Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Brasil Hallyu Expo 2018: Cultura Coreana no Brasil

Brasil Hallyu Expo 2018: Cultura Coreana no Brasil

por Sophie Cohen Chermont – Fala!MACK

Nos dias 15 e 16 de setembro aconteceu o Brasil Hallyu Expo 2018, um evento voltado para a cultura coreana, realizado pela AT Korea e pelo Centro Cultural Coreano no Brasil, no Expo Center Norte de São Paulo.

No evento foram organizados diversos stands personalizados de vendas de produtos de K-pop; uma exposição de Hanbok (roupa tradicional), em que as pessoas podiam experimentar as roupas e acessórios típicos da Coreia; um espaço para videogames; um espaço de artes marciais exclusivo da Kukkiwon Taekwondo; duas exposições de fotografias, sendo que uma delas era composta especialmente por registros da interação entre Coréia do Sul e Coréia do Norte na Terceira Cúpula Inter-Coreana, e também havia espaços para oficinas em que instrutoras (em sua a maioria coreana) ensinavam variadas formas de expressões artísticas tradicionais da Coreia (como o Hangukhwa e o Gyubang). O espaço das oficinas ainda continha peças tradicionais coreanas em exposição, assim como o estande em que todos os participantes do evento poderiam ter seu nome escrito em coreano.

Grupo de dança tradicional coreana.

Ademais, no Brasil Hallyu Expo 2018 a culinária coreana foi muito marcante, através de diversas tendas com múltiplos exemplos da culinária típica do país, uma exposição unicamente de comidas coreanas e, além disso, ainda foi realizado um concurso culinário, chamado de “K-Master Chef Coreano 2018”, que contou com a Youtuber especialista em k-pop e cultura coreana Thais Midori.

E falando em Youtubers, os apresentadores das performances do palco principal do Hallyu foram o bailarino Lucas Olly e Érica Imenes, coautora do livro “K-POP: Manual de Sobrevivência”, junto da youtuber Babi Dewet e da fundadora do blog Saranghaeyo, Natália Pak, que foi a responsável pelo grupo coreano que se apresentou no festival, o Imfact, formado por 5 membros: Jeup, Taeho, Jian, Sang e Ungjae, o que atraiu diversas fãs do grupo para o evento, principalmente porque ao final do Halluy os meninos realizaram um hi-touch, com algumas fãs que conseguiram o ingresso para o fanmeeting.

Contudo, o Imfact não foi o único grupo a se apresentar. O grupo coreano de percussão Fantastick também se apresentou e conquistou muitos visitantes do evento com sua animação e talento. Alguns grupos cover também se apresentaram no evento, assim como diversos dançarinos tradicionais. Tal fato mostra muito da essência do próprio festival, que é essa mistura entre o antigo e o novo, uma vez que o Kpop tem sido a chave que proporciona mais busca e interesse pela cultura coreana ao redor do mundo.

 

 

0 Comentários