Home / Colunas / Futebol Americano: Regras Básicas e Funcionamento do Jogo

Futebol Americano: Regras Básicas e Funcionamento do Jogo

Por Daniel Saltes- Patriots Brasil

 

O futebol americano, um esporte cuja fama é de muita violência, por conta do contato físico, marcado pela dificuldade de entendimento, pois a dinâmica do jogo é diferente dos esportes com que estamos acostumados. Somos o país do futebol, chamado nos EUA de Soccer, mas nosso intuito é tornar mais fácil assimilação das regras básicas desse esporte fascinante, que vem conquistando o respeito e admiração dos brasileiros nos últimos anos.

Para começar a entender esse jogo, primeiro precisamos saber onde ele é jogado.

O campo de jogo:

Como podem ver na imagem acima, vemos marcações de 10 jardas (9,14 metros) no campo de futebol americano, totalizando 100 jardas de comprimento (91,44 metros), contando de uma end zone à outra – end zones são as extremidades do campo, com cada uma medindo 10 jardas. É nesta parte do campo que, caso o time em ataque chegue, é marcado o touchdown.

São 53 jardas de largura, a título de curiosidade. Observe que o campo é bem sinalizado a cada 5 jardas com uma linha horizontal branca de um lado a outro, e a cada 10 jardas a sinalização inclui a linha horizontal e o número indicando as jardas. Entre elas – entre a linha de 10 jardas e a de 15, por exemplo – você pode ver tracinhos brancos curtos que são chamados de “hash marks” e o espaço entre eles indica uma jarda.

Duração da partida:

Um jogo de futebol americano possui quatro quartos, cada um com duração de 15 minutos, totalizando uma hora. Entre o segundo e o terceiro quarto se dá o intervalo do jogo que dura 12 minutos. Em caso de empate, haverá prorrogação com a duração de 10 minutos, caso persista o empate nesse tempo adicional esse será o placar final, em jogos de playoffs a prorrogação continuará até houver um vencedor.

Cada time possui três pedidos de tempo no primeiro tempo (primeiro e segundo quartos) e mais três no segundo tempo (terceiro e quarto quartos), eles servem não apenas para orientar os jogadores e pensar melhor uma jogada chave, mas especialmente para parar o relógio quando a equipe está correndo contra o tempo para pontuar. Além dos pedidos de tempo, faltando dois minutos para o fim do segundo quarto – antes do intervalo de jogo – e também no último quarto, há o two minute warning, tempo dado à TV fazer o seu comercial e que, obviamente, também para o cronômetro.

Outras formas de pausar o tempo de jogo é: por meio de um passe incompleto (jogador não recebe/agarra a bola e ela bate no chão); quando um jogador recebe a bola mas sai do campo antes de sofrer o tackle (ser derrubado); com a marcação de uma falta, dentre outros. Fato é que nunca um jogo de futebol americano irá durar apenas 60 minutos, pois as pausas fazem parte do jogo e da estratégia envolvida para vencer uma partida.

Cada equipe tem até 40 segundos para colocar a bola em jogo e esse tempo serve justamente para que possam armar a próxima jogada. Pois o jogo é uma batalha constante, onde ataques querem conquistar o campo para assim avançar e pontuar, já do outro lado da bola a defesa reage aos movimentos do ataque e tenta evitar este avanço. Cada movimento é pensado, nada é feito em vão. É uma batalha de estratégias!

Início da partida (KickOff):

O kickoff dá início ao jogo de futebol americano. Nele, o kicker (chutador) chuta a bola oval posicionada no chão sobre a linha de 35 jardas em direção à extremidade do campo do adversário. O retornador da equipe que recebe o chute segura a bola e avança correndo, tentando chegar até a melhor posição de campo possível – ou seja, corre o mais para frente que conseguir – antes de ser derrubado. Seu time começará a atacar do ponto que o retornador for derrubado (sofrer o tackle). Caso o chute do kickoff caia na end zone, o retornador pode resolver não retornar com a bola e apenas ajoelhar por lá, assim seu time começará a atacar automaticamente na linha de 25 jardas de seu campo de defesa.

Funcionamento do Futebol Americano:

É primordial para o entendimento do futebol americano ter em mente que este esporte é um jogo de conquista de território, com o objetivo maior de chegar até o fim do campo adversário (end zone). O time que está no ataque tem um pacote de quatro tentativas (“downs” ou descidas) para conquistar 10 jardas. Essa é a regra base do futebol americano. Quando, em até quatro tentativas, a equipe que ataca conquista pelo menos as 10 jardas necessárias, chama-se isso de “first down” e ela ganha mais quatro tentativas para conquistar, no mínimo, mais 10 jardas. E assim vai caminhando pelo campo e conquistando o território adversário rumo a end zone, numa situação ideal onde a defesa não consegue impedir o avanço.

O primeiro down (tentativa) é também chamado de primeira descida nas transmissões da TV. Então, quando o time está na sua primeira tentativa para conquistar pelo menos 10 jardas, diz-se que é a primeira descida para dez. Caso nessa primeira tentativa, a equipe conquiste duas jardas, por exemplo, irá para a segunda tentativa para conquistar, no mínimo, as oito que faltam para completar dez e assim ganhar um novo pacote de tentativas (downs). Será, então, a segunda descida para oito. Ou segunda tentativa (down) para conquistar as oito jardas necessárias.

Acompanhando pela TV uma partida de futebol americano, o placar sempre sinaliza em qual tentativa (down ou descida) o time está e quantas jardas faltam para que ele consiga o objetivo de pelo menos 10 jardas com suas quatro tentativas e assim conquiste o first down (explicado no primeiro parágrafo desse tópico). Dessa forma, o placar da TV sinaliza 1st & 10, como a imagem acima sinaliza – isso significa primeira descida para 10 jardas. É a primeira tentativa das quatro a que tem direito para conseguir pelo menos 10 jardas. Se há a indicação 3rd & 3, isso nos diz que a equipe que está atacando vai para sua terceira descida (tentativa) e precisa ganhar, no mínimo, três jardas. Caso consiga as três jardas que necessita, conquistou o first down, ou seja, ganhou mais quatro descidas (tentativas) para garantir pelo menos mais 10 jardas. Como dissemos no início, essa é a regra mais básica do jogo e que dá o tom do mesmo. Observe que na transmissão retratada na imagem, existe uma linha amarela que facilita ainda mais para quem está começando a acompanhar agora. Essa linha amarela é exatamente a marca que o time precisa chegar para garantir o first down.

Outros exemplos de sinalização no placar:

2nd & 2 – Será a segunda tentativa e o time precisa de pelo menos duas jardas.

4th & 1 – Será a quarta tentativa e o time precisa de pelo menos uma jarda.

Normalmente, os times utilizam apenas três das quatro tentativas, caso nelas não consigam chegar na end zone. A quarta é utilizada ou para o punt – onde a equipe chuta a bola no estilo tiro de meta de um goleiro para que o adversário inicie sua série de ataque no outro extremo do campo, o mais longe possível da end zone do time que chutou o punt – ou para o Field Goal, onde o chutador do time que ataca vai tentar colocar a bola entre as traves, o “Y” no fim da end zone. O que determina se o time vai para o punt ou para o Field Goal é a sua posição de campo naquele momento, já que para chutar o Field Goal normalmente é preciso estar da linha de 35 jardas do campo de ataque para frente – antes disso normalmente devolvem a bola com o punt.

Imagine a situação do quadro acima, onde o “time A”, que está atacando, se posiciona na linha de 10 jardas de seu campo de defesa, com 90 jardas a percorrer para chegar ao touchdown. Caso ele arrisque a quarta tentativa e não atinja a marca necessária para o first down (conquista de pelo menos 10 jardas em até quatro tentativas para que siga atacando com novas quatro tentativas para mais 10 jardas), o adversário começará sua série de ataque do ponto onde o “Time A” parou, ou seja, já vai estar à beira da end zone para anotar um touchdown. Arriscar a quarta descida é, portanto, uma chamada perigosa que comumente é feita por times desesperados e que não têm uma alternativa diferente senão ir para o tudo ou nada.

Mudança na posse de bola:

A posse de bola é importante e a proteção dessa posse mais ainda. E como ela pode mudar de mãos? Por meio de uma pontuação – o time pontuador devolverá a bola ao oponente por intermédio de um kickoff -; com o intervalo – o time que chutou o kickoff para iniciar o jogo, receberá o kickoff após o intervalo –; após tentativa de Field Goal mal sucedida; punt; perda em downs (tentativas) – quando o “Time A” arrisca as quatro tentativas e não conquista as 10 jardas, o oponente iniciará seu ataque do ponto cujo foi iniciada a última jogada fracassada do “Time A”-;  a da forma mais legal de todas, aquela que muda o rumo de uma partida com frequência: turnover. O turnover é quando a defesa consegue recuperar a posse de bola e colocar seu time de ataque no campo, seja ele por meio de um fumble (quando há a posse do time de ataque, a bola cai no chão, na maioria das vezes por causa de uma ação da defesa) ou uma interceptação (quando a “recepção” é feita por um jogador da defesa).

Pontuação:

O objetivo do jogo é marcar pontos e existem 4 maneiras para isso acontecer. Por ser um assunto complexo, iremos explica-los em um post separado, sendo esse apenas informativo para entender a sua pontuação.

  • Touchdown (TD)- Vale 6 pontos
  • Ponto extra – Vale 1 ponto ou Conversão de 2 pontos – Vale 2 pontos
  • Chute de campo (Field Goal) – Vale 3 pontos
  • Safety – Vale 2 pontos

 

Conclusão:

Esta explicação básica serve como referência a todo aquele que está começando a entender este esporte. Leia quantas vezes achar necessário, mas a melhor forma de entendê-lo é assistindo, tendo em mente o conteúdo mostrado nas matérias. Procure ver os jogos da temporada, cujo início sempre é dado em setembro, e quando menos você esperar entrará para o hall de milhões de fãs cujo hobby nessa época do ano é assistir, admirar e torcer vendo esse esporte cativante, que cresce a cada ano no Brasil. Vale a pena investir seu tempo e no final, quem sabe, você se tornara um apaixonado pelo futebol americano e verá que não é apenas um “bate cabeça”.

Confira também

Toy Story 4: Pixar libera o primeiro trailer do filme

Por Henri A saga de animação Toy Story é um dos mais adorados pelos amantes da ...

3 Coment.

  1. Bela aula!

    Agora sim, estou entendendo este esporte.

    Parabéns pela matéria!!!

  2. Muito boa a explicação sobre futebol americano parabéns.

  3. Realmente sempre achei muito complexo e por não entender nada, sempre tive na cabeça que era um “bate cabeça”.

    Vou seguir sua orientação.

    Com certeza será um novo passa tempo e o melhor vai expandir a minha mente, pois assimilar todos os termos e acompanhá-los durante todo o jogo vai ser um desafio.

    Obrigado pela dica é parabéns pela matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *