Menu & Busca
Re Vou Ver – exposição relembra a batalha da Maria Antônia de 1968

Re Vou Ver – exposição relembra a batalha da Maria Antônia de 1968


Por: Marcelo Gasperin – Fala! Universidades

 

Na quarta-feira da semana passada, dia 09/08, foi inaugurada a exposição Re Vou Ver – que revive a Batalha da Maria Antônia por meio das fotografias de Hiroto Yoshioka.

Hiroto era aluno de arquitetura da USP, mas abandonou a faculdade para se dedicar à fotografia. No dia da Batalha, o fotógrafo conseguiu ângulos privilegiados para registrar as cenas daquele conflito entre estudantes de Filosofia da USP e da Universidade Mackenzie.

O ano era 1968, mais conhecido como “o ano que não terminou”, devido a diversos acontecimentos históricos que aconteceram naqueles dias, como a morte de Martin Luther King e de Robert Kennedy nos EUA, a Passeata dos 100  Mile o AI-5 – marcando a época mais extrema da ditadura no Brasil.

É neste contexto, no ápice da repressão militar, que aconteceu também a Batalha da Maria Antônia. O fato de que a exposição acontece justamente no prédio Maria Antônia, nos traz uma certa proximidade com a história, e coloca um clima de atemporalidade no decorrer das fotos de Hiroto Yoshioka.

Além das fotos, a exposição conta com a exibição do documentário A Batalha da Maria Antônia, de Renato Tapajós, que reuniu no filme diversas figuras que viveram aquele conflito de perto, inclusive o próprio Hiroto Yoshioka.

Também é possível encontrar documentos da época, que reforçam a proximidade entre o público e a batalha.

Onde: Centro Universitário Maria Antônia – rua Maria Antônia, 294

Quando: de 09/08 até 25/01/18 – terça a domingo, das 10h às 18h

Preço: entrada gratuita

Confira também:

– Ocupação Ouvidor 63 – um centro cultural artístico de resistência

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas