Eleições em times de futebol
Menu & Busca
Eleições em times de futebol

Eleições em times de futebol

Home > Notícias > Esporte > Eleições em times de futebol

Como sabemos, um time de futebol se compõe em um coletivo de até 38 jogadores, nisso sobram os que estão em empréstimo ou descem para o sub-23 ou categorias menores por não estarem prontos ou simplesmente não agradarem a comissão técnica.

Além disso, um clube é mantido por um técnico, seu assistente e o resto da comissão técnica, massagistas, fisioterapeutas, mas o mais importante, a diretoria, sócios, dirigentes e conselheiros. 

futebol
O futebol vai muito além do jogo. | Foto: Reprodução.

Futebol e política

Um bom momento no futebol ou na gestão atual ajuda a manter ou empurrar certos problemas para debaixo do tapete, como ocorreu com o Flamengo na gestão Bandeira de Mello, onde o mesmo sanou praticamente 90% das dívidas do clube, transformando-o no time de gestão atual de Rodolfo Lamdim.

Porém, nem sempre isso ocorre. O Cruzeiro, que está em crise, caiu para a segunda divisão, tendo as eleições antecipadas por conta de uma briga política no dia das eleições. Zezé Perella foi, infelizmente, alvo de uma cusparada. Como não se lembrar do mesmo fato ocorrido nas eleições do Vasco? Brigas e praticamente uma confusão generalizada? Ou Andrés na última eleição, tendo que se esconder nos banheiros femininos do Parque São Jorge para não apanhar nas eleições?

Futebol e política andam sempre lado a lado, e, infelizmente, junto a eles também os bons e péssimos momentos de um clube de futebol. Comandar times sem praticamente nenhuma dívida, como Palmeiras, Flamengo ou Grêmio, se tornam tarefas mais fáceis, mas não podemos dizer o mesmo sobre Corinthians, Botafogo ou Cruzeiro.

Eleições do Corinthians

No dia 28 de novembro, sábado, será realizada a nova eleição para presidente do Sport Club Corinthians Paulista.

Dentre os candidatos, há Duílio Monteiro Alves, da chapa Renovação e Transparência, este que inclusive recebeu apoio de um dos maiores ídolos da Fiel, Ronaldo Fenômeno. Os outros dois são da oposição, sendo um deles velho conhecido da fiel, o Delegado Mário Gobbi, que fez parte da gestão campeã da Libertadores da América e Mundial de clubes em 2012, Recopa Sul-Americana 2013 e Campeonato Paulista 2013. Já o terceiro e último candidato também da oposição busca seu primeiro mandato à frente do Corinthians, trata-se do empresário Augusto Mello.

A pergunta que nos resta é: será que o próximo candidato fará uma boa gestão? Saberemos no futuro.

_________________________
Por Artur Takeda – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas