Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Lily Allen faz show com charme e afronta política no Cultura Inglesa Festival em São Paulo

Lily Allen faz show com charme e afronta política no Cultura Inglesa Festival em São Paulo

Após dez anos desde sua última visita no Brasil, Lily Allen volta para um show melancólico e, aos poucos, envolvente com o público. A cantora, que passou por poucas e boas ao tentar chegar no Brasil, incluindo atraso de voo e a perda da carteira no aeroporto, trouxe consigo um álbum cheio de músicas tristes e confessionais, “No Shame”, e precisava fazer dele um repertorio com um toque mais alegre para animar e empenhar as mais de 20 mil pessoas presentes no Memorial da América Latina.

Lily Allen após dez anos de último show no Brasil.

A apresentação da cantora aconteceu depois do show de abertura da brasileira Duda Beat. As músicas de sofrência com um ardor de independência e superação de amores batidos, certamente combinaram muito bem para contrastar àquela atmosfera fria de Londres, que Lily traria mais pra frente. Esquentando o clima, com direito a alguns covers de artistas ingleses e uma versão de “Say You’ll be There”, das Spice Girls, em forró.

A cantora Duda Beat fez a abertura do show de Lily.

A principal atração da noite subiu ao palco no horário previsto, sem atraso, e marcou presença com duas músicas do novo disco, “Come on Then” e “Trigger Bang”, em um estilo mais eletrônico e animado. A plateia, meio perdida com os novos sons da cantora, começou a entrar no embalo quando Lily performou um dos seus primeiros hits, “LDN”, seguido de uma declaração sua que dizia estar com medo de se apresentar naquela noite: “Eu estava muito nervosa pra voltar. Já faz dez anos!”. Aplaudida pelo público, aos poucos, a cantora foi se sentindo mais à vontade e ficando mais solta para continuar o espetáculo.

 O show de Lily Allen continuou mesclando o drama de “No Shame” com as dançantes faixas de seus álbuns anteriores, “Alright, Still” e“It’s Not Me, It’s You”. Porém, foi nessa mescla do melancólico para o eletrônico que Lily fez muito uso do auto-tune e acabou prejudicando sua voz e incomodando alguns ouvintes que lá estavam. No entanto, mesmo com um vestido bem estranho, um cílio postiço caindo e uma coceira nervosa no olho, a performer continuou exibindo muito charme e confiança ao decorrer do evento.

Lily Allen exibindo seu tênis arco-íris em sua última música do show.

Ao final da apresentação, Lily Allen dedicou uma das suas músicas ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. “Fuck you” é um dos hits mais famosos da cantora, do seu segundo álbum de 2009 e foi escrita inicialmente para George W. Bush, mas nos últimos anos, Lily dedica essa música para o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. “Já que estou no Brasil… E este é o mês do orgulho LGBTQ, quero dedicar essa música ao presidente de vocês nessa noite. Eu provavelmente serei presa, ou não voltarei ao Brasil de novo, mas vai se f*#@ Bolsonaro”, gritou a cantora, sob aplausos e cantos críticos ao presidente. A letra da canção é um recado contra intolerância e preconceito.

______________________________
Por Niara Viana – Fala! PUC

0 Comentários