Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Diretor Tem Nome – Entenda a Polêmica sobre direitos autorais entre KondZilla e Miguel Rodrigues

Diretor Tem Nome – Entenda a Polêmica sobre direitos autorais entre KondZilla e Miguel Rodrigues

Lançamento de filme-clipe “O Terror Tem Nome”, que soma mais de 6 milhões de views, causa polêmica sobre direitos autorais.

Na segunda-feira (03/04), o canal do KondZilla no YouTube publicou o filme-clipe da música O Terror Tem Nome, do artista Mc Kauan, que escolheu lançar primeiro no canal do KondZilla (que possui mais de 12 MILHÕES de assinantes), justamente por conta do potencial de visibilidade do mesmo.

O vídeo é publicado unicamente com os créditos da produtora:

No dia seguinte, na terça-feira (04/04), o Mc Kauan publicou em seu canal oficial o mesmo filme-clipe, “O Terror Tem Nome”, com os devidos créditos à produtora Take a Take Films, com direção de Miguel Rodrigues, assim como os créditos de direção de fotografia, direção executiva, a própria produtora do funkeiro – a Original Produções – e os demais créditos de todo mundo que participou do vídeo.

Pois é. A interpretação que podemos fazer no primeiro vídeo (que já soma mais de 6 milhões de visualizações) é a de que o KondZilla produziu o clipe, enquanto no segundo vídeo, fica visível que a gigantesca produtora de Funk não fez absolutamente nada.

Logo após o lançamento, iniciaram-se as polêmicas em relação aos direitos autorais da obra. É isso que alega o diretor Miguel Rodrigues (ex TV Globo) em suas redes sociais (clique AQUI e assista a live que o diretor fez em seu perfil no Facebook comentando o caso), ao manifestar sua indignação e colocando-se como o verdadeiro diretor do filme-clipe.

15241165_10205720151722029_6490717077108901731_n
Foto: Facebook Miguel Rodrigues e Mc Kauan nos bastidores da gravação.

 

Para esclarecer esta delicada situação, entramos em contato com o diretor Miguel Rodrigues para uma rápida entrevista – confira:

Fala!: Miguel, o que aconteceu em relação a divulgação e os direitos autorais do filme-clipe “O Terror Tem Nome”, do Mc Kauan?

Miguel: Na segunda-feira foi lançado no canal do produtor de Funk Kondzilla o filme-clipe O Terror Tem Nome, do Mc Kauan, dirigido por mim e produzido pela Take a Take Films, contratada pela Original produções, do próprio Mc Kauan, que optou por lançar primeiro pelo canal do KondZilla e depois em seu canal, pelo fato do alcance ao público muito maior.

“O que foi estranho, foi o fato do produtor do canal do Próprio KondZilla exigir que tirasse todos os créditos da produtora e equipe, inclusive o do diretor e autor do roteiro, que estava em cima da imagem. Ele pediu uma base sem estes créditos, e afirmou que se não fizesse isso, não fecharia o acordo. Também não cedeu espaço para créditos no YouTube – depois quando assisti ele creditou a Logo dele em cima do filme para levar os créditos do trabalho, o que está gerando esta repercussão na mídia. No canal dele muita gente falando da qualidade do filme, e ainda por cima creditando ele como autor, sendo que naturalmente ele não desmente, ainda teve a cara de pau de apagar os comentários que estavam sendo colocados falando sobre os verdadeiros produtores e artistas envolvidos”.

17795771_1395062077230724_5007155633304100812_n
Bastidores da gravação.

 

Fala!: Qual a sua relação com o também diretor Kondzilla? Ele procurou você, ou sua equipe, para esclarecer o ocorrido?

Miguel: Não, só me procurou exigindo uma base limpa sem créditos, se não, ele não colocaria o filme no ar. Depois disso, ligou para Produtora e mãe do Mc Kauan, me forçando a fazer o favor, o que eu fiz, pois sei do potencial do canal dele, para não prejudicar o artista.

17553960_1386849941385271_238783983797060964_n
Mc Kauan e Miguel Rodrigues na Pré Estreia do filme – facebook Miguel Rodrigues.

 

Fala!: Você chegou a entrar em contato com Kondzilla? Qual foi a resposta dele?

Miguel: Ele falou que se quiserem é assim que ele trabalha. Que ele não ia creditar a Take a Take Films no canal dele, aí falei pelo menos credita o criador, diretor da obra, isso não é ético, e é contra as leis de direitos autorais.

17425126_1376444315759167_8548989535239087085_n
Bastidores da gravação.

 

Fala!: Quais providencias você e sua equipe estão tomando para o desfecho dessa história?

Miguel: Procurar a imprensa para esclarecer o ocorrido e divulgar realmente os profissionais envolvidos. É preciso dar o devido valor a quem fez com tanto esforço este trabalho – fechamos várias parcerias importantes citando créditos, o que foi acordado antes com a Original Produções, que é a produtora do MC.

maxresdefault
Mc Kauan.

 

Procuramos também falar com o diretor Kondzilla, para ouvirmos a outra versão em relação ao ocorrido, mas até o fechamento desta matéria não fomos atendidos por sua equipe.

0 Comentários

Tags mais acessadas