Menu & Busca
Momentos que marcaram a história do Oscar

Momentos que marcaram a história do Oscar


Por Helena Selegatto – Faculdade Cásper Líbero

Conheça os melhores momentos, histórias e gafes do Oscar desde seu lançamento

No último domingo (24) aconteceu o tão esperado Oscar 2019. Em meio a tantos prêmios e histórias, nada como recordar os melhores momentos da premiação nos anos anteriores. Então vamos lá, aqui vai uma lista com coisas incríveis (e outras não tão incríveis assim) que aconteceram nos últimos anos durante o Oscar e que não podemos esquecer.

Primeiramente vamos falar de história. Para relembrar os melhores momentos do Oscar, vamos recordar quando tudo começou. A premiação começou há 88 anos, no dia 15 de maio de 1929 e na época ninguém imaginava que ela alcançaria toda a fama que tem hoje. Em tantos anos de história foram muitas gafes, momentos memoráveis e histórias incríveis. Nessa reportagem reunimos o que acreditamos ser os melhores momentos de todos esses anos para relembrar e aquecer sua memória!

1939 – O início do fim da exclusão

A primeira indicação para uma atriz (ou ator) negra veio apenas 10 anos depois da primeira edição. Hattie McDaniel foi indicada pelo papel de Mammy em “E o vento levou”. A atriz foi fortemente criticada durante sua carreira, por interpretar papéis de domésticas o que, para algumas pessoas, perpetuavam estereótipos.

1945 – Primeiro indicado brasileiro

O Brasil pela primeira vez mostrou suas caras no Oscar, quando a composição “Rio de Janeiro”, do brasileiro Ary Barroso, disputou a estatueta de Melhor Canção Original pelo filme norte-americano Brazil. Infelizmente a composição não levou o prêmio, mas com certeza foi um belo começo!

1960 – Oscar brasileiro

Após muitas indicações, “Orfeu” foi o primeiro filme brasileiro a vencer o Oscar. Porém, por se tratar de um filme ítalo-franco-brasileiro, “Orfeu” levou a estatueta de Melhor Filme Estrangeiro representando a França.

1963 – Primeiro homem negro a ganhar o Oscar

24 anos após a primeira indicação de uma atriz negra e 34 anos depois da estreia do Oscar, Sidney Poitier ganhou o prêmio de melhor ator, pelo filme “Uma voz nas sombras”, sendo o primeiro negro a ganhar um Oscar. Devido ao sucesso desse e de outros filmes, o ator virou um marco do cinema Hollywoodiano e um símbolo do movimento negro nos EUA.

1972 – Chaplin

Charles Chaplin ganhou a estatueta de Melhor Trilha Sonora por Luzes da Ribalta. O ator foi aplaudido em pé pelos membros da Academia. A cerimônia marcou a volta de Chaplin aos Estados Unidos após viver 20 anos exilado por acusações de ser comunista.

1974 – Academia de nudez

Em 1974 ocorreu a épica história do homem nu. O ator inglês David Niven estava prestes a apresentar Elizabeth Taylor, encarregada de anunciar o vencedor da estatueta de Melhor Filme, quando um homem completamente nu surgiu no palco, correndo de uma ponta à outra. Depois descobriu-se que o homem em questão era Robert Opel, um ativista de 33 anos que acreditava que ninguém deveria ter vergonha de ficar pelado em público. Incrivelmente, ele não foi penalizado e nem expulso da cerimônia .

1992 – Ator saradão

Jack Palance comemorou seu Oscar de uma forma um tanto quanto inusitada. Após ser anunciado como vencedor na categoria Melhor ator Coadjuvante, o ator subiu no palco e fez 3 flexões, mostrando que além de ser um ótimo intérprete, ainda estava em forma.

2001 – Ninguém interrompe a Julia Roberts

A atriz Julia Roberts chocou e causou muita gargalhada do público ao pedir para orquestra parar de tocar e sentar quando teve seu discurso interrompido pelo som da música. “Sente, porque eu posso nunca mais estar aqui de novo”, afirmou a atriz.

2003 – Discurso político

O mundo parou ao ouvir Michael Moore em seu polêmico discurso ao conquistar o Oscar de Melhor Documentário por Tiros em Columbine. O diretor atacou o ex-presidente norte-americano, dizendo que gosta de documentários, mas que vivia em tempos fictícios, com eleições com resultados fictícios e com o país entrando em uma guerra por motivos fictícios. O discurso inesquecível gerou as mais diversas reações do público, de vaias a eloquentes aplausos.

2013- Tão emocionada que nem conseguiu andar

Ao subir no palco para pegar seu Oscar de melhor atriz, pelo filme “O Lado Bom Da Vida”, Jennifer Lawrence tropeçou na escadaria e tomou um tombão que entrou para a história!

Foto: Chris Pizzello

2016 – Leo DiCaprio também merece o Oscar

Contrariando as piadinhas dos internautas, Leonardo DiCaprio finalmente  ganhou Oscar, recheando as redes de novos memes.

Fonte: Filmow

2017 – Ganhou errado

Como esquecer o que ocorreu neste ano? Os célebres atores Warren Beatty e Faye Dunaway anunciaram La La Land – Cantando Estações como vencedor da estatueta de Melhor Filme. Foi só depois de o elenco e equipe desse filme terem subido ao palco e feito discurso que Beatty percebeu o erro e informou que o verdadeiro ganhador era Moonlight: Sob a Luz do Luar.

2017 – Matou errado também

2017 foi, certamente, o ano de gafes no Oscar, além do caso de La La Land, ocorreu um outro problema, não tão noticiado. A Academia se confundiu e colocou a foto de Jan Chapman  junto à homenagem feita pelo falecimento de Janet Patterson. Jan, produtora assim como Jannet, ficou sem entender após ter sua imagem atrelada à homenagem feita anualmente aos profissionais do cinema que morreram no ano anterior à cerimônia, uma vez que estava vivíssima.

2019 – Seguir os passos da JLaw

Esse ano, o ator Rami Malek, que interpretou Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody, caiu do palco quando recebeu o prêmio de melhor ator. Malek foi prontamente atendido pela equipe médica e o evento prosseguiu normalmente. Mas se Malek realmente seguir os passos de Jennifer Lawrence, ele ainda vai protagonizar muitos filmes de sucesso!

Foto: Estadão
Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas