Menu & Busca
Danilo Gentili é condenado por injúria à Maria do Rosário

Danilo Gentili é condenado por injúria à Maria do Rosário


O apresentador passará 6 meses e 28 dias em regime semi-aberto.

Danilo Gentili, apresentador do programa “The Noite” no SBT, foi condenado ontem (10/04) por crime de injúria machista contra Maria do Rosário, deputada federal do PT.  O presidente Jair Bolsonaro se manifestou no Twitter em defesa de Gentili.


A condenação, julgada por Maria Isabel do Prado, ocorreu em virtude de uma postagem feito por Danilo Gentili no Twitter em 2016, onde chamava a deputada de “puta”. A juíza  declarou que o apresentador caluniou a deputada, “ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro, atribuindo-lhe alcunha ofensiva, bem como expôs, em tom de deboche, a imagem dos servidores públicos federais e a Câmara dos Deputados”. e diz também diz que “o réu extravasou os limites da liberdade de manifestação de pensamento de forma abusiva e criminosa”.

Muitos foram contra Danilo Gentili, em apoio a condenação. Além disso, a manifestação de Bolsonaro gerou revolta:

Após receber a notícia, Danilo reagiu de forma brincalhona dizendo para equipe do The Noite: “Tem que ir me visitar na cadeia se não tá demitido hein”, e se manifestou em relação a condenação:

Em 2016, Danilo afrontou a deputada diretamente no Twitter. Uma onda de tweets se seguiram até Danilo receber uma notificação extrajudicial, documento enviado pela Procuradoria Parlamentar da Câmara dos Deputados com um pedido de conciliação extrajudicial para que apagasse as postagens. Em resposta, Danilo publicou um vídeo onde rasgava a carta, a esfregava em suas partes íntimas e enviava de volta a parlamentar.

Danilo Gentili foi defendido por diversas personalidades famosas, por acreditarem que ele tinha sim o direito de se manifestar. A situação deixa questionável os limites entre a liberdade de expressão e o desrespeito.

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas