Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Dia de rock britânico, bebê!

Dia de rock britânico, bebê!

Ontem, domingo de sol e céu limpinho – 21 de junho – foi o dia do 19º Cultura Inglesa Festival. O Festival ganhou grandes proporções em 2011, e dominou a cidade sempre com muitas atrações e, claro, encerrando tudo com um baita show.

Este ano, a cultura britânica se espalho por São Paulo entre os dias 4 e 21 de junho, com duas mostras de cinema, espetáculos do Fringe de Edimburgo, exposição sobre o universo fantástico britânico, o Kids Festival (fim de semana dedicado às crianças) e, em seu último dia, o Festival trouxe The Strypes, Gaby Amarantos e Johnny Mars.

Os primeiros shows, que começaram a animar o pessoal, foram das bandas Staff Only e Blue Drowse, formadas respectivamente por professores e alunos das escolas da Cultura Inglesa.

GIF0555

Em seguida, chegaram as atrações principais. Os garotos do The Strypes, os primeiros a se apresentarem, foram muito simpáticos com a nossa equipe (e até tiraram fotos conosco, hehe). Os rapazes assistiram os primeiros shows junto com as pessoas da área VIP e imprensa, e o fizeram até o final do festival. Em seu show, cantaram seus sucessos: “What a Shame” e “84″, conseguindo puxar a galera.

Pela felicidade e simpatia que passaram, os meninos de 19 anos se mostraram totalmente profissionais e muito apaixonados pelo Brasil. Como bons irlandeses, o estilo britânico das músicas e os seus looks foram o que mais chamou a atenção do público.

IMG-20150622-WA0102 IMG-20150621-WA0132

Com figurino inspirado em Freddie Mercurie, ‘a Diva das Divas’ como ela diz, Gaby Amarantos fez (literalmente) o Memorial da América Latina tremer.

A Rainha do Techno Brega foi além da mistura já conhecida no ritmo paraense e resolveu juntar as “Divas Britânicas” em um show animado, divertido e contagiante, provando que a diversidade é possível e dá ótimos resultados.

No repertório criado especialmente para o 19º CIF, os hits ‘Ex Mai Love’e ‘Xirley’ foram remixados aos hits de nomes como Amy Winehouse e Adele, além de versões ‘Brega’ de The Smiths, New Order e Boy George.

Gaby fez o Norte/Nordeste e a música brasileira ainda mais presente no palco com seus convidados: Liah Sophia, Ailá, Luê Soares, Daniel Peixoto e o ‘Rei da Guitarrada’ Manoel Carneiro.

Em um show com tanta diversidade, o grito contra a intolerância foi ecoado por todos, e um lindo gesto do cantor Daniel Peixoto, junto com Gaby, distribuiu girassóis em um discurso a favor do amor e do respeito entre todos.

E nesse clima de amor, respeito e ‘Fuleragy’, Gaby fechou o show com todos os convidados ao som de Galera da Laje, e como sempre muito amorosa nos agradecimentos.

GIF03 GIF60

Johnny Marr e The Smiths. Era isso o que você encontrava no Memorial ontem. Vários fãs com camisetas, LPs a serem autografados, e até tatuagem em homenagem à banda e seu frontman, Morrissey.  Mas este é um outro caso a ser discutido, talvez, em Novembro, se confirmarem sua passagem pelo Brasil.

Pontual, como a maioria dos britânicos, Johnny Marr subiu ao palco às 19h e satisfez a vontade de todos os fãs que ali estavam presentes. O ex-guitarrista da banda The Smiths já foi eleito um dos melhores guitarristas do mundo pela Rolling Stones e, atualmente, segue carreira solo com seu segundo ano consecutivo no Brasil – a promessa de um terceiro veio pela boca de Johnny ao final de seu show ontem-. Ano passado ele tocou no festival Lollapalooza, em São Paulo, e seu show teve a participação de Andy Rourke, ex-baixista do The Smiths, que também fazia um show na cidade um dia antes do evento.

Com um setlist variado entre seus sucessos e os de sua antiga banda, e que não foge do apresentado em seus shows no último ano, o músico agradou ao público, principalmente com The Messenger e There is a Light that Never Goes Out, sucesso do The Smiths que foi cantado em coro por quem ali estava – nem a área da Imprensa era imune à febre smithiana. Johnny continua cantando e tocando tão bem quanto, vejamos, sempre. A importância dele e da banda da qual fazia parte para o cenário musical internacional foi ressaltada por Gaby Amarantos, que interpretou Heaven knows I’m Miserable Now.

IMG-20150621-WA0247 IMG-20150621-WA0248

IMG-20150621-WA0251 IMG-20150622-WA0002

IMG-20150621-WA0250

No final, com os pés cansados de tanto pular e quase sem voz, podemos dizer que o Festival cumpriu tudo o que prometeu: um pedacinho da Inglaterra em São Paulo. Um intercâmbio de cultura inglesa com mais de 100 atrações e muito, muito Rock’n Roll!

GIF 01

 

Confira em seguida mais fotos do festival:

IMG-20150621-WA0121 IMG-20150621-WA0130

IMG-20150621-WA0145 IMG-20150621-WA0204

IMG-20150621-WA0236 IMG-20150621-WA0228

IMG-20150621-WA0174 IMG-20150621-WA0169

IMG-20150621-WA0184 IMG-20150621-WA0202

IMG-20150621-WA0168 IMG-20150621-WA0238

 

Por: Aline Oliveira, Gabrielle Batista, Izabela Souza e Luiz Meneses – Fala!M.A.C.K

0 Comentários

Tags mais acessadas