GP de Portugal: Hamilton garante a segunda vitória da temporada
Menu & Busca
GP de Portugal: Hamilton garante a segunda vitória da temporada

GP de Portugal: Hamilton garante a segunda vitória da temporada

Home > Notícias > Esporte > GP de Portugal: Hamilton garante a segunda vitória da temporada

Na terceira etapa da Fórmula 1, o heptacampeão Hamilton foi superior à concorrência 

Hamilton
A chegada de Hamilton no GP de Portugal. | Foto: UOL.

Após duas semanas de espera, desde a sensacional corrida em Ímola, a Fórmula 1 voltou para as pistas neste fim de semana. Para a terceira etapa da temporada, os pilotos enfrentaram as subidas e descidas do Algarve, no Grande Prêmio de Portugal, em que, dessa vez, a Mercedes levou a melhor diante da sua principal adversária, a Red Bull.

Treinos livres, classificação e destaque de Lewis Hamilton

Nos treinos livres da sexta-feira, dessa vez, quem ‘largou na frente’ foi a Mercedes, tendo seus dois carros como os mais rápidos das duas primeiras sessões. Valtteri Bottas liderou o primeiro treino, Lewis Hamilton liderou o segundo. A grande surpresa ficou para o grande desempenho da Alpine, com Esteban Ocon e Fernando Alonso, demonstrando que a equipe francesa poderia fazer bonito na classificação.

No sábado, Max Verstappen foi líder do TL3 e, poucas horas depois, se iniciava a classificação para o Grande Prêmio de Portugal. No Q1, dois pilotos, que não estão acostumados a serem eliminados tão cedo, acabaram não conseguindo se classificar para o Q2: Daniel Ricciardo, da McLaren, ficou com a 16ª posição, e Lance Stroll, da Aston Martin, com a 17ª. Destaque para as duas Alfa Romeo que conseguiram se classificar para a segunda parte do ‘Quali’.

No Q2, os eliminados foram: Raikkonen, Tsunoda, Alonso, Giovinazzi e Russell. No sempre animado e caótico Q3, os dez pilotos restantes disputavam a pole position e, dessa vez, quem levou a melhor não foi nem Hamilton, nem Verstappen. Valtteri Bottas cravou a volta mais rápida e a 17ª pole position de sua carreira. Lewis Hamilton ficou em segundo e Max Verstappen com o terceiro lugar.

Bottas e Hamilton
Bottas e Hamilton se cumprimentando após a classificação. | Foto: UOL.

As luzes se apagaram no Algarve

No domingo, as luzes se apagaram e os pilotos estavam correndo no Grande Prêmio de Portugal. Ao contrário das últimas duas corridas, não ocorreram mudanças entre os três primeiros, e Bottas manteve a liderança no início da prova. Destaques para as largadas de Lando Norris, que travou uma bela briga com Esteban Ocon, e a de Carlos Sainz, que pulou de 5º para 4º ao ultrapassar Sergio Perez na primeira volta.

GP de Portugal
O grid de largada do GP de Portugal. | Foto: F1Mania.

Na segunda volta, o Safety Car entrou na pista pela primeira e última vez durante a corrida. Após um erro de Kimi Raikkonen, o piloto da Alfa Romeo tocou em seu companheiro, Antonio Giovinazzi, e acabou tendo sua asa dianteira quebrada. Ela ficou presa na parte de baixo de seu carro e ele teve que abandonar a corrida. Na relargada, Max Verstappen foi mais rápido que Lewis Hamilton, e o ultrapassou na saída da Curva 1.

Um piloto que havia começado muito bem, mas que se perdeu após a retomada da corrida, foi Carlos Sainz, da Ferrari. O espanhol perdeu a quinta posição para Norris, e logo na sequência, perdeu a sexta colocação para o francês Esteban Ocon. Logo na sequência, o inglês da McLaren, que faz uma brilhante temporada até aqui, atacou Sergio Perez e realizou uma bela ultrapassagem, assumindo a 4ª posição.

Na 11ª volta, Lewis Hamilton deu o troco no holandês da Red Bull e ultrapassou Max Verstappen na saída da primeira curva, retomando a segunda colocação.

Verstappen e Hamilton
Disputa entre Verstappen e Hamilton. | Foto: F1Mania.

Daniel Ricciardo, que havia largado na 16ª posição, fazia uma brilhante corrida de recuperação, e logo na 18ª volta, já estava na zona de pontuação, após realizar bela ultrapassagem em Sebastian Vettel. Vinte voltas depois do início da corrida, o heptacampeão foi por mais, e passou o seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, assumindo a liderança do GP de Portugal. Na 37ª volta, o finlandês saiu dos boxes à frente de Verstappen, mas estando com pneus duros frios, não teve aderência para segurar a Red Bull, e acabou perdendo a segunda posição para Max.

Na segunda metade da corrida, quem chamou a atenção foi o bicampeão Fernando Alonso. Relembrando seus tempos áureos na categoria, o espanhol ultrapassou Daniel Ricciardo e Carlos Sainz, e assumiu a 8ª posição.

O primeiro a ver a bandeira quadriculada do GP de Portugal foi Lewis Hamilton, que conquistou a sua segunda vitória da temporada. Max Verstappen cruzou a linha de chegada em segundo e Valtteri Bottas em terceiro, terminando com a volta mais rápida da corrida. No pelotão intermediário, o destaque foi novamente a McLaren, com Norris em 5º e Ricciardo em 9º, após largar do fundo do grid. Vale mencionar o grande desempenho da Alpine, que finalmente apresentou um bom ritmo e terminou com Ocon em 7º e Alonso em 8º.

fórmula 1
Hamilton celebrando sua vitória do GP de Portugal. | Foto: GE.

No campeonato de pilotos, Hamilton segue em primeiro, com 69 pontos, Verstappen é o segundo, com 61, e Norris fecha o TOP 3, com 37 pontos. Nos construtores, a Mercedes já ultrapassou os três dígitos e lidera com 101 pontos, a Red Bull é a segunda, com 83, e a McLaren ocupa o terceiro lugar, com 53 pontos.

Para a sorte dos apaixonados pela Fórmula 1, a quarta etapa da categoria já é neste próximo fim de semana. As equipes rumam para a Catalunha para a disputa do Grande Prêmio da Espanha, em mais um capítulo desta disputada e empolgante história chamada “Temporada de 2021 da Fórmula 1″.


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

___________________________
Por Filipe Saochuk – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas