Marcelo Adnet gera debate depois de sua participação no 'Roda Viva'
Menu & Busca
Marcelo Adnet gera debate depois de sua participação no ‘Roda Viva’

Marcelo Adnet gera debate depois de sua participação no ‘Roda Viva’

Home > Entretenimento > Famosos e TV > Marcelo Adnet gera debate depois de sua participação no ‘Roda Viva’

O programa televisivo Roda Viva, emitido pela Tv Cultura, que recebe uma figura de relevância no centro da bancada para opinar sobre variados assuntos, mas que, através da Internet, entrevistou o  Marcelo Adnet, nessa segunda-feira (17), e discutiu sobre diversas polêmicas que geraram uma tensão nas redes sociais.

Marcelo Adnet no Roda Viva

Marcelo Adnet é um ator, compositor, comediante e apresentador brasileiro reconhecido pelo público em Escolinha do Professor Raimundo (2015), no filme Os Penetras (2012) e Tá no Ar: a TV na TV. O humorista participou do programa e revelou sobre várias pautas polêmicas, principalmente no âmbito cômico e profissional.

Marcelo Adnet
Entrevista de Marcelo Adnet dada ao Roda Viva. | Foto: Reprodução.

Na bancada de entrevistadores, um dos marcos foi Hélio de La Peña, escritor e comediante, que perguntou sobre as imitações de Marcelo do presidente Jair Bolsonaro, o qual teve sua popularidade elevada. Adnet respondeu que o seu trabalho não mudou com a popularidade do presidente e que sempre expressou sua opinião.

Além disso, Marcelo Adnet falou sobre a chegada de Bolsonaro ao poder:

Esse solitário, lunático, foi abraçado pela classe política.

Hélio pergunta para Adnet sobre a relação entre a popularização do presidente e o trabalho do comediante. | Vídeo: YouTube, canal do programa Roda Viva.

Nesse teor político, a entrevista também contou com Marcelo Tas, comunicador, que falou sobre a polarização política brasileira, de como a credibilidade de se posicionar como “de esquerda” é afetada na visão do mesmo, já que países como a Cuba não tem humoristas e são “endeusados pela esquerda”.

O comediante disse que “Temos que separar o que é ser um progressista e o que é ser um comunista” e sobre a questão do endeusamento desse território pela esquerda brasileira respondeu: “Você não pode jogar em mim uma pecha que é um problema da esquerda. Ao dizer que sou de esquerda você não pode dizer que eu sou lulista ou petista.”. Além disso, Adnet falou ainda da importância da comunicação mesmo com diferentes visões política e que desejava escutar a todos.

Nas redes sociais, novamente foi discutido a fala de Marcelo Tas e Marcelo Adnet no programa, repercutindo nas discussões políticas inflamadas pelos brasileiros. O Twitter é um dos ciberespaços onde mais são discutidos temas políticos e tais nomes não deixaram de subir aos trends topics desta terça-feira (18).

Somado a essas falas, outro fator aumentou as tensões na entrevista quando Anna Balloussier, repórter especial da Folha de S. Paulo, falou sobre as acusações de assédio do colega de trabalho de Macelo Adnet, o Marcius Melhem. O comediante não quis dar sua opinião sobre o fato, pois afirmou que “quando nos apressamos para dar uma opinião condenatória ou não, aí sim estamos sendo levianos”.

Adnet diz que estará no lado da vítima sempre, mas que não é juiz do caso para julgá-lo. O ator contou também aos entrevistadores que já sofreu assédio com dois casos de assédio na vida e que entende o quanto é difícil a situação das vítimas.

Assim, a entrevista de Marcelo Adnet ficou marcada no Roda Viva por polêmicas e, principalmente, comentários nas redes sociais. Há quem está a favor e há quem se põe contra o comediante, porém seu trabalho, como o mesmo já disse, é pautado na sua opinião.

Marcelo Adnet em sua rede social sobre a entrevista. | Foto: Twitter.

_________________________________________
Por Amanda Marques – Redação Fala!

Tags mais acessadas