Fórmula 1: Estaria Hamilton encaminhando o sétimo título?
Menu & Busca
Fórmula 1: Estaria Hamilton encaminhando o sétimo título?

Fórmula 1: Estaria Hamilton encaminhando o sétimo título?

Home > Notícias > Esporte > Fórmula 1: Estaria Hamilton encaminhando o sétimo título?

A volta da Fórmula 1 foi marcada pelos novos protocolos de prevenção ao Covid-19 e, sem dúvidas, o maior diferencial para essa temporada será o número de corridas reduzido em comparação aos campeonatos anteriores. Até então, compõe o calendário da FIA, 13 grandes prêmios, todos localizados no continente europeu.

Nesse domingo (2), foi realizado o quarto GP da temporada 2020, em Silverstone, a corrida foi marcada pela terceira vitória de Lewis Hamilton. O piloto da Mercedes, que correu em casa, segue na ponta da tabela com 88 pontos, sendo seguido por seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, com 58 pontos, e pelo piloto da Red Bull Racing, Max Verstappen, com 52.

PilotoEquipePontosVitórias
Lewis HamiltonMercedes 883
Valtteri Bottas Mercedes581
Max VerstappenRed Bull520
Lando NorrisMcLaren360
Placar do quarto GP da temporada 2020.

Fórmula 1: corrida de domingo (2)

O circuito da Inglaterra foi conquistado pelo dono da casa, Hamilton assumiu a ponta e, assim, seguiu até a bandeirada final. O piloto que foi pole positions não encontrou dificuldades nas 51 voltas, até que quase um furo no pneu, tirou a vitória do britânico.

Max Verstappen, que estava a 34 segundos do líder, ainda chegou perto, mas o final de semana estava destinado a ser do inglês, e, assim, ele fica a quatro vitórias de se igualar a Schumacher.

O final do domingo só não foi de alívio para a Mercedes, pois Valtteri Bottas, que largou em segundo, não teve a mesma sorte que o companheiro de equipe e ficou sem pontuar, já que terminou a corrida em 11º, após ter um de seus pinéis furados.

Hamilton vence Fórmula 1
Hamilton vence com pneu furado. | Foto: Reprodução.

No circuito desse domingo (2), o pódio foi composto por Max Verstappen (RBR) e Charles Lecrec (Ferrari), seguidos por Ricciardo (Renault) e Norris (McLaren). Não há dúvidas de que a Mercedes é a grande favorita em mais uma temporada, mas o que não pode deixar de ser notado é o crescimento da Red Bull Racing, que se fixou como a segunda equipe de construtores, ofuscando a Ferrari, 16 vezes campeã mundial.

Enfraquecimento da Ferrari

Muito se questiona o porquê de a equipe italiana ter se enfraquecido de uma noite para outra, principalmente por ter ocorrido justamente após a reunião com a Federação, que investigava uma possível irregularidade no motor Ferrari, causando vantagens ilícitas para o regulamento.

Apesar de a equipe de Maranello já ter dito que abriu mão de 2020, muito entristece os fãs do automobilismo em ver a equipe em decadência, vendo o principal piloto e tetra campeão Sebastian Vettel, chegar em 13º na fila de corredores. 

ferrari
A Ferrari tem mostrado grande enfraquecimento nas corridas da Fórmula 1. | Foto: Reprodução.

Outros destaques da temporada

A pandemia do coronavírus fez o primeiro desfalque na lista de pilotos, Sérgio Pérez testou positivo e teve que ser afastado, forçando a Racing Point a substituir o mexicano por Nico Hulkenberg, que ironicamente não largou, pois o carro teve problemas de potência.

Quem também foi destaque na corrida foi Daniil Kyviat, da Alpha Tauri, que sofreu um feio acidente e teve que abandonar o trajeto, compondo a lista dos que não concluíram o GP britânico, junto a Kevin Magnussen, piloto da Hass, que saiu após ser tocado pelo tailandês Albon, da RBR.

_______________________________
Por Beattriz Melo – Fala! UFPE

Tags mais acessadas