Home / Colunas / Cinema / Curta: Dúdú para Todas as Crianças

Curta: Dúdú para Todas as Crianças


DÚDÚ PARA TODAS AS CRIANÇAS

No dia 12 de outubro de 2018, Dia das Crianças, estreia o curta Dúdú e o Lápis Cor da Pele no canal da Take a Take no Youtube!

O curta conta a história de Dudu, um menino negro de 7 anos que, após escutar o termo “lápis cor da pele” durante uma aula de artes, pela própria professora, fica confuso e sai tentando entender sua própria identidade, buscando quem se enquadraria nesse padrão de cor de pele. Dúdú e o Lápis Cor da Pele é uma história contada pelo ponto de vista inocente e curioso de uma criança, porém retratando essa questão séria do racismo velado na nossa sociedade, se passando em uma escola particular, com uma criança de classe média, para mostrar também que certos preconceitos não são exclusivos da periferia.

Dúdú é um filme bastante pertinente para o momento atual da sociedade brasileira, que cada vez mais luta pela aceitação, tolerância e fim dos abismos existentes entre a vida real e os padrões estéticos impostos. O filme aborda, com muita sensibilidade, a questão do preconceito racial, já presente desde a infância e como as crianças vítimas desse preconceito, muitas vezes despercebidos pela maioria, reagem a eles.

Pela abordagem delicada ao assunto, diversas escolas já se mostraram interessadas em passar o curta-metragem para seus alunos, então decidimos disponibilizá-lo online para que todos que quiserem assistir possam ter acesso à obra.

Confira o teaser:


Confira o making of:

Confira também

Unicórnios: onde começou essa moda?

Os Unicórnios dominaram tudo, deixando para trás os flamingos e os abacaxis. Hoje em dia ...

Um comentário

  1. Leandra Aieedo

    Maravilhoso muito bom tema a ser discutido.

    Vemos como realmente o racismo está impregnado em nossas atitudes, palavras e gestos.

    Parabéns a toda a equipe que participou desta produção.

    Ou roteirista Cleber Marques e diretor Miguel Rodrigues que tiveram a sensibilidade do desenvolvimento deste roteiro e direção.
    Marcelo Coutinho pela direção de fotografia e Ubenes Porto pela luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *