Menu & Busca
Intercâmbio para a Costa Rica !

Intercâmbio para a Costa Rica !


O Fala!Universidades traz para a internet mais uma adaptação de conteúdo publicado em nosso último jornal impresso.

Em julho deste ano o aluno Lucas Orione, que faz Direito na PUC, optou por conhecer a Costa Rica, um dos países que mais contribuem para a preservação do meio ambiente no mundo.

A viagem foi realizada por meio da AIESEC (um programa de intercâmbio voluntário e profissional), e por isso Lucas nos conta que o roteiro foi um pouco alternativo, com experiências únicas que só quem viveu poderia explicar. Dê o Play:

E além de tudo isso…

Construir uma casa ao participar de ações com a ONG Teto (que em espanhol se escreve TECHO),

2

Preparar e dar aulas de português,

11745889_901756743230018_7370650661255013555_n

E também conhecer amigos que serão pra vida inteira.

11225307_1623837841234886_1444172822509305173_n

12037727_942145159191176_1735879716_o

 

Agora confira nosso bate-papo, quando eu (entrevistador) estava trocando algumas mensagens com ele via WhatsApp:

Fala brother! Como que tá a Costa Rica? O que você tá fazendo neste exato momento?

Mano, a Costa Rica tá perfeita. Pena que está acabando. Acabei de voltar de San José, que é a capital, onde fui comprar uma rede, uma parada pra decorar minha casa e uns presentes pros brothers!

E suas aulas de português? A galera pegou bem? Fala um pouco sobre como foi o aprendizado da galera.

As aulas de português foram sensacionais! Como a galera era da nossa idade ( entre 18 e 24 anos ) não tivemos problema de conversa, barulho ou algo do tipo em nenhum momento. Nem mesmo celular! E mano, acho que eles pegaram bem sim. Nós fizemos duas avaliações para eles e não vou dizer que apelamos, mas as provas não estavam fáceis! A grande maioria foi muito bem. Vários quando me encontram já arriscam um português kkkk

Você sabe quantas viagens você fez ao todo aí na Costa Rica? Tem alguma que foi a mais marcante?

Cara, ao todo eu fiz 5 viagens para cidades mais distantes. Cidades com praia, cidades de montanha e cidades turísticas. Não inclui os rolês que eram mais próximos daqui da minha cidade, que tem dois vulcões muito próximos, e uns picos bem good vibe, como mirantes naturais e algumas cachoeiras também. Mano, pra mim a mais marcante foi a viagem de Tamarindo, por que lá conhecemos uns brasileiros, cariocas, e em uma certa noite fomos pra praia olhar as estrelas. Neste dia, tivemos o privilégio de assistir uma estrela cadente. Foi bizarro!!!

Você vai voltar falando espanhol fluente? Hahaha fala um pouco pra gente sobre o processo de aprender e praticar a língua.

Mano, não vou dizer fluente, mas eu já entendo 80% do que eles falam, e eles entendem, eu acho, uns 70% do que eu falo, então tá lindo kkk. Mas tipo assim, eu cheguei aqui sem saber falar quase nada e em 1 mês e meio já melhorou bastante. O esquema é falar muito e se esforçar para entender. Eles usam muitas gírias. Inclusive, eles têm uma que seria equivalente ao “mano” no português. Eles dizem “mae”. Sim, eu juro. Quando cheguei aqui, sempre achava que eles estavam falando da mãe de alguém kkkkkkk.

Pra finalizar, o que você recomenda pra galera que nunca fez intercâmbio?

Para galera que nunca fez intercâmbio, eu sinceramente aconselho que façam. Sério, é um momento único. É algo seu, que ninguém vai tirar. Acredito que em um intercambio você é surpreendido todos os dias. É sempre um mistério. Além disso, você conhece várias pessoas incríveis que nunca imaginou conhecer. E por saber que você talvez nunca mais vai ver essa pessoa na vida, acaba instintivamente aproveitando os momentos ao máximo, o que torna cada segundo especial. Enfim, é como estar num filme, em que você é o protagonista sem saber o roteiro.

11214041_907183726020653_2699508517464831605_n

3

Por: Redação Fala!Univerisdades

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

1 Comentário

  1. Elisana
    4 anos ago

    Mto boa a matéria Marcelinho, sem contar que Lucas ficou liiinnnndddooooo bronzeado rsrsrsrs, bjão feras

Tags mais acessadas