Home / Colunas / Dicas para Ler e Escrever em Inglês

Dicas para Ler e Escrever em Inglês

Ler e Escrever em Inglês

A leitura e a escrita são duas das três habilidades, junto com a fala, que compõem o domínio da língua inglesa. Quanto mais você os pratica, mais facilidade e proficiência terá em assimilar palavras, frases e textos, aprimorando em muito o seu entendimento no idioma.

“A primeira vez que me obriguei a ler J.R.R. Tolkien no original em inglês, no ensino médio, foi uma das experiências mais desafiadoras que já tive com a língua. Levou tempo e foi difícil, mas por isso mesmo foi muito recompensador. Comecei a fazer disso um hábito, lendo também C.S. Lewis e George R. R. Martin. Na faculdade, tornou-se comum os professores nos pedirem para ler textos em inglês, alguns inclusive muito técnicos e com termos então desconhecidos, mas pela prática já não tive tantas dificuldades” conta Lucas Lima, estudante de Arquitetura da USP.

Se você ainda encontra dificuldades em ler e escrever em inglês, fique tranquilo. É comum não se sentir seguro para encarar logo de início uma peça de Shakespeare, por exemplo – melhor seria começar com um livro “mais fácil”, ou mesmo uma HQ. Pensando nisso, a Cultura Inglesa, maior escola de inglês sem franquias do País, cumprindo sua missão de contribuir para o intercâmbio cultural entre Brasil e Reino Unido, separou algumas dicas para te ajudar no domínio da leitura e da escrita em inglês:

1- Leia Sempre

O escritor argentino Jorge Luis Borges uma vez disse: “Para compreender um único livro, é preciso ter lido muitos livros”. É lendo que se aprende a escrever, e isso é verdade sobretudo quando não se trata de uma leitura de inspeção, mas uma leitura atenta e aprofundada. Mantenha um lápis e um dicionário inglês-português ao alcance; copie gírias, palavras e estruturas de texto que lhe forem uma novidade, para que você possa estudá-los mais tarde e incluí-los no seu vocabulário. E claro, leia livros que realmente sejam do seu interesse.

2 – Comece pelo mais fácil

Para quem está iniciando na leitura 100% em inglês, aqui vão algumas sugestões de livros “fáceis”: Alice in Wonderland, do Lewis Carroll, The Catcher in the Rye, de J. D. Salinger,  e Harry Potter, de J.K. Rowling. São livros divertidos, de linguagem simples e coloquial, e com histórias familiares, que vão deixar a leitura muito mais fácil.

Algumas editoras que publicam livros em inglês no Brasil possuem tabelas que identificam os níveis de compreensão do idioma exigidos por cada obra. Comece pelo nível mais fácil e vá aumentando os níveis gradativamente, respeitando seus limites, mas sem se deixar acomodar.

3 – Escreva – e seja lido!

Experimente escrever textos em inglês e submetê-los à avaliação de especialistas da língua. Ainda que você cometa muitos erros no início, não desista: erros são importantes, porque a partir deles é possível identificar suas maiores falhas e planejar as próximas etapas de estudo.

4 – Mantenha um diário

No contexto globalizado de hoje, o inglês está disseminado de tal forma na nossa vivência que é comum se deparar diariamente com expressões e termos que até então nos eram desconhecidos. Por isso, é importante ter um diário para guardar as palavras, frases e expressões com as quais você se depara, mesmo que não a entenda perfeitamente na hora, mas vá procurar seu significado depois.

Confira também

Consciência Negra, muito além do dia 20 de novembro

Por João Guilherme Lima Melo – Fala!PUC   Projeto de lei número 10.639, dia 9 ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *