Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
50 dias de governo Bolsonaro: o que aconteceu até agora?

50 dias de governo Bolsonaro: o que aconteceu até agora?

1- Aumento do salário mínimo

Logo no seu primeiro dia de governo, Jair Bolsonaro assinou um decreto que aumentou o salário mínimo em R$44,00. O valor anterior era de R$954,00, agora passando a valer R$998,00.

Foto: Sérgio Moraes

2- Ministério da agricultura se torna responsável pela reforma agrária e terras indígenas

Outra decisão tomada no dia 1° de Janeiro foi a de responsabilizar o Ministério da Agricultura pela realização reforma agrária e demarcação de terras indígenas e regularização das terras quilombolas remanescentes, o que era função da Funai (Fundação Nacional do Índio) anteriormente.

3- STF nega pedido de defesa do filho de Bolsonaro

Após acusação por movimentação suspeita na conta do ex- assessor de Flávio Bolsonaro (PSL), senador e filho do presidente, pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) que suspendesse as investigações contra ele em virtude do foro privilegiado. Entretanto, o pedido foi negado.

Foto: reprodução

4- Bolsa de Valores bate recorde histórico

No primeiro pregão, no segundo dia de governo Bolsonaro, o Ibovespa fechou o dia com máxima histórica

5- Flexibilização do Estatuto do Desarmamento

No dia 15 de Janeiro, Bolsonaro assinou um decreto facilitando a posse de arma de fogo. Basicamente, é permitido manter uma arma em casa ou no local de trabalho, desde que o dono da arma seja responsável legal do estabelecimento. O porte de arma, ou seja, o direito de transitar com a mesma, não foi autorizado neste decreto.

Bolsonaro durante assinatura do decreto que flexibiliza posse de armas — Foto: Reprodução/NBR

6- Brumadinho

Depois do desastre da lama em Brumadinho, Bolsonaro sobrevoou a região afetada no dia 26 de Janeiro e liberou R$ 800 milhões para o estado de Minas Gerais . Além disso, acordo com Israel tornou possível a oferta de tecnologia israelense para a busca de corpos na área do acidente.

7- Proibição de barragens

Nesta segunda, o governo determinou que todas as barragens do tipo “alteamento a montante”, como a de Brumadinho, tem até 2020 para serem eliminadas.

8- Demissão de Bebianno

Ainda nesta segunda, o ministro da Secretaria Geral, Gustavo Bebianno (PSL) foi demitido. Além de ter se envolvido em uma crise com o vereador Carlos Bolsonaro (PSC – Rio), filho do presidente, Bebianno foi acusado pelo repasse de R$400 mil do PSL a uma candidata a deputada federal de Pernambuco quando ele presidia o partido.

Foto: Reprodução / Diário Oficial da União

9- Lei anticrime

Hoje, dia 19 de Fevereiro, Bolsonaro assinou o pacote anticrime do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. A finalidade da proposta é aumentar o combate a crimes violentos, como homicídios, latrocínio e corrupção. Para tanto, conta com a alteração de 14 leis, incluindo o Código Penal, o Código de Processo Penal, a Lei de Execução Penal, a Lei de Crimes Hediondos, o Código Eleitoral, entre outros.

Imagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo


3 Comentários

  1. Raul Augusto
    3 meses ago

    Para mim não aconteceu nada pela conversa do Sr. Presidente, ainda falta muita coisa principalmente o desemprego que mais preocupa o pais, ou daqui alguns dias vai aumentar o numero de roubo e devedor no brasil. Ver se vc coloquem a proposta do PRESIDENTE em dia, ou será mais uma vergonha.

  2. Soraia Guedes
    3 meses ago

    kkkk não mencionam todos os contratos que foram freados para averiguação, todos os cabides de emprego que exoneraram, enfim ninguém divulga nada, a midia se esquecem das redes sociais rsrs

  3. CRISTIANE
    3 meses ago

    SORAIA VC É INOCENTE. FORAM REALMENTE EXONERADOS CARGOS DE CONFIANÇA MAS VOCÊ ACHA QUE FICARAM VAGOS OU NOMEARAM SEUS AFILHADOS???? ACORDE AMIGA, VOCÊ FALA DE BRASIL.