GP da Toscana: Oito abandonos, pódio de Albon e vitória de Hamilton
Menu & Busca
GP da Toscana: Oito abandonos, pódio de Albon e vitória de Hamilton

GP da Toscana: Oito abandonos, pódio de Albon e vitória de Hamilton

Home > Notícias > Esporte > GP da Toscana: Oito abandonos, pódio de Albon e vitória de Hamilton

A corrida do GP 1000 da Ferrari contou com duas bandeiras vermelhas e muitos acidentes

Neste domingo (13) foi realizado, na cidade de Mugello, Itália, o Grande Prêmio da Toscana, o qual comemorou a milésima corrida da scuderia Ferrari na Fórmula 1, mas a equipe da casa não teve muitos motivos para comemorar neste fim de semana. Novamente, um desempenho muito ruim da Ferrari, em uma corrida marcada por vários acidentes, duas bandeiras vermelhas e mais um domínio Mercedista.

GP da Toscana

Nos treinos livres, Hamilton e Bottas estiveram sempre à frente do pelotão, seguidos pelas Red Bulls, Renaults e Racing Points, em que os carros da McLaren tiveram dificuldades desde a sexta-feira, após um excelente desempenho na semana passada em Monza. Na classificação, Hamilton garantiu a 95ª pole, seguido por Bottas e Verstappen, que voltou a figurar entre os primeiros após apagado desempenho no GP da Itália. O destaque foi para Alex Albon, que ficou em 4º e finalmente andou próximo a Max e para Charles Leclerc, que apesar do péssimo carro da Ferrari, conseguiu uma 5ª posição no grid de largada.

No domingo, as luzes se apagaram e o caos tomou conta da prova ainda na primeira volta. Bottas largou bem e passou para a primeira posição; Verstappen que já havia apresentado problemas em seu carro na volta de apresentação, estava muito lento e perdeu muitas posições. Na saída da primeira curva, Pierre Gasly foi fechado por Kimi Raikkonen e acabou gerando um grande acidente. Ao todo três carros acabaram se chocando e dois deles abandonando a prova, foram eles Gasly e Verstappen. Grosjean foi para fora da pista também, mas conseguiu retornar.

GP da Toscana
Verstappen após o acidente na primeira volta. | Foto: Grande Prêmio.

Um pouco mais à frente no pelotão, Carlos Sainz acabou rodando ao se tocar com Lance Stroll, e ficou parado no meio da pista, fazendo com que Vettel se chocasse com ele e quebrasse a asa dianteira, forçando uma parada nos boxes e a queda para a última posição. Após seis voltas de Safety Car, um acidente ainda pior na relargada. Uma confusão com os carros do pelotão do fundo e uma batida envolvendo quatro carros acabaram tirando todos da corrida, sendo eles Magnussen, Sainz, Giovinazzi e Latifi

 GP 1000 da Ferrari
O grande acidente na relargada. | Foto: Motorsport.

Pelo segundo fim de semana seguido, bandeira vermelha e a corrida foi paralizada. Antes da relargada, o carro de Esteban Ocon, da Renault, apresentou problemas e não pôde retornar à corrida. Ao todo, sete abandonos (não perca a conta). Na relargada parada, Hamilton passou Bottas e retomou a primeira posição, enquanto Charles Leclerc ocupava a 3ª posição. Algumas voltas depois, e o monegasco não conseguia se defender, e viu Lance Stroll, Daniel Ricciardo, Alex Albon e Lando Norris o ultrapassarem.

Na 43ª volta, Stroll buscava a 3ª colocação que estava com Daniel Ricciardo, até que alguma peça de seu carro quebrou e fez com que ele perdesse o controle e batesse com força na barreira de proteção. O canadense saiu ileso, porém o estrago foi grande e, mais uma vez, a corrida foi paralisada com bandeira vermelha.

Apenas doze carros restantes e uma nova relargada parada em Mugello. Destaque para Ricciardo, que de 3º pulou para segundo e o tão sonhado pódio se tornava real. Mas algumas voltas depois, viu Bottas ultrapassá-lo e Alex Albon, sempre tão criticado, tomou a terceira posição do australiano e não largou mais, enquanto as Ferraris, acabaram apenas em 9º e 10° correndo em casa.

Bandeira quadriculada e Hamilton conquistou a 95ª vitória da carreira, seguido por Bottas e Alex Albon, que conquistou o primeiro pódio de sua carreira. No Campeonato de Pilotos, nenhuma alteração entre os 3 primeiros e Hamilton segue abrindo vantagem para os demais, porém, Lando Norris é o novo 4º colocado, atrás de Verstappen. No Campeonato de Construtores, Mercedes lidera com 325 pontos, seguidos por RBR com 173 e McLaren com 106.

Hamilton
Os pilotos do pódio. | Foto: F1 Mania.

Mais um Grande Prêmio já passou nesta temporada da Fórmula 1, e a próxima parada é em Sochi, na Rússia, daqui duas semanas. A corrida de hoje ficará marcada como uma das mais caóticas e longas em 70 anos da categoria, e foram dois fins de semana com muita emoção em Monza e Mugello. Os amantes de velocidade já podem se preparar para uma nova corrida vibrante na Rússia, em uma temporada que pode não ser a mais equilibrada, mas que, sem dúvida, está sendo muito divertida!


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

______________________________
Por Filipe Saochuk – Fala! PUC

Tags mais acessadas