Final da Liga dos Campeões da Ásia - confira uma prévia
Menu & Busca
Final da Liga dos Campeões da Ásia – confira uma prévia

Final da Liga dos Campeões da Ásia – confira uma prévia

Home > Notícias > Esporte > Final da Liga dos Campeões da Ásia – confira uma prévia

Enquanto a Liga dos Campeões da Europa chega às oitavas e a Libertadores já tem 3 dos seus 4 times classificados para a semifinal, outras grandes competições continentais vêm sendo disputadas pelo mundo todo.

Na América do Norte e Central, Tigres UANL, América do México, Los Angeles FC e o surpreendente Olímpia de Honduras se enfrentam amanhã (19), no Exploria Stadium, em Orlando, pelas semifinais, com a grande final marcada para a próxima terça-feira (22). No continente africano, o multicampeão Al Ahly, do Egito, conquistou seu 9º título no final do mês de novembro.

Liga dos Campeões da Ásia
Troféu dado ao grande campeão da Liga dos Campeões da Ásia. | Foto: AFCCL/ Twitter.

Liga dos Campeões da Ásia

Mas a próxima decisão continental vai acontecer na Ásia. Ulsan Hyundai, da Coreia do Sul, e Persepolis, do Irã, irão duelar em busca do topo amanhã (19). O jogo será realizado no Al Janoub Stadium, um dos 8 estádios da Copa do Mundo de 2022, no Catar, às 9 horas no horário de Brasília, e será arbitrado pelo catari Abdulrahman Al-Jassim.

Ulsan Hyundai

A final será a 2ª decisão do Ulsan Hyundai na história, tendo sido campeão em 2012, aplicando um 3×0 contra o Al-Ahli, da Arábia Saudita. Na liga sul-coreana, a equipe terminou na vice-colocação e já se garantiu na próxima Liga dos Campeões da Ásia. A campanha até a final foi excelente, avançando em 1º lugar na fase de grupos, com 5 vitórias e um empate em 6 partidas.

Nas oitavas, um sonoro 3×0 nos australianos do Melbourne Victory permitiu o time passar de fase e enfrentar o Beijing Guoan da China, onde também venceu por 2×0. Na semifinal, um confronto muito difícil contra o Vissel Kobe, do craque espanhol Andrés Iniesta, foi destaque. O gol da classificação só saiu no último minuto da prorrogação, graças a um pênalti convertido pelo brasileiro Junior Negrão, que deu a vitória para os sul-coreanos por 2×1.

O grande destaque da equipe é o próprio Júnior Negrão, que já marcou 33 gols na temporada, foi o artilheiro da liga da Coreia do Sul e eleito um dos melhores atacantes da competição. Ao lado do brasileiro, o norueguês Bjørn Johnsen, com passagens pelo futebol europeu por países como Espanha, Portugal, Bulgária e Holanda, também possui bom poder ofensivo, mas costuma vir do banco de reservas.

As jogadas são criadas em sua maioria pelo meia Yoon Bit-garam, enquanto a defesa é bem protegida pelos defensores sul-coreanos, Kim Tae-hwan e Kim Kee-hee, e pelo holandês Dave Bulthuis. O treinador Kim Do-hoon vem com força máxima para a decisão e a provável escalação será: Jo Hyeon-woo; Kim Tae-hwan, Kim Kee-hee, Dave Bulthuis e Park Joo-ho; Won Du-jae, Yoon Bit-garam e Sin Jin-ho; Kim In-sung, Lee Chung-yong e Júnior Negrão.

Liga dos Campeões
Escalação titular do Ulsan Hyundai na temporada. | Foto: Reprodução.

Persepolis

Do outro lado, o Persepolis também irá para a sua segunda final continental na história, mas sem nenhum título na bagagem, já que foi derrotado pelo Kashima Antlers em 2018, por 2×0. O clube é o maior campeão do país, com 13 conquistas ao todo, incluindo a da última temporada, que terminou em agosto.

A trajetória até a decisão começou na fase de grupos, onde os iranianos terminaram em 1º e se classificaram para enfrentar o Al-Sadd nas oitavas de final. Após vencer os cataris por 1×0, o Persepolis eliminou o Pakhtakor do Uzbequistão por 2×0 e avançou para a semifinal contra o Al-Nassr. Depois de um empate no tempo normal em 1×1, a partida foi para os pênaltis e o goleiro HamedLak defendeu a cobrança do brasileiro Maicon, colocando assim sua equipe na grande final.

O grande nome da equipe ao longo da competição estava sendo o atacante Issa Alekasir, que inclusive marcou os 2 gols na vitória contra o Pakhtakor nas quartas de final. Porém, a Federação Asiática de Futebol suspendeu o atleta pelo período de 6 meses, por conta de uma comemoração em um dos gols, onde o jogador fez o gesto de “olho puxado” em referência à etnia do time adversário, atitude considerada discriminatória.

Em seu lugar, Mehdi Abdi entrou muito bem, inclusive marcando o gol de empate na semifinal contra o Al-Nassr. Os pontas Bashar Resan e Ehsan Pahlavan também são fundamentais na criação de jogadas da equipe, assim como o meia Vahid Amiri, que teve uma recente passagem sem sucesso no Trabzonspor, da Turquia.

Na defesa, o grande destaque vinha sendo o zagueiro Shoja Khalilzadeh, mas o mesmo foi negociado com o Al-Rayyan, do Catar, no final do mês de outubro. O seu substituto será o veterano Jalal Hosseini, que possui mais de 160 jogos com a camisa do Persepolis.

Apesar de tudo, o técnico Yahya Golmohammadi chega confiante para essa final e tentará, pela primeira vez, colocar o maior time do Irã no topo da Ásia. A provável escalação será: Hamed Lak; Nemati, Kanaani, Hosseini e Aghaei; Nourollahi, Kamyabinia e Amiri; Resan, Pahlavan e Abdi.

futebol
Escalação titular do Persepolis na temporada. | Foto: Reprodução.

Destaques da Liga

A Coreia do Sul é o país com maior quantidade de títulos da Liga dos Campeões da Ásia, com 17 conquistas, sendo a última vencida em 2016. Já o Irã, possui apenas 3 títulos na história e vive um jejum desde 1993, quando o PAS Tehran levou a taça.

A tarefa dos iranianos é bem complicada, pois, além dos desfalques, irão enfrentar um Ulsan Hyundai em alta e com o artilheiro Júnior Negrão inspirado. Mas, em uma decisão em jogo único, tudo pode acontecer e diversas reviravoltas, que são tão aguardadas pelos fãs de futebol, surgirão a todo instante.

A partida não terá transmissão para o Brasil e o grande vencedor, além do troféu, garantirá sua vaga no Mundial de Clubes de 2020, que acontecerá em fevereiro do ano que vem por conta da pandemia da Covid-19. E aí? Quem será o campeão do maior torneio de clubes da Ásia?


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

________________________
Por Victor Fardin – Fala! PUC

Tags mais acessadas