não possuem esse chip são excluídas da sociedade. O casal principal encontra com um ex-namorado da esposa, e este diz que às vezes assiste memórias de seu passado sexual ao invés de aproveitar sua parceira atual.

 

  • VOLTO JÁ

O episódio Volto Já é outra representação clara da promiscuidade entre humano e máquina. O parceiro de uma mulher morre, e surge uma nova tecnologia que usa os arquivos de conversas nos celulares dos dois, as redes sociais e as suas fotos para captar a essência do ser humano e recriá-lo numa cópia robótica idêntica, que só funciona com conexão Wi-Fi.

 

  • ARKANGEL

O notório episódio Arkangel, dirigido por Jodie Foster, nos apresenta uma nova tecnologia, semelhante à do Toda Sua História. É um sistema de monitoração de crianças, no qual um chip é instalado em seu cérebro e os pais tem acesso ao que ela ouve, vê, e onde ela está. Também permite os pais censurem cenas de violência e sexo. O sistema é proibido nos Estados Unidos após alguns anos, e a mãe resolve tornar a usá-lo quando a filha está adolescente e começa a suspeitar que ela esteja andando com má influências. Esse episódio nos mostra a consequência de se sentir um espetáculo, e do controle e poder excessivo que a tecnologia proporciona a alguns.

1 Comentário

Tags mais acessadas