Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
A Greve de funcionários públicos contra privatização

A Greve de funcionários públicos contra privatização

Por Thiago Dias – Fala!Anhembi

 

Servidores públicos se encontram de greve desde o dia 8 de março. O motivo?

Uma “política econômica” do Prefeito João Dória.

 

 

O projeto SAMPAPREV (PL n 621/17) consiste em privatizar a previdência municipal, aumentando a contribuição dos servidores públicos de 11% para 14%, podendo chegar aos 19%.

Para quem está tentando colocar a maior cidade do país à venda, sucatear a cidade e implantar uma política higienista transformaria a selva de pedras em uma babilônia cinza. Além de distribuir ração no lugar de merendas nas escolas públicas, cortar o passe livre dos estudantes, além de invadir a Cracolândia sem projetos pré-determinados, sem uma política pública que seguisse, de fato, os direitos humanos, e dispersando as pessoas que lá estavam para toda a cidade.

O projeto de lei da privatização do complexo do Anhembi, parece não  estar dando muito certo para prefeito, a gestão está acertando com os vereadores 10% do dinheiro arrecadado com a venda do espaço para projetos dos próprios parlamentares. Quem está tomando conta dessa negociação é o vice-prefeito e secretário da Casa Civil, Bruno Covas (PSDB).

“O Dória aumentou as passagens, reduziu o passe livre e só faz cortes nas periferias, aumentou o policiamento para bater nos estudantes e reduziu as frotas de ônibus das periferias. Vejo como estudante que devemos ocupar os espaços de poder, as ruas, as salas de aula, ocupar as câmaras. O Golpe de 2016 está se consolidando, e a reação está na mão da Juventude, precisamos agir. Ainda por cima o prefeito está candidatando a governador, precisamos votar consciente”, conta a secundarista Caroline Fonseca.

Resta saber o que, neste final de mandato, João Dória ainda planeja fazer com a capital paulista.

0 Comentários

Tags mais acessadas