Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
5 curiosidades sobre a Copa América que você provavelmente não sabia

5 curiosidades sobre a Copa América que você provavelmente não sabia

Por Tatiany Mercatelli – Fala! Cásperm Líbero

O torneio de seleções mais antigo do mundo se prepara para sua 46ª edição com dois convidados da Ásia: Qatar e Japão. O país-sede da edição de 2019 será o Brasil, que já havia sido o anfitrião da Copa das Confederações, em 2013, da Copa do Mundo de 2014, além dos Jogos Olímpicos de 2016. O evento que está programado para começar 14 de junho, e se estende até o dia 7 de julho de 2019. Será realizado em cinco cidades diferentes disponíveis para os jogos, sendo que São Paulo sediará os jogos no Morumbi e na Arena Corinthians.

Enquanto a bola não rola, vasculhamos as memórias do torneio para encontrar alguns fatos curiosos que aconteceram durante a competição nestes anos de história.

  • Japão na Copa América: A seleção japonesa foi, até então, a única equipe sem ser do continente americano convidada a participar da Copa América. Sua estreia foi em 1999, os azuis foram eliminados na fase de grupos. Porém, em 2011 e 2015 voltaram a ser chamados, mas ambas as vezes não tiveram como participar. A primeira por conta do terremoto que abalou o país meses antes do início da competição em 2011. Já em 2015, o problema era desfalcar os clubes locais, convocando os principais jogadores.
  • Supremacia celeste: O maior campeão da história da Copa América é o Uruguai. Com 15 títulos, os uruguaios têm uma taça de vantagem em relação a Argentina – que não leva o caneco desde 1993. A última vitória uruguaia aconteceu em 2011.
  • Ronaldo Fenômeno usou fraldas: Aos 22 anos a balança já era um problema na carreira do Fenômeno. O atacante se apresentou acima do peso para disputar a Copa América de 1999. E teve que usar um método um tanto quanto alternativo paralivrar-se dos quilos extras. Vanderlei Luxemburgo revelou a história alguns anos mais tarde, em que o atacante tomou Xenical (remédio para diminuição de peso). Ronaldo teve de ficar andando com um fraldão, já que uns dos efeitos colaterais do remédio é o aumento das evacuações.
  • Anfitriões bem na fita: Todos os torneios da Copa América realizados no Brasil e no Uruguai foram ganhos pelo dono da casa. O Brasil sediou o evento quatro vezes, tendo obtido oito conquistas, e pode levantar o caneco em 2019 pela enésima vez.
  • Família Campeã: Quando conquistou a Copa América com o Uruguai em 2011, Diego Forlán completou uma história futebolística familiar. Isto porque o camisa 10 foi a terceira geração de sua família a levantar a taça. Antes dele, seu pai, Pablo Forlán ganhou a copa em 1967, e seu avô materno, Juan Carlos Corrazo (como treinador) venceu a Copa América nos anos 50.

0 Comentários

Tags mais acessadas