Home / Colunas / MBL convida manifestantes a comemorarem prisão de Lula em hotel erótico de São Paulo

MBL convida manifestantes a comemorarem prisão de Lula em hotel erótico de São Paulo

Por Luiza Granero – Fala!Mack

 

Na última sexta-feira, 6 de abril, o Movimento Brasil Livre cancelou o evento Carnalula e convocou seus seguidores a irem ao Bahamas Club, onde receberiam cerveja grátis. A promessa foi feita em 2016 pelo dono do estabelecimento, Oscar Maroni, quando alegou que distribuiria cerveja em seu hotel caso o ex-presidente Lula fosse preso.

Foto: VejaSP

 

Cerca de 3.000 pessoas compareceram em frente ao Bahamas Club, casa noturna famosa por exploração sexual. Cobrado pelos manifestantes, Maroni distribuiu 9 mil latas e convocou toda sua equipe de seguranças, garçons e até um DJ. Durante o evento, Maroni fez um desfile de passistas e tirou a blusa de uma de mulher, que performou em frente à uma multidão de manifestantes.

Também foram erguidos dois cartazes com fotos dos juízes Sérgio Moro e Carmem Lúcia, em homenagem ao povo brasileiro. Em entrevista à Folha, Maroni afirmou que “eles trouxeram a dignidade de volta ao Brasil“.

Oscar Maroni foi condenado a 11 anos de prisão pelos crimes de favorecimento à prostituição e manutenção de local destinado a encontros libidinosos. Também foi denunciado pelo Ministério Público Estadual por formação de quadrilha, exploração de prostíbulo, favorecimento à prostituição e tráfico de mulheres, mas foi absolvido em ambos os casos.

 

 

Confira também

Reciclagem transforma 35 buticas em uma folha A4

Por Sarah Américo – Fala!Anhembi   O cigarro é um dos vícios comuns entre os ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *