Instituto de Pesquisa da Facens desenvolve robô com Inteligência Artificial
Menu & Busca
Instituto de Pesquisa da Facens desenvolve robô com Inteligência Artificial

Instituto de Pesquisa da Facens desenvolve robô com Inteligência Artificial

Home > Universidades > Instituto de Pesquisa da Facens desenvolve robô com Inteligência Artificial

Novo dispositivo interage com seres humanos e fez participação em uma peça de teatro alemã

robo
Centro Universitário desenvolve robô com Inteligência Artificial

Centro Universitário desenvolve robô com Inteligência Artificial

O IP Facens é o Instituto de Pesquisa do Centro Universitário que, desde 2017, desenvolve projetos feitos sob medida para pessoas e empresas, em diversos segmentos.

Desta vez, o IP Facens criou um robô com inteligência artificial, que se comunica com as pessoas e se aprimora a partir de todo contato que tem com humanos. Projetado a pedido do executivo, Rafael Steinhauser, o robô participa atualmente de uma peça teatral em Munique, chamada de “Oracle”.

Embora tenha sido planejado para, literalmente, estrear nos palcos do mundo, o robô tem grande potencial comercial, principalmente em tempos de pandemia, em que o digital ganhou ainda mais força.

Após retornar ao Brasil, o robô assumirá o posto de host nos laboratórios e Centros de Inovação da Facens, a fim de aprimorar sua linguagem e a tecnologia. O projeto já foi aprovado pela Lei Rouanet e agora aguarda empresas parceiras para patrocínio.

“Entendemos que haverá cada vez mais a necessidade de se ter menos contato humano na recepção de empresas e estabelecimentos comerciais. Por isso, a ideia é aprimorarmos continuamente a Inteligência Artificial do robô, para que ele recepcione as pessoas de forma personalizada em cada local, melhorando a experiência do consumidor”

explica Ellis Menasce, Diretor de Mercado do IP Facens.

Desde 2017, o Instituto de Pesquisa da Facens já desenvolveu mais de 100 projetos para cerca de 40 empresas, incluindo ABB, Balluff, Bosch, CNHi, Commscope, DPR, Emerson, Flex, Green Nation, Huawei, Ingenico, JCB, Lanxess, Qualcomm, SBT e Scheffler. Atualmente o Instituto de Pesquisa conta com cerca de 130 colaboradores e 90 estagiários.

Tags mais acessadas