Presidente Donald Trump é interrompido em coletiva por tiroteio.
Menu & Busca
Donald Trump é interrompido por tiros na Casa Branca

Donald Trump é interrompido por tiros na Casa Branca

Home > Notícias > Política > Donald Trump é interrompido por tiros na Casa Branca

Durante a entrevista à imprensa, nessa segunda (10), Donald Trump foi interrompido ao ser alertado de tiros fora da Casa Branca pelos Agentes do Serviço Secreto. O presidente afirmou que o tiroteio ocorreu no lado de fora da casa e deixou uma pessoa ferida, mas que já estava sendo encaminhada para o hospital.

O presidente dos Estados Unidos estava comentando o cenário do coronavírus no país quando o ocorrido lhe retirou quase imediatamente da coletiva. Os jornalistas ficaram trancados na sala por segurança e, depois de alguns instantes, Trump disse o motivo.

Donald Trump
Segurança alertando Donald Trump do tiroteiro. | Foto: Reuters.

Apesar de tal episódio na Casa Branca, nenhum agente do Serviço Secreto estadunidense foi ferido e o presidente agradeceu à segurança e o esforço dos agentes para protegê-lo.

Momentos de tensão como esse já foram registrados, principalmente pelos protestos contra o racismo, que ocorreram em março em frente à Casa Branca, na qual medidas de proteção foram tomadas pelos agentes, levando o presidente Donald Trump para um bunker no subsolo, segundo o jornal The New York Times.   

Donald Trump e a Covid-19 nos Estados Unidos

Apesar das eleições estadunidenses estarem aflorando os nervos dos norte-americanos e do mundo, trazendo um acirrado momento entre a reeleição de Donald Trump (Republicano) e Joe Biden (Democrata), o coronavírus tem tomado proporções preocupantes no país ao registrar, aproximadamente, 163 mil mortes pela doença e mais de 5 milhões de casos confirmados.

Nesse período de pandemia, o presidente já culpou os protestos antirracistas alavancados pela morte do ex-segurança negro George Floyd, que morreu asfixiado pelo joelho de um policial branco em seu pescoço, por provocar o aumento nos casos da doença.

Atualmente, a doença atinge a população de uma pequena faixa etária, principalmente as crianças, como foi registrado pelos estudos da Academia Americana de Pediatria e da Children’s Hospital Association, os quais afirmam que mais de 97 mil crianças tiveram a Covid-19. Assim, os dados ficam cada vez mais preocupantes, dando destaque à pirâmide etária estadunidense com a alta taxa de mortalidade infantil.

Os investimentos em vacinas

O investimento em uma imunização pelo governo estadunidense vem se destacando no mundo, até mesmo na corrida global para o encontro da vacina. A aplicação de 1 bilhão em vacina produzida pela Moderna e National Institute of Health revela os esforços do governo para ter a imunização ainda no ano de 2020.

Além disso, a BioNTech, Pfizer e Fosun Pharma são empresas que estão na busca de uma vacina eficaz, e que os EUA investiram cerca de US $ 1,9 bilhões para a entrega de 100 milhões de vacinas até dezembro, segundo o jornal The New York Times.

As empresas Johnson & Johnson e Beth Israel Deaconess Medical Center também são umas das preferidas dos Estados Unidos, que afirmou investir US$ 1 bilhão por 100 milhões de doses da vacina, caso aprovada.

_____________________________________
Por Amanda Marques – Redação Fala!

Tags mais acessadas