GP da Espanha: em aula de estratégia, Mercedes se sobressai de novo
Menu & Busca
GP da Espanha: em aula de estratégia, Mercedes se sobressai de novo

GP da Espanha: em aula de estratégia, Mercedes se sobressai de novo

Home > Notícias > Esporte > GP da Espanha: em aula de estratégia, Mercedes se sobressai de novo

Equipe alemã arriscou fazer o diferente, e foi recompensada com a grande vitória de Hamilton no GP da Espanha

GP da Espanha
Hamilton no GP da Espanha. | Foto: UOL.

No último domingo (9), foi disputado na cidade de Barcelona, o Grande Prêmio da Espanha, e Lewis Hamilton levou a melhor novamente. Em uma estratégia arriscada da Mercedes, que acabou dando muito certo, o heptacampeão conseguiu garantir sua 3ª vitória na temporada e começou a abrir vantagem sob Max Verstappen no Campeonato de Pilotos.

Treinos Livres e Classificação no GP da Espanha

Nos tradicionais treinos livres de sexta-feira, a Mercedes já dava sinais de que toda aquela vantagem que a Red Bull tinha nas primeiras corridas já não existia mais. No TL1, Valtteri Bottas liderou, Verstappen foi o segundo e Hamilton o terceiro mais rápido. No TL2, Lewis Hamilton ficou em primeiro, com Bottas em segundo e Charles Leclerc em terceiro. Verstappen foi apenas o nono, e Sergio Perez o décimo.

No TL3, disputado no sábado, Verstappen respondeu com a melhor volta da sessão, e as Ferraris demonstraram estar muito bem, e terminaram em 3º e 4º, animando os Tiffosi para uma classificação promissora. 

No treino classificatório, o heptacampeão conseguiu fazer história novamente. Com a volta perfeita no Q3, Lewis Hamilton garantiu a centésima pole position de sua carreira, ao virar o tempo de 1:16: 741. Verstappen largaria em segundo e Bottas em terceiro. A Ferrari, que havia andado muito bem nos treinos, conseguiu um 4º lugar com Charles Leclerc e um 6º com Carlos Sainz. Esteban Ocon também foi um destaque, e colocou sua Alpine na 5ª posição do Grid de largada.

Hamilton
Hamilton com o prêmio pela 100ª pole de sua carreira. | Foto: GE.

A corrida em Montmeló

As luzes se apagaram e os pilotos estavam correndo no Grande Prêmio da Espanha. Com uma grande largada, Max Verstappen saiu melhor do que Lewis Hamilton e, na saída da segunda curva, realizou uma belíssima ultrapassagem em cima da Mercedes, e assumiu a liderança da prova. Outros dois pilotos que se destacaram na largada foram Charles Leclerc, da Ferrari, e Daniel Ricciardo, da McLaren.

largada do GP da Espanha
A largada do GP da Espanha. | Foto: F1.

O monegasco ultrapassou Valtteri Bottas por fora, na saída da terceira curva do circuito, e tomou a terceira colocação do finlandês. Já o australiano, que largou em 7º, passou por Esteban Ocon e Sergio Perez, pulando para o quinto lugar ainda na primeira volta da prova.

Na oitava volta, o primeiro e único Safety Car da corrida foi à pista, após Yuki Tsunoda ter um problema com sua AlphaTauri, que simplesmente apagou, o forçando a abandonar a prova. Porém, como de costume na corrida da Espanha, a relargada não movimentou a prova como os fãs esperavam, e todos os pilotos da parte da frente do Grid, mantiveram suas posições.

Na 25ª volta, Verstappen parou nos boxes para trocar os pneus, mas a Red Bull realizou uma incomum parada ruim para a equipe, e o holandês perdeu alguns segundos. Quatro voltas depois, Hamilton parou e não teve nenhum problema durante seu pit stop, mas, mesmo assim, voltou para a pista atrás do carro de número 33.

Na 43ª volta, Hamilton se aproximava de Verstappen, porém, foi aí que os estrategistas da Mercedes entraram em ação, e ajudaram o inglês a sair com a vitória. O carro 44 foi chamado para os boxes e colocou novos jogos de pneus médios, enquanto Max seguiu na pista com os médios gastos. Repetindo a estratégia do Grande Prêmio da Hungria de 2019, Hamilton iniciou uma caçada a Bottas e Verstappen.

Nove voltas depois, Lewis chegou em Valtteri, que recebeu ordem da equipe para dar passagem. Após assumir a vice-liderança, Hamilton começava a buscar Verstappen, e precisaria tirar dez segundos de diferença em 14 voltas. Em seis voltas, o inglês já estava a menos de um segundo de diferença e, com os pneus em melhor estado, era questão de tempo para assumir o primeiro lugar.

GP da Espanha
A ultrapassagem de Hamilton. | Foto: F1.

E assim aconteceu. A estratégia ousada da Mercedes se pagou na pista, e Lewis Hamilton foi novamente o primeiro a ver a bandeira quadriculada. Verstappen terminou em segundo e Bottas fechou o pódio em terceiro. Leclerc foi o 4º, Perez o 5º, Ricciardo o 6º, Sainz o 7º, Norris o 8º, Ocon o 9º e Gasly o 10°. 

No Campeonato de Pilotos, Hamilton lidera, com 94 pontos;, Verstappen é o segundo, com 80; e Bottas agora é o terceiro, com 47 pontos. Já nos Construtores, a Mercedes segue disparando e é a primeira, com 141 pontos; a Red Bull é a segunda colocada, com 112; e a McLaren fecha o TOP 3, com 65 pontos.

Em duas semanas, a Fórmula 1 estará de volta para um dos templos da categoria, no Grande Prêmio de Mônaco. Será que a Mercedes seguirá dominando ou a Red Bull responderá no mais charmoso dos circuitos da categoria? Assim, em duas semanas, as respostas serão dadas nas ruas do principado, em mais uma etapa da temporada de 2021 da Fórmula 1.


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

_________________________________
Por Filipe Saochuk – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas