Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Entrevistamos o Dono do Bar Universitário Mais Famoso da Internet: O Capelão

Entrevistamos o Dono do Bar Universitário Mais Famoso da Internet: O Capelão

11960076_414472475412335_7623899606573535073_n

 O bar se torna quase que um templo sagrado para o universitário. Ele é o centro das atenções, o pior inimigo da sala de aula, e com certeza já fez muito aluno arrastar algumas matérias para ficar ali, apreciando a magia do balcão, o sabor das cervejas populares e o clima de descontração sem nenhum sentimento de culpa.

Por isso, na matéria de hoje, vamos falar sobre o bar universitário mais bem falado da internet – o saudoso e único Bar do Capelão. Com mais de 60 mil curtidas no Facebook, a página do bar conversa com seu público de uma forma totalmente engraçada, irônica e altamente sincera. Mandamos uma mensagem inbox para eles e aqui está a nossa entrevista, para quem quer conhecer a história e o conceito que está por trás deste exemplo de boteco universitário. Confira:

Fala!: Capelão, quando começou a ideia de montar uma página no Facebook?

Capelão: Meus filhos criaram a página para divulgar o bar, mas ela só começou a ficar conhecida quando um amigo meu a assumiu e passou a fazer as postagens de acordo com as zoeiras que faço no bar. Eu crio as piadas, ele escreve.

Fala!: Por qual razão você acha que deu tão certo esse tratamento direto e tão sincero com os seus clientes?

Capelão: Desde pequeno, fui motivo de chacota, na escola e na rua. Eu era sempre o mais zoado da turma porque tinha dificuldades de falar devido a um problema na língua, que só foi corrigido depois que fiz uma cirurgia. Mas nunca liguei. Meu jeito de lidar com isso foi zoar os outros também. Sempre levei na brincadeira.

POST INICIO

10620463_419728874886695_2381118932708655781_o
Foto: divulgação Bar do Capelão

 

Fala!: Tem alguma história engraçada de algum cliente que ficou estressado com esse jeitão do Capelão?

Capelão: Alguns não gostam, principalmente os que não me conhecem. Não entendem que é brincadeira, um jeito descontraído de administrar um negócio. Reconheço que, às vezes, passo dos limites e faço umas piadas bem pesadas com os clientes. Alguns apelam e prometem nunca mais voltar. Mas é o risco que tenho de correr ao tentar fazer algo diferente.

Fala!: Na foto de capa do Facebook do Bar do Capelão, tem uma mensagem que diz: proibida a entrada de doidão. Isso também é irônico? Qual curso tem o maior número de doidos e que frequenta o Bar do Capelão?

Capelão: É brincadeira para zoar meus clientes maconheiros, principalmente os da História, Geografia e Ciências Sociais. Eles não ligam, e foi um jeito que arrumei para dizer que não permito o uso de drogas dentro do bar. Quer fumar um baseado, fume, mas longe daqui, e só venha para cá para matar a larica.

11169653_374375382755378_8086475150690964669_o

Fala!: Qual é, na sua opinião, o maior diferencial do Bar do Capelão?

Capelão: O relacionamento sincero com os clientes, além das brincadeiras, minhas pizzas e porções, que estão entre as melhores da cidade.

Fala!: Você acha que os alunos são muito ruins de conta para continuar frequentando o seu bar?

Capelão: Só os das Humanas.

Fala!: Tem um post na página do Bar em que você menciona a intenção de lançar um livro, passando algumas mensagens de como seus aprendizados sempre foram baseados nos acontecimentos da vida, sem precisar da escola ou da faculdade, e que é possível viver e atingir seu objetivo sem seguir as regras e os padrões impostos pela sociedade. Pode nos contar mais sobre isso? Vai rolar mesmo esse livro?

Capelão: Ainda penso em fazer o livro, mas preciso juntar um número maior de piadas para lançá-lo. A ideia do livro é contar a história do bar e do meu jeito de administrá-lo. Quero fazer algo que ninguém fez até hoje.

Fala!: Para finalizar, você tem alguma mensagem para os universitários do Brasil que desejam visitar o seu tão renomado estabelecimento?

Capelão: Venham, tragam bastante dinheiro, mas bastante mesmo, e sejam bem-vindos. Ou vão à merda.

11223635_414472998745616_4585638975603166214_n
Foto: divulgação Bar do Capelão.

 

Separamos também alguns posts da página do Bar do Capelão que registram momentos especiais.

Este, por exemplo, mostra como é comemorar seu aniversário no bar:

POST ANIVERSARIO

1978895_460006550858927_3683134975024522115_n
Foto: divulgação Bar do Capelão.

 

Já esse aqui, mostra que o Bar do Capelão é um lugar propício para pedir a mão do seu companheiro (a).

POST CASAMENTO

11825753_404384546421128_6343017177034715973_n
Foto: divulgação Bar do Capelão.

 

Enquanto este outro post nos traz uma aula sobre como ganhar mais dinheiro utilizando a famosa mesa de sinuca.

POST SINUCA

11875000_408785092647740_1199961286845274645_o
Foto: divulgação Bar do Capelão.

 

Ou também temos o post do Grande Irmão, ou melhor, do Grande Capelão, exibindo sua nova ferramenta para controlar sua clientela.

POST CAMERA

11150764_414472922078957_7216468169486444167_n
Foto: divulgação Bar do Capelão.

 

Para ver mais posts como estes, é só acessar a página do Bar do Capelão clicando AQUI.

Ao acessar, prepare-se para aprender tudo sobre a fórmula mais crua e nua do marketing, além de absorver os mais profundos conhecimentos de alguém que sabe lidar e se relacionar com a sua clientela.

Obrigado pela entrevista, Capelão. Esperamos que todos os bares universitários tenham 10% do que o seu estabelecimento oferece. E antes que a gente se esqueça, você é um enorme verme que honra o meio acadêmico.

 

Por: Marcelo Gasperin – Fala!Universidades

0 Comentários

Tags mais acessadas