Kid Abelha: "Como eu quero" não é sobre o que você pensa que é
Menu & Busca
Kid Abelha: “Como eu quero” não é sobre o que você pensa que é

Kid Abelha: “Como eu quero” não é sobre o que você pensa que é

Home > Entretenimento > Música > Kid Abelha: “Como eu quero” não é sobre o que você pensa que é

“Diz para eu ficar muda/ Faz cara de mistério/ Tira essa bermuda/ Que eu quero você sério.” Quem nunca se perdeu em devaneios românticos ao som de Kid Abelha (1980-2016)? Lamento informar, e te desencantar, mas se sua resposta a essa pergunta foi “sim”, você não está ouvindo Como Eu Quero do jeito certo. Descubra o porquê.

Era fevereiro de 1984. Sucesso, fama e lançamento na área. Em Seu Espião (Warner Music), o primeiro álbum do Kid Abelha, uma música em especial ganhou destaque significativo. Não há exagero em dizer: Como eu quero, a primeira música do Lado 2 do primeiro LP do grupo, garantiu à banda posição de prestígio no cenário do Pop Rock Nacional. 

Kid Abelha
Capa de Seu Espião, álbum lançado em 1984, da banda Kid Abelha. | Foto: Reprodução.

Romântica, serena e delicada. Só que não. Escrita por Paula Toller (vocalista) e Leoni (baixista) — na época casados e líderes do grupo no início da formação —, a letra foi inspirada em uma história real. Mas, que fique claro, Como Eu Quero, do Kid Abelha, está longe de ser uma declaração de amor. Na verdade, o protagonista é Carlos Beni Benja (então baterista do grupo), ou melhor, seu namoro abusivo da época. 

É bom lembrar que a canção quase não entrou no disco. Pois é, se dependesse somente do produtor musical Liminha, Como Eu Quero estaria fora. A decisão de manter a obra foi de Paula e Leoni. O refrão não agradou muito Liminha, então o baixista alterou os versos. 

Dá uma olhada naquela que seria a versão original da letra, que trazia um eu lírico masculino:

Como Eu Quero
Manuscrito de Como Eu Quero. | Foto: Decifrando a Música.

E aí, curtiu? Para mais curiosidades, continue lendo.

Em entrevista ao Por trás da canção, programa do canal BIS, Beni alegou que a música seria um meio de Paula e Leoni mostrarem preocupação com a situação do colega. O baterista revelou ter sido pressionado pela namorada, inclusive, para deixar a banda. Ela não queria que ele seguisse a carreira de músico, mas se tornasse uma pessoa séria.

Como Eu Quero: Análise da música da banda Kid Abelha

De acordo com a música, de 36 anos atrás, a garota ditava um modo de ser para o namorado. E, ao dizer: “eu quero você/ como eu quero”, ela não parece perdidamente apaixonada por ele, porém, inclinada em exigir um determinado comportamento dele.

Nesses versos, podemos entender o “como” no sentido de advérbio, não de intensidade, mas do modo pelo qual a namorada o deseja: exatamente do jeito idealizado, fabricado e moldado por ela. Abusivo.

Diz para eu ficar muda

Faz cara de mistério

Tira essa bermuda

Que eu quero você sério.

Nessa primeira estrofe, por exemplo, a companheira estaria induzindo o parceiro a, veja só, parar de usar bermuda. Pois, vestindo isso (algo despojado) ele não passaria a seriedade tão desejada por ela. 

O que você precisa

É de um retoque total

Vou transformar o seu rascunho

Em arte final.

Já nessa parte, mais diretamente, ela sugere não só um ajuste, mas transformá-lo “em arte final”. Ou seja, de acordo com os versos acima, para ela, a versão natural (rascunho) dele não basta; pede mudanças radicais e urgentes. 

E você aí usando a música para se declarar para a sua paquera, não é? Acompanhe Como eu quero, agora, do jeito certo:

_____________________________
Por Ana Paula Jaume – Fala! UFRJ

Tags mais acessadas