Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Fake News: qual será o impacto?

Fake News: qual será o impacto?

Por Vitor Risso – Fala!Cásper

O questionamento em relação a veracidade de determinada informação talvez seja algo que acompanha o ser humano desde os seus primórdios. Por mais que algo seja disseminado, ou levado como verdade integral, há sempre alguém que diz: e se for mentira? Pois bem, na era da informação, em um mundo cada vez mais globalizado e conectado pela famosa World Wide Web, este fenômeno, obviamente, prevalece, porém de forma mais sútil. A informação tem, cada vez mais, facilidade de ser produzida e distribuída. Qualquer pessoa com acesso á Internet pode criar um blog, site, podcast, post nas redes sociais, e disseminar conteúdo informacional não verídico. Ás vezes, nem os grandes conglomerados de mídia, e seus famosos jornalistas, escapam dos alçapões das informações falsas; ou, usando o termo mais conhecido, as fake news.

Não é de hoje que a invenção e disseminação de mentiras com o intuito de desmoralizar adversários é usada em alguns campos da vida. Talvez, o mais notório deles seja a política, como ficou explícito nas eleições de dois mil e dezoito no Brasil. Lenin, em dado momento de sua carreira e vida, disse a seguinte frase: Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é! Por suposto, a frase não deve ser levada ao pé da letra, mas sua mensagem e linha de raciocínio são extremamente importantes.

Durante o primeiro turno das eleições, nenhum candidato esteve isento ás fake news, porém o cenário se agravou com o afunilamento eleitoral e os candidatos que foram para o segundo turno. Circularam notícias a respeito de escândalos de disparos de mensagens via WhatsApp, contendo notícias falsas sobre a oposição, o que movimentou os debates sobre o que é verdade, o que não é, e qual é o limite da liberdade de expressão, quando esta propaga mentiras, e muitas vezes, mentiras que contém discursos de ódio.

Empresas como Facebook e Google trabalham em projetos para combater a disseminação de notícias falsas. Algumas páginas da web estão se especializando em checagens de notícias, para darem seu veredito sobre os fatos que são verdadeiros e os que não são. Durante os debates eleitorais, equipes das emissoras ficaram responsáveis por checar, instantaneamente, os dados e informações os quais os candidatos esbravejavam. É interessante perceber como os próprios veículos de comunicação começam a se posicionar para um melhor apuramento das informações.

A pergunta que perdura é: quais serão os impactos das fake news? Talvez, isto varie de cultura para cultura, de sociedade para sociedade, visto que existem particularidades políticas e socioeconômicas, que podem contribuir ou não, para que um povo seja mais propenso a acreditar em informações não verificadas ou não. Resta-nos esperar e verificar!

0 Comentários

Tags mais acessadas