Johnny Depp é acusado de ser "espancador de esposa" e perde na justiça
Menu & Busca
Johnny Depp é acusado de ser “espancador de esposa” e perde na justiça

Johnny Depp é acusado de ser “espancador de esposa” e perde na justiça

Home > Entretenimento > Famosos e TV > Johnny Depp é acusado de ser “espancador de esposa” e perde na justiça

O ator mais reconhecido por seu papel de grande sucesso ao interpretar Jack Sparrow navega em águas controvérsias no seu mundo real. O começo da semana foi marcado com a sua perda em relação à acusação que constatou ao tabloide britânico News Group Newspaper, grupo de edição que comanda o The Sun, por difamação ao afirmar que Johnny Depp era um “espancador de esposa”.

Opostos na mesa judicial, Depp ia contra o jornal The Sun e sua ex-esposa Amber Heard, que interpreta Mera em Aquaman, ia a favor do tabloide. Assim, a decisão do juiz Nicol foi tomada diante da justiça de Londres em que confirmava que Johnny Depp “não tinha misericórdia” e que deixou Amber “temendo por sua vida”, segundo o jornal The Sun.

A conturbada relação dos atores de Hollywood se mistura com constantes agressões, bebidas e drogas por parte de Johnny Depp, de acordo com o constatado pelo juiz Andrew Nicol. Assim, por parte da figura judicial, foram aceitas 12 acusações de Amber Heard, as quais foram escancaradas no artigo do The Sun, esse o qual é motivo para a acusação de difamação.

 Jonnhy Depp
Após episódios de raiva ao usar drogas e bebidas, Jonnhy Depp é acusado de “espancador de esposa” pelo The Sun. / Foto: Reprodução.

Johnny Depp é acusado de ser “espancador de esposa”

Dessa forma, o relato de chutes nas costas, tapas, empurrões e puxões de cabelo, que chegou a arrancar os fios do seu couro cabeludo, fizeram a figura contemplada do ator Johnny Depp ser no mínimo repugnante. A violência doméstica confirmada por provas e na visão judicial prova que o Depp teve um comportamento monstruoso com Amber.

Em contrapartida às acusações feitas, os advogados do ator lamentaram por tal resultado ao declarar que “Esta decisão é tão perversa quanto desconcertante. O mais preocupante é a confiança do juiz no depoimento de Amber Heard e o correspondente desrespeito à montanha de contra-evidências de policiais médicos, seu próprio ex-assistente, outras testemunhas incontestáveis e uma série de provas documentais que minaram completamente as alegações, ponto por ponto. Tudo isso foi esquecido.”, disse a representante dos advogados, segundo o Hugo Gloss.

Já o jornal em questão, fez um artigo explicando a derrota de Johnny Depp no tribunal e continuou a afirmar que “Johnny Depp é um espancador de mulheres – e um tolo por pensar que poderia anular a prova contundente contra ele em um tribunal britânico de difamação.”.

Dessa maneira, as duas visões se chocaram diante da justiça, contudo, apenas o The Sun saiu vitorioso, deixando uma onda de fãs furiosos com as acusações ao ator, tanto ao jornal quanto a atriz Heard.

O The Sun se levantou e fez campanha pelas vítimas de violência doméstica por mais de vinte anos. As vítimas de violência doméstica nunca devem ser silenciadas e agradecemos ao juiz por sua consideração cuidadosa e agradecemos a Amber Heard por sua coragem em prestar depoimento.

Porta-voz do The Sun.

_________________________
Por Amanda Marques – Redação Fala!

Tags mais acessadas