Entenda como as eleições estadunidenses funcionam
Menu & Busca
Entenda como as eleições estadunidenses funcionam

Entenda como as eleições estadunidenses funcionam

Home > Notícias > Política > Entenda como as eleições estadunidenses funcionam

O ano de 2020 vem sendo um turbilhão de eventos e, certamente, as eleições estadunidenses fazem parte disso. Levando em consideração que os Estados Unidos são a maior potência mundial, o que for ocorrer na política deles afeta, diretamente ou não, os demais países.

eleições estadunidenses
As eleições dos EUA não funcionam como as eleições brasileiras. | Foto: Reprodução.

Funcionamento das eleições estadunidenses

As eleições dos EUA possuem um modelo diferente do conhecido no Brasil. A começar por somente dois partidos estarem na disputa: os democratas (liberais, de esquerda) e os republicanos (conservadores, de direita). Com isso, os próprios partidos pensam e pesquisam muito antes de pré-candidatar qualquer pessoa ao cargo da presidência, uma vez que precisam ser certeiros em sua escolha.

Os estadunidenses levam muito a sério as votações, pois compreendem a importância do seu voto para a democracia do país, com isso, apesar do voto ser facultativo, o cidadão que decide ir à urna ou não. Na última eleição presidencial em 2016, mais de 128 milhões de eleitores votaram. Contudo, não é o somente o voto popular que coloca um candidato na presidência do país.

Além disso, existe o Colégio Eleitoral que é composto por 538 delegados, ou seja, quando os eleitores vão à urna, eles estão dizendo ao delegado do seu distrito eleitoral quem eles querem no poder. Geralmente, quanto mais populoso um estado, mais delegados ele terá. Por exemplo: Nova Iorque, que é o quarto estado mais populoso, possui 29 delegados, enquanto o Wyoming, estado com menor população, possui apenas três delegados. Importante ressaltar que, para que um presidente possa ser eleito, é necessário que ao menos a maioria mínima, ou seja, 270 delegados votem nele.

Entretanto, buscando facilitar a contagem dos votos, a maioria dos estados usa uma dinâmica chamada “O ganhador leva tudo”, isto é, se, em Nova Iorque, 15 delegados votarem em um determinado candidato, os demais 14 delegados votarão nele também, levando em consideração a maioria do estado. 

________________________
Por Julia Adefonso – Fala! Cásper

Tags mais acessadas