Dia do Estudante: Entenda o motivo pelo qual a data é celebrada
Menu & Busca
Dia do Estudante: Entenda o motivo pelo qual a data é celebrada

Dia do Estudante: Entenda o motivo pelo qual a data é celebrada

Home > Universidades > Dia do Estudante: Entenda o motivo pelo qual a data é celebrada

O Dia do Estudante é comemorado no Brasil no dia 11 de agosto. Entenda a história e saiba o motivo pelo qual a data é celebrada

Dia do Estudante
Dia do Estudante é comemorado no dia 11 de agosto. | Foto: Reprodução.

O Dia do Estudante é comemorado no Brasil no dia 11 de agosto

Dia do Estudante é comemorado no Brasil no dia 11 de agosto. A data é celebrada desde 1927, ano que completou o centenário da criação dos cursos de Direito no país.

Desde 1927, o dia 11 de agosto celebra o Dia do Estudante. No entanto, a história começou há 100 anos, no dia 11 de agosto de 1827, quando Dom Pedro I deu aval para que os primeiros cursos superiores de Direito passassem a existir no Brasil.

Os cursos eram localizados em Olinda (PE) e em São Paulo capital. Ambos os cursos deram origem a universidades, sendo elas a Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

A USP foi fundada em 1930 e, antes de sua criação, foi um ponto significativo para reunir pessoas que debatiam sobre pensamento crítico cultural, sociológico, antropológico, jurídico e político, fato que contribuiu para a evolução da nação.

Primeiras universidades do Brasil

As primeiras universidades do Brasil surgiram em 1808, sendo elas academias de Cirurgia e Anatomia, da Guarda Marinha, Agricultura, Pintura e Escultura, entre outras atividades que surgiram antes do curso superior de Direito.

Apesar de existirem outras graduações antecedentes a de Direito, o Dia do Estudante é comemorado a partir da criação desse curso por ele marcar a história da educação no Brasil. Isso aconteceu, pois os acadêmicos do curso de Direito passaram a discutir ideias como o abolicionismo, republicanismo, conservadorismo, liberalismo, etc.

Antes de existirem universidades brasileiras, as pessoas que desejassem obter um ensino de nível superior precisavam ir até a Europa. Por isso, apenas pessoas de classes econômicas superiores podiam ter acesso a uma educação posterior à escola.

Apesar dos avanços nas últimas décadas, o Brasil ainda é um país com uma pequena porcentagem de cidadãos com ensino superior completo. Segundo o estudo “Education at a Glance“, apenas 21% dos brasileiros de 25 a 34 anos têm diploma de ensino superior.

Tags mais acessadas