Expressões racistas que deveriam ser substituídas no vocabulário
Menu & Busca
Expressões racistas que deveriam ser substituídas no vocabulário

Expressões racistas que deveriam ser substituídas no vocabulário

Home > Entretenimento > Cultura > Expressões racistas que deveriam ser substituídas no vocabulário

De todos os seus vícios errantes, existe um que o Brasil se acostumou a repeti-lo sem se questionar. Mesmo com todo histórico de escravidão vivido pelo país, o racismo ainda é imposto, naturalizado e assim se reproduz o discurso opressivo para a população negra, principalmente com expressões racistas.

A questão do antirracismo é uma problemática que se atualiza em constante transformação de acordo com a evolução da contemporaneidade. Com isso, é necessário observar as palavras usadas no cotidiano dos brasileiros, as quais soam racistas em determinados termos, vejamos:

Expressões racistas
Muitas das expressões brasileiras são racistas. | Foto: Reprodução.

Expressões racistas no Brasil

Lista negra e mercado negro

Nessas expressões, a palavra “negro” remete a um sentido pejorativo ou negativo da expressão. Dessa forma, essas palavras podem ser substituídas por “comércio ilegal”, “mercado clandestino”, “lista proibida” ou restrita”.

Inveja branca

Contrária às expressões em que palavra “negro” é aplicada como algo negativo, já aqui a palavra “branca” é usada no sentido positivo, como se só o que é branco fosse bom, e preto/negro, ruim. Portanto, use apenas “inveja” ou “inveja saudável”.

Cor do pecado ou da cor do pecado

Classifica o corpo da mulher preta como uma mulher sensualizada e objetificada. Nesse sentido, é necessário analisar a novela Da Cor do Pecado, a qual retrata exatamente esse conflito, dado que a personagem da trama é uma mulher preta hipersexualizada por sua cor, remetendo ao termo “da cor do pecado”. Não use essa expressão ao se referir a uma mulher. A sugestão é usar “mulher linda” ou “maravilhosa”.

Denegrir

Segundo o dicionário, a palavra significa “tornar negro”. A expressão é ofensiva, porque considera algo negro como pejorativo e negativo. Portanto, o ideal é usar a palavra “difamar” ou “caluniar”.

Mulata(o) – uma das expressões racistas mais usadas

Refere-se à mula, visto que este animal se remete ao filhote do cruzamento de uma égua com jumento. Ou seja, compara uma pessoa negra a um animal. Também é uma expressão usada para definir as pessoas pretas de pele mais clara. É necessário pontuar que muitas mulheres escravizadas eram violentadas por “seus senhores” e tinham filhos que eram chamados de “mulatos” devido à “junção” das duas melaninas. Essa expressão pode ser modificada por “pardos” ou “mestiços”. 

Cabelo bombril ou cabelo duro

Esses termos são racistas e são usados como bullying, que depreciam a imagem e o cabelo de pessoas negras. Até porque maldisser das características dos cabelos afros também é racismo. Prefira “cabelo crespo”, “cacheado”, “afro” ou “Black Power”.

racismo
Cabelo Black Power. | Foto: Reprodução.

Domésticas

Domésticas eram as mulheres negras que trabalhavam na casa das famílias brancas e eram consideradas domesticadas. Por isso, o termo ideal a ser usado é “empregada” ou “funcionária”. 

Escravo

Este termo trata os africanos como passivos e desprovidos de subjetividade. Os africanos que vieram para o Brasil sem o direito de escolha eram pessoas, reis, rainhas, camponeses, homens e mulheres escravizados contra a sua vontade. Então, o ideal a ser usado para se referir a esta expressão seria “pessoas escravizadas” e “escravidão por escravização”.

Moreno – pode ser tido como um dos termos racistas

As pessoas acreditam que chamar alguém de negro ou preto é ofensivo. Dizer “moreno(a)” ou “mulata(o)”, embranquecendo a pessoa, “amenizaria o incômodo”. Você precisa se referir a pessoa por meio do nome ou questioná-la como ela prefere ser descrita. Não use esta expressão!

Cecê ou CC

Jamais use CC em sua redação quando for se referir ao mau cheiro de uma pessoa, isso porque este termo tem como significado “catinga de crioulo” ou “cheiro de crioulo”. Prefira “cheiro ruim” ou “mau cheiro”. 

Fazer nas coxas

Acredita-se que a expressão vem da técnica utilizada pelos escravizados para fazer telhas. Por serem artesanais e seguirem os formatos dos corpos, as peças não se encaixam bem nas outras, sendo consideradas malfeitas. Use “malfeito” ou “fazer as coisas malfeitas”.

Humor negro – um dos termos racistas no Brasil

Usado para descrever um humor mais ácido e com piadas de mau gosto com temas mórbidos, sérios ou tabus com tom politicamente incorreto. Pode ser usado “humor ácido” ou “humor áspero”.

____________________________
Por Vinicius Macêdo – Fala! UFRJ

Tags mais acessadas