50 dias de governo Bolsonaro: o que aconteceu até agora?
Menu & Busca
50 dias de governo Bolsonaro: o que aconteceu até agora?

50 dias de governo Bolsonaro: o que aconteceu até agora?

home > Notícias > 50 dias de governo Bolsonaro: o que aconteceu até agora?

1- Aumento do salário mínimo

Logo no seu primeiro dia de governo, Jair Bolsonaro assinou um decreto que aumentou o salário mínimo em R$44,00. O valor anterior era de R$954,00, agora passando a valer R$998,00.

Foto: Sérgio Moraes

2- Ministério da agricultura se torna responsável pela reforma agrária e terras indígenas

Outra decisão tomada no dia 1° de Janeiro foi a de responsabilizar o Ministério da Agricultura pela realização reforma agrária e demarcação de terras indígenas e regularização das terras quilombolas remanescentes, o que era função da Funai (Fundação Nacional do Índio) anteriormente.

3- STF nega pedido de defesa do filho de Bolsonaro

Após acusação por movimentação suspeita na conta do ex- assessor de Flávio Bolsonaro (PSL), senador e filho do presidente, pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) que suspendesse as investigações contra ele em virtude do foro privilegiado. Entretanto, o pedido foi negado.

Foto: reprodução

4- Bolsa de Valores bate recorde histórico

No primeiro pregão, no segundo dia de governo Bolsonaro, o Ibovespa fechou o dia com máxima histórica

5- Flexibilização do Estatuto do Desarmamento

No dia 15 de Janeiro, Bolsonaro assinou um decreto facilitando a posse de arma de fogo. Basicamente, é permitido manter uma arma em casa ou no local de trabalho, desde que o dono da arma seja responsável legal do estabelecimento. O porte de arma, ou seja, o direito de transitar com a mesma, não foi autorizado neste decreto.

Bolsonaro durante assinatura do decreto que flexibiliza posse de armas — Foto: Reprodução/NBR

6- Brumadinho

Depois do desastre da lama em Brumadinho, Bolsonaro sobrevoou a região afetada no dia 26 de Janeiro e liberou R$ 800 milhões para o estado de Minas Gerais . Além disso, acordo com Israel tornou possível a oferta de tecnologia israelense para a busca de corpos na área do acidente.

7- Proibição de barragens

Nesta segunda, o governo determinou que todas as barragens do tipo “alteamento a montante”, como a de Brumadinho, tem até 2020 para serem eliminadas.

8- Demissão de Bebianno

Ainda nesta segunda, o ministro da Secretaria Geral, Gustavo Bebianno (PSL) foi demitido. Além de ter se envolvido em uma crise com o vereador Carlos Bolsonaro (PSC – Rio), filho do presidente, Bebianno foi acusado pelo repasse de R$400 mil do PSL a uma candidata a deputada federal de Pernambuco quando ele presidia o partido.

Foto: Reprodução / Diário Oficial da União

9- Lei anticrime

Hoje, dia 19 de Fevereiro, Bolsonaro assinou o pacote anticrime do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. A finalidade da proposta é aumentar o combate a crimes violentos, como homicídios, latrocínio e corrupção. Para tanto, conta com a alteração de 14 leis, incluindo o Código Penal, o Código de Processo Penal, a Lei de Execução Penal, a Lei de Crimes Hediondos, o Código Eleitoral, entre outros.

Imagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo


3 Comentários

  1. Raul Augusto
    1 ano ago

    Para mim não aconteceu nada pela conversa do Sr. Presidente, ainda falta muita coisa principalmente o desemprego que mais preocupa o pais, ou daqui alguns dias vai aumentar o numero de roubo e devedor no brasil. Ver se vc coloquem a proposta do PRESIDENTE em dia, ou será mais uma vergonha.

  2. Soraia Guedes
    12 meses ago

    kkkk não mencionam todos os contratos que foram freados para averiguação, todos os cabides de emprego que exoneraram, enfim ninguém divulga nada, a midia se esquecem das redes sociais rsrs

  3. CRISTIANE
    12 meses ago

    SORAIA VC É INOCENTE. FORAM REALMENTE EXONERADOS CARGOS DE CONFIANÇA MAS VOCÊ ACHA QUE FICARAM VAGOS OU NOMEARAM SEUS AFILHADOS???? ACORDE AMIGA, VOCÊ FALA DE BRASIL.

Tags mais acessadas