Menu & Busca
THE BEST FIFA 2018: O reinado de Marta e a quebra da hegemonia

THE BEST FIFA 2018: O reinado de Marta e a quebra da hegemonia


Por Beatriz Cruz – Fala! Mack

 

O prêmio THE BEST FIFA, que aconteceu no dia 24 de setembro, premiou os melhores jogadores do mundo na temporada 2017-2018. Na cerimônia, que aconteceu em Londres, a constelação de craques não deixou a noite escurecer. Em uma noite cheia de simbolismos, teve a quebra de uma hegemonia, uma rainha voltando ao seu trono, o não comparecimento de duas de suas principais estrelas do futebol atual e uma seleção da temporada sem alguns nomes importantes.

O maior prêmio da noite, de melhor jogador do mundo, foi disputado primeiramente entre 10 jogadores. Os três finalistas foram revelados no começo de setembro. Mesmo antes da entrega, já víamos que seria diferente. Lionel Messi, pela primeira vez em 12 anos, não foi um dos finalistas. Cristiano Ronaldo tinha a chance de entrar na história e ganhar seu sexto prêmio. Porém, antes disso, tinha que ganhar a votação de Luka Modric, ex- companheiro de time, e Mohamed Salah.

Comparando as temporadas dos três, as de Cristiano e Modric foram melhores, apesar dos belos números do egípcio na Premier League e da boa campanha do Liverpool na Champions. Os Reds, porém, não conquistaram nenhum título na temporada passada, já o Real Madrid conquistou a 13º Champions, justamente contra o Liverpool. Então, o provável fator de desempate foi a Copa do Mundo. A Croácia, com o time dado como limitado, chegou na primeira final de sua história. O CR7, apesar de ter feito um bom Mundial, deixou a competição nas oitavas de final. Já Salah não conseguiu nem passar da fase de grupos com a seleção egípcia.

Foto: Frank Augstein/ Estadão Conteúdo

Então, a hegemonia foi quebrada. Finalmente, alguém tirou o prêmio de melhor do mundo de Cristiano e Messi. O fato de nenhum dos dois estarem presentes repercutiu muito mal para ambos, mesmo com as desculpas dos jogadores.  Soou como se os dois só tivessem ali quando fossem nos dias de glória. Se fosse somente para aplaudir os outros, não aparecem. Não é nenhum problema com os jogadores ganhadores em si, só parece que o ego dos dois falou mais alto. Os jogadores que são vistos como exemplos para muitos, tem muita influência em várias crianças ao redor do mundo, deram um mal exemplo. Ver uma pessoa diferente recebendo o prêmio, depois de 12 anos com os mesmos dois jogadores ganhando: ou o argentino ou o português. A vitória do croata é muito merecida, pois foi uma peça indispensável e fundamental no Real Madrid e na seleção. Também mostra que, apesar de fazerem temporadas boas, Messi e Cristiano não são imbatíveis.

A seleção ideal da FIFA trouxe algumas surpresas de fora. Apesar de ganhar o prêmio de melhor goleiro do munto, Courtois não ficou entre os 11 melhores e perdeu o posto para o goleiro espanhol David De Gea, que joga no Manchester United. Salah, Antoine Griezmann, Kevin De Bruyne e Harry Kane, que apareceram na lista de 10 melhores jogadores do mundo, também não ficaram na seleção. A equipe foi formada por De Gea; Daniel Alves, Raphaël Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Kanté, Modric e Hazard; Messi, Cristiano Ronaldo e Kylian Mbappé.

Mas o momento mais icônico ficou para uma brasileira: Marta conquistou seu sexto prêmio de melhor jogadora do mundo, após oito anos sem ganhá-lo e passou a ser a recordista, passando Cristiano Ronaldo e Messi, com cinco cada um. O reinado de Marta vem em boa hora, mostrando que ela e o futebol feminino podem e devem ser tão valorizados quanto os jogadores masculinos. Mostra que o  futebol feminino  merece tanta importância, reconhecimento e valorização quanto o masculino.

Que essa premiação em especial tenha aberto os olhos do mundo. Tanto para o futebol masculino, que não tem mais os mesmos dois jogadores no topo, quanto para o futebol feminino. Se tivesse as mesmas oportunidades, os mesmos investimentos, talvez o mundo esportivo teria uma cara mais igualitária.

Resumindo: O hexa veio sim, só não especificamos quando viria <3

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas