Gambino - This is America
Menu & Busca
Gambino – This is America

Gambino – This is America

Home > Entretenimento > Cultura > Gambino – This is America

Por Heloise Pires – Fala!FIAM FAAM

O canto antirracista que ecoou na última semana foi cantado pelo ator, roteirista, humorista, músico e rapper, Donald Glover, mais conhecido como Childish Gambino.

“This is America” foi lançado na última segunda feira (05/05) e já possui mais de 110 milhões de views nas redes sociais. A produção causou todo esse alvoroço não somente pelo fato da música e do clipe serem de extrema qualidade, mas porque também trazem em si um tema extremamente delicado e polêmico que seria a crítica a violência contra a população negra.

 

O videoclipe, que é muito bem montado, possui varias referências – como a calça que o cantor usa durante toda a gravação é o mesmo modelo usado pelos membros da Confederação, um grupo contra a abolição da escravatura nos EUA. No clipe o cantor relembra o caso do atirador da igreja de Charleston, onde um menino branco, de 22 anos, atirou e matou 9 pessoas em uma igreja na Carolina do Sul. No mesmo vídeo também aparecem referencias ao blues, que é a base de toda a música americana, além de críticas ao tratamento que os americanos dão as suas armas e ao porte delas. o clipe também faz alusão ao modo que a mídia nos distrai enquanto todos os absurdos possíveis acontecem por aí.

[read more=”Leia Mais” less=””]

Mas o enfoque real da produção audiovisual diante da calmaria ao caos que ela passa é que, mesmo após a abolição, mesmo em pleno século 21, o negro continua sendo perseguido e ninguém faz nada em relação a isso. O afro descendente continua sofrendo violência por todos os lados e em todos os lugares e nenhuma atitude é tomada, e isso não é um fato recorrente só nos Estados Unidos, mas também no Brasil.

Mesmo que de maneira velada, os massacres, as exclusões, as maneiras de como se fala e se trata o negro e os assassinatos são algo muito parecido ao que ocorre nos países norte-americanos.

E é por isso que essa produção que une ironia e tensão. Mesmo já tendo virado o clipe do ano, tem que ser visto mais de mil vezes, estudado e aclamado, não só devido ao talento que Donald mostrou que tem de sobra, mas por todas as denúncias que o clipe traz em si, pois trata-se de um registro incômodo, que combina ironia e violência explícita ao abordar temas ligados à tensão racial que ocorre no mundo.

[/read]

0 Comentários

Tags mais acessadas