Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
O fashion não é só glamour – entenda os prejuízos do mundo da moda

O fashion não é só glamour – entenda os prejuízos do mundo da moda

No sábado, 27 de abril, uma tragédia voltou os holofotes, mais uma vez, à indústria da moda. A morte do modelo Tales Cotta, de apenas 26 anos, na passarela da SPFW (São Paulo Fashion Week), causou grande alvoroço tanto em modelos e profissionais do universo fashion,quanto em quem se deparou brevemente com a notícia, resultando em grande repercussão negativa para a grife Också e também para o evento.

Modelo Tales Soares, mais conhecido como Tales Cotta.

Esse fato poderia ter sido apenas mais uma tragédia como tantas outras que, eventualmente, ocorrem nos quatro cantos do mundo. No entanto, nos últimos anos, cada vez mais pessoas têm sido prejudicadas de forma fatal pela exploração da indústria da moda, não é à toa que, há algum tempo, diversas iniciativas vêm sendo projetadas com o objetivo de diminuir esse abuso ou, pelo menos, de fazer com que consumidores e marcas entendam o custo da vida no universo da moda, como a Semana Fashion Revolution, que trabalha sobre três pilares fundamentais e visa transformações radicais na maneira como as roupas são pensadas, feitas e consumidas.

Abaixo, listamos três prejuízos causados pela indústria “fashion” e alguns fatores histórico-culturais que promoveram seus crescimentos.

Agressão ao bem-estar animal

Apesar de muitas marcas renomadas como Michael Kors, Tom Ford, Jimmy Choo, J.Crew, Tommy Hilfiger, Calvin Klein, Ralph Lauren, Stella McCartney, entre outras já terem optado por banir o uso de peles de animais em suas produções, a demanda ainda acontece por parte de alguns socialites, como uma forma de demonstrar poder e exclusividade.

No entanto, além do grande prejuízo causado à vida dos animais (sem falar da crueldade, digna de abominação), 85% das peles naturais adquiridas são derivadas de criações ilegais de animais em cativeiro. Em 2011, a CE Delft, órgão independente de pesquisa e consultoria especializada no desenvolvimento de soluções inovadoras para problemas ambientais, concluiu que os impactos negativos deste tipo de produção chegam a ser até 28 vezes maior do que a produção de qualquer outro têxtil, incluindo tecidos sintéticos como poliéster, acetato e acrílico.

Exploração Infantil no Mundo da Moda

Não é novidade para quase ninguém de que meninas e meninos que decidem seguir este ramo de atividade profissional são muitas vezes iludidos com promessas gramourosas como viagens ao redor do mundo, salários altíssimos e grande fama, mas, de mesma forma, acabam por se deparar com um universo muitas vezes cruel e altamente abusivo, em todos os níveis.

Muitas crianças são colocadas sob a pressão do peso ideal e um metabolismo perfeito. Essa pressão acaba por colocar essas crianças em risco de desenvolver uma série de transtornos psicológicos e físicos, como o distúrbio da bulimia, ansiedade, depressão e anorexia, além de serem altamente sexualizadas em algumas campanhas e eventos.

Regime de escravidão nas indústrias têxteis

Quando se pensa em moda, os primeiros pensamentos ainda são
glamour, roupas, desfiles e muito luxo. Contudo, esses símbolos facilmente nos distanciam da verdadeira origem de algumas de nossas roupas e não nos abre portas para refletir à respeito das vidas por trás da produção em massa.

Fonte: mobilizadores.org

O setor têxtil cresceu exponencialmente durante a Revolução Industrial, e conferiu às mulheres forte representatividade no mundo do trabalho. No entanto, após o crescimento do uso das máquinas, as melhorias de trabalho nas fábricas foram reduzidas e os trabalhadores desvalorizados.

O contexto atual é de ambientes extremamente sujos, com pouca ou quase sem ventilação ou luz natural, além de trabalhadores expostos a produtos inflamáveis e máquinas de alto risco. Tudo isso aliado a fatores como falta de alimentação adequada, horários exaustivos e crianças no ambiente, muitas vezes também exploradas sob esse regime.



0 Comentários

Tags mais acessadas