Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Dia Nacional da literatura – Selecionamos 3 livros e escritores nacionais para amar

Dia Nacional da literatura – Selecionamos 3 livros e escritores nacionais para amar

Por Beatriz Mazzei – Fala! Anhembi

 

Dia 12 de outubro foi o Dia Nacional da Literatura. A criação da data comemorativa foi instituída através da Lei nº 11.899 que também prevê a celebração da Semana Nacional da Leitura e da Literatura Brasileira.

De acordo com pesquisa feita pelo Ipobe em parceria com o Instituto Pró-Livro, 56% da população brasileira têm o hábito de ler. Contudo, quando a questão foi elencar ações de lazer para o tempo livre, a leitura ocupou o 10º lugar, perdendo para atividades como assistir televisão, ouvir música ou usar a internet.

Um ponto otimista para os novos autores é que atualmente, segundo o levantamento, 63% dos internautas do país leem livros online, o que abre o leque para que esses escritores utilizem as plataformas web para disponibilizar ou divulgar suas obras via redes sociais. É sabido que não é simples produzir um livro e se colocar no mercado editorial. Com isso, para aproveitar o Dia Nacional da Literatura, daremos destaque à esses novos autores que estão se aventurando no mundo das letras, divulgando grandes obras.

 O Fala! reuniu 3 indicações de livros e autores brasileiros. Confira nossas sugestões e apoie novos autores!

1. Histórias de Minha Morte – Maya Falks

O livro de Maya Falks conta uma história forte que merece toda a nossa atenção. Trata-se de uma narrativa centralizada em uma mulher negra e periférica de 25 anos. O ponto de partida da trama é na verdade o fim inevitável da história de vida da protagonista que viveu inúmeros desafios. O romance começa quando Leandra encontra seu corpo caído na cozinha em um sábado de manhã. A partir disso, em um estilo meio Memória Póstumas de Brás Cubas, a protagonista faz digressões, resgatando suas mágoas e revivendo histórias de racismo, estupros, transtornos psiquiátricos e todas essas questões que podem estar presentes na vida das mulheres negras e periféricas.

Sobre o livro, Maya, que também já escreveu uma obra de poesias, nos conta que sentiu que precisava dar atenção ao assunto e se jogar na escrita. Com isso, o processo criativo foi confuso mas intenso, escreveu a trama em 10 dias. História de Minha Morte está disponível em diversas livrarias.

Para comprar online: Saraiva, Livraria Cultura

Clique e confira a página do Facebook da escritora

2. Escarlate – Tiago Leão

Escarlate é a segunda edição da Saga Lúmes de Tiago Leão, um jovem jornalista e escritor de Belo Horizonte. O livro é um romance medieval de fantasia que narra a divisão da Terra de Lúmes, que se divide entre criaturas mágicas e sombrias. De cunho bastante original, Tiago tem um estilo próprio, mas é notável suas inspirações em Harry Potter e Senhor dos Anéis, duas grandes referências do estilo fantástico.

A obra de estreia de Tiago e primeiro livro da saga, chamado “A fabulosa Terra de Lúmens” alcançou a lista dos mais vendidos da Saraiva e da Livraria Cultura. O sucesso foi tanto que o livro acabou sendo lançado nos Estados Unidos e Portugal.

Clique e confira mais sobre a Saga Lúmes

3. A Garota das Sapatilhas Brancas – Ana Beatriz Brandão

A Garota das Sapatilhas Brancas, é um spin-off de O Garoto do Cachecol Vermelho. Ambos os livros são de autoria da escritora Ana Beatriz Brandão, de 17 anos que se encantou pela leitura desde menina, após ler O Pequeno Príncipe.

Na história, Daniel Lobos é um jovem portador de uma doença degenerativa sem cura, a ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica). Dono de um coração enorme, Daniel divide seu tempo entre a música e as causas sociais, até conhecer Melissa, uma bailaria bastante preconceituosa. Com essa convivência, Daniel consegue pôr à prova aquilo que ele mais acredita: que todos merecem uma segunda chance. É a partir daí que o jovem propõe à Melissa que os dois passem dois meses juntos, para que a garota fosse capaz de ver a vida de uma forma diferente.

Uma informação interessante sobre o livro é o seu viés social: parte dos direitos autorais da obra serão doadas para instituições e caridade ligadas à ELA.

Para comprar online: Saraiva, Livraria Cultura.

Bônus: O Filho do Sol – Daniel Renattini

O Filho do Sol é o primeiro volume da série Herdeiros das Estrelas. A obra será lançada em breve, e segue o gênero fantástico, misturando a fantasia com a realidade e usando cenários reais. Assim, na narrativa ambientada no Brasil de 2020, pessoas que controlam elementos da natureza vivem entre nós, em um realidade alternativa. Um deles é Allex Cipriani, um elemental do fogo, capaz de invocar chamas.

Contudo, nem todos esses elementos da natureza são pacíficos. É assim que a história aborda o preconceito, o misticismo e a tecnologia, além de se debruçar sobre temas como representatividade LGBT+, diversidade e até mesmo questões voltadas à proteção da natureza.

Com o público voltado para o “young adult”, o Filho do Sol também se preocupa em abordar a transição da adolescência para a vida adulta.

Daniel é formado em Design Digital pela Anhembi Morumbi, é amante de super-heróis desde criança, e sonhava em criar os próprios personagens. Para que sua história ganhasse vida foi necessário uma campanha de financiamento coletivo pelo Catarse. Aqui nota-se como essas ferramentas de crowdfunding estão sendo cada vez mais utilizadas para que escritores e demais artistas independente consigam tirar sua arte do papel.

 

Confira também:

– O Menino e o Mundo – confira a resenha do filme!

– MASP comemora 70 anos com programação especial no mês de outubro

0 Comentários

Tags mais acessadas