Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Game of Thrones: o que Brienne escreve a respeito de Jaime

Game of Thrones: o que Brienne escreve a respeito de Jaime

Aqui temos o que Brienne escreveu a respeito de Jaime no final de Game of Thrones. Tinha muito o que ser resolvido no final do show, mas a parte mais emocionante provavelmente foi a nova cavaleira honrando seu amado caído. O Livro dos Irmãos é um registro se toda a Guarda Real, com uma lista de todos os feitos heróicos e lendários. Na 4ª temporada de Game of Thrones, o rei e o guardião do livro zombam sobre como a vida de Jaime é pautada no assassinato de um rei. Mas ao final da série, ele tinha algumas linhas adicionadas que tomam o reinado de Tommen:

Escudeiro de Barristan Selmy contra os bandidos de Kingswood.

Recebeu o título de cavaleiro e foi nomeado a Guarda Real no seu 16º ano de idade pelo valor no campo. No saqueamento do Porto Real, assassionou seu rei, Aerys, aos pés do Trono de Ferro:

Perdoado pelo Rei Robert Baratheon:

Desde então, ficou conhecido como assassino do Rei:

Depois do assassinato do Rei Joeffrey I por Tyrion Lannister, serviu Rei Tommen I:

Entretanto, no final de GOT, Brienne corrige isso, honrando o clamor de Jaime de que “ainda há tempo” para atingir alguns triunfos de verdade. Ela escreve tudo que ele fez ao longo da série, colocando-o como herói, e não mais definido por uma ação feita há décadas.

Capturado no campo em Whispering Wood:

Libertado por Lady Catelyn Stark em troca de um juramento que encontraria [e protegeria] suas duas filhas:

Perdeu sua mão.

Fugiu dos rebeldes Tully pelo Riverrun sem perder a vida.

Atraiu os Imaculados para dominar Casterly Rock, sacrificando seu lar de infância em troca de uma estratégia maior.

Recondicionou as forças Targaryen para capturar Highgarden. Lutou na Batalha de Goldroad bravamente, escapando por pouco da morte pelo fogo do dragão.

Se comprometeu com as forças dos homens e foi sozinho para Winterfell se unir a eles.

Encarou o Exército dos Mortos e defendeu o castelo com chances impossíveis até a morte do Rei da Noite. Escapou do aprisionamento e foi ao sul para tentar salvar a capital da destruição.

Morreu defendendo sua Rainha.

Na 1ª temporada de Game of Thrones, Jaime foi capturado por Robb Stark durante a rebelião do norte antes de ser liberto por Catelyn para encontrar e proteger Sansa e Arya. Ele perdeu a mão na 3ª temporada. Os outros eventos são mais recentes: pegar Riverrun com apenas ameaças e sem ações foi na 6ª temporada, enganar os Imaculados e Targaryens foi na 7ª e encarar os Night Walkers e morrer com Cersei foi na temporada final. Enquanto essas ações são moralmente complexas, elas traçam a redenção de Jaime – até proteger Cersei é um ato de amor sincero.

O que é notavelmente esquecido é a menção de Brienne, uma das personagens mais importantes na vida de Jaime. Ela o escoltou até o Porto Real, cuidou dele quando perdeu a mão, levou o juramento adiante ajudando as meninas Stark e eventualmente teve uma noite de paixão com ele em Winterfell. Sem mencionar que ela sempre foi abnegada e generosa ao não se impor na história de Jaime, mas a linha final é uma trágica admissão de que ele realmente morreu amando Cersei.

Essa versão distorcida dos eventos passados é refletida em Uma Canção de Gelo e Fogo, que aparentemente menciona uma interferência de Tyrion Lannister. Parece que o final de Game of Thrones mostra como coisas pessoais e pequenas podem ser perdidas pelo tempo, e como isso não é necessariamente ruim. De fato, tanto Brienne quanto Tyrion são membros do novo e pequeno conselho de Rei Bran, e serão parte de novas lendas.

0 Comentários

Tags mais acessadas