Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Instituto Moreira Salles abre as portas na Avenida Paulista

Instituto Moreira Salles abre as portas na Avenida Paulista

Por: Saulo Cesar – Fala!Cásper

 

Pode-se afirmar que a cidade de São Paulo ganhou mais um novo xodó: o Instituto Moreira Salles, localizado na altura do número 2424 da Avenida Paulista.

Um suntuoso e imponente edifício, composto por uma fachada de janelas foscas e de estética clean, abriga o instituto, voltado para os estudos e a arte da fotografia. A inauguração ocorreu na quarta feira, 20 de setembro, e contou com exposições gratuitas e um cinedebate, além da célebre presença de alguns dos artistas em suas respectivas instalações.

Bárbara Wagner.

O instituto, previamente estabelecido em Higienópolis, já não comportava mais a demanda e o espaço requerido para seu acervo e instalações. A emblemática avenida Paulista foi a escolhida para abrigar a nova sede do centro cultural, que tem como um dos objetivos ser receptivo para todos os públicos, com todas as exposições gratuitas e cursos de qualidade a preços acessíveis.

“O intuito é ser uma referência em fotografia na América Latina. Nossa biblioteca é a mais completa no ramo que se tem notícia”, diz Cinira, funcionária do local. O IMS possui outras localizações pelo país, situados em Poços de Caldas (MG) e no Rio de Janeiro, sendo uma instituição já conhecida e consolidada no meio, sem fins lucrativos envolvidos.

As grandiosas portas de vidro se abrem para amplas galerias, onde estão instaladas obras fotográficas e projetos de variados artistas – a exemplo do fotógrafo suíço Robert Frank, em Robert Frank: Os americanos, e o trabalho de artistas brasileiros e coletivos contemporâneos, em Corpo a Corpo.

Há outras duas exposições além dessas em cartaz no momento: The Clock, experiência cinematográfica de Christian Marclay e São Paulo, três ensaios visuais.

Galerias, sessões audiovisuais, biblioteca de fotografia, ateliês, livraria, um café e um restaurante fazem parte de todo o conjunto. Ao todo são 1.200 metros quadrados para exposições distribuídos em sete pisos, transformando o local numa espécie de museu vertical.

Além das exposições e projetos culturais, que ganharão corpo no local, o centro cultural oferecerá cursos relacionados ao mundo da fotografia e do audiovisual com preços acessíveis.

Aqueles que se interessam pelo universo audiovisual e fotográfico terão mais uma oportunidade para maiores aprendizados, sendo que as inscrições podem ser feitas presencialmente ou pela internet, e as aulas ocorrerão nos ateliês, chamados carinhosamente de “redomas de vidro”. Para um maior aprofundamento, há também um estúdio fotográfico onde os alunos poderão entrar em contato com a produção e revelação das fotos.

“O instituto só tem a agregar para São Paulo, tanto para lazer quanto para abrir a discussão sobre a imagem. É realmente algo impactante”, conta Arthur, 24, visitante do local. Ele e sua namorada, Olívia, foram prestigiar a inauguração do IMS.

“Não entendo muito de fotografia, mas a arquitetura do lugar me chamou muito a atenção. As janelas fazem com que haja uma iluminação fantástica”, diz Olivia, provando que não há necessidade de ser um expert em fotografia para sair de lá impressionado.

Mais informações:

Localização: Instituto Moreira Salles, avenida Paulista, 2424.

Horários: De terças a domingos (exceto quintas), das 10h às 20h. Às quintas, das 10h às 22h.

Acessibilidade: Wi-fi, guarda-volumes, café, restaurante.

Site oficial:  ims.com.br

Confira também:

– “mãe!” será seu pior pesadelo – confira a resenha sobre o filme

– Casa Natura recebeu show de Bruna Caram, Silva, Dani Black e Maria Gadú

0 Comentários

Tags mais acessadas