Mais de 100 aplicativos, incluindo o TikTok, estão banidos da Índia
Menu & Busca
Mais de 100 aplicativos, incluindo o TikTok, estão banidos da Índia

Mais de 100 aplicativos, incluindo o TikTok, estão banidos da Índia

Home > Notícias > Política > Mais de 100 aplicativos, incluindo o TikTok, estão banidos da Índia

No final de junho de 2020, após conflitos diplomáticos entre a China e a Índia, o governo indiano proibiu 59 aplicativos, incluindo o TikTok, para smartphone, a maioria chineses, alegando preocupação com a segurança. Em um comunicado à imprensa, o Ministério da Eletrônica e Tecnologia e Informação da Índia afirmou que os aplicativos são prejudiciais à soberania, integridade e defesa da Índia. 

TikTok
TikTok é um dos 59 aplicativos banidos inicialmente. | Foto: Reprodução.

Índia proíbe aplicativos, e TikTok é um deles

Segundo o Times of Índia, o governo justificou a proibição alegando que os aplicativos banidos possuíam elementos hostis à segurança nacional e à defesa do país. Entre os aplicativos mais famosos, podem ser citados o WeChat, o TikTok, o Weibo e o jogo Clash of Kings. A lista completa dos primeiros 59 banidos está ao final desta matéria. 

Após um mês, dia 28 de julho, o governo anunciou que baniu mais 47 aplicativos, feitos por empresas chinesas, entre eles o Cam Scanner Advance e versões lite personalizadas do Helo e Sharelt. No total, 106 aplicativos foram proibidos e outros 275, que estão em análise, podem ter o mesmo destino. 

Segundo o Ministério da Eletrônica e Tecnologia e Informação, a segunda leva de aplicativos banidos eram “cópias” de outros aplicativos e/ou facilitavam o acesso aos serviços anteriormente proibidos.  

Pela Índia ser o país mais populoso do mundo, as empresas chinesas responsáveis pelos aplicativos devem sentir o baque da perda do mercado indiano. Quem se beneficia com a proibição de aplicativos, como o TikTok, é o Instagram, pois, segundo a empresa de pesquisa Kantar, houve um aumento de 30% na interação dos usuários após o acontecido. 

Tensão entre a China e a Índia

As duas nações mais populosas do mundo estão há meses em conflito. Entretanto, em junho deste ano, 20 soldados indianos foram mortos em um confronto entre as tropas na fronteira do Himalaia, que é disputada pelos dois países. Não se sabe o número exato de soldados chineses mortos, pois não foi divulgado pelo governo da China. 

O motivo da disputa da área, local onde ocorreu o conflito, é devido a ambos os países alegarem o outro de invasão. As tensões se intensificaram em maio e resultou no choque entre as duas tropas em junho. Agora, com a atitude do governo indiano em relação à proibição dos aplicativos, a relação entre as duas nações deve complicar ainda mais. Vale lembrar que tanto a China quanto a Índia possuem os dois maiores exércitos e armas nucleares do mundo. 

Lista da primeira leva de aplicativos banidos na Índia

  1. TikTok
  2. Shareit
  3. Kwai
  4. UC Browser
  5. Baidu map
  6. Shein
  7. Clash of Kings
  8. DU battery saver
  9. Helo
  10. Likee
  11. YouCam makeup
  12. Mi Community
  13. CM Browers
  14. Virus Cleaner
  15. APUS Browser
  16. ROMWE
  17. Club Factory
  18. Newsdog
  19. Beutry Plus
  20. WeChat
  21. UC News
  22. QQ Mail
  23. Weibo
  24. Xender
  25. QQ Music
  26. QQ Newsfeed
  27. Bigo Live
  28. SelfieCity
  29. Mail Master
  30. Parallel Space
  31. Mi Video Call – Xiaomi
  32. WeSync
  33. ES File Explorer
  34. Viva Video – QU Video Inc
  35. Meitu
  36. Vigo Video
  37. New Video Status
  38. DU Recorder
  39. Vault- Hide
  40. Cache Cleaner DU App studio
  41. DU Cleaner
  42. DU Browser
  43. Hago Play With New Friends
  44. Cam Scanner
  45. Clean Master – Cheetah Mobile
  46. Wonder Camera
  47. Photo Wonder
  48. QQ Player
  49. We Meet
  50. Sweet Selfie
  51. Baidu Translate
  52. Vmate
  53. QQ International
  54. QQ Security Center
  55. QQ Launcher
  56. U Video
  57. V fly Status Video
  58. Mobile Legends
  59. DU Privacy

Fonte dos aplicativos: Governo indiano.

___________________________
Por Júlia Alves – Fala! UFG

Tags mais acessadas