Home / Colunas / Cinema / Crítica: Os Incríveis 2

Crítica: Os Incríveis 2

Julia Helena Taravella Tabach – Fala!Cásper

 

Como o filme Os Incríveis 2 apresenta uma trama versátil, capaz de atrair públicos de todas as idades.

(Contém spoilers!)

No dia 28 de junho estreou nos cinemas brasileiros uma das animações mais esperadas de 2018. Partindo do estágio no qual o primeiro filme terminou, Os Incríveis 2 começa em uma cidade onde os super-heróis continuam ilegais. Assim, a família Pêra acaba sendo perseguida pela polícia e precisa se esconder.

Resultado de imagem para memes os incriveis 2 gif

É quando entram em cena Winston e Evelyn Deavor, donos de uma empresa de telecomunicações, que propõem um plano para retirar os super-heróis da ilegalidade. A ideia é levar um herói para combater o crime em um dos locais mais violentos da região. E a Mulher-Elástica (Helena), é a escolhida para a missão. Logo, Roberto (Sr. Incrível), precisa ficar em casa e cuidar dos filhos.

Essa troca de papéis é um dos pontos que mais chamam atenção durante o filme. A animação inverte os padrões de gênero ao mostrar um homem encarregado dos afazeres familiares e domésticos. Nesse sentido, outra surpresa é a escolha de Evelyn Deavor como vilã. Misturando vários estereótipos de vilão, como “cientista maluco”, “gênio maligno da computação” e “órfão traumatizado”, Evelyn, sob o pseudônimo de Hipnotizador, invade as transmissões televisivas, dissemina mensagens contra os super-heróis e desenvolve um dispositivo capaz de manipulá-los.

Seguindo a linha das animações mais recentes da Disney, como Frozen (2013), a vilã de Os Incríveis 2 é o personagem mais bem construído do filme. Os conflitos que levaram Evelyn a lutar contra os super-heróis, assim como os meios que ela utiliza para isso, são explicados e desenvolvidos ao longo da trama, criando uma identificação dos espectadores com a antagonista. Evelyn, acreditando que os heróis foram responsáveis pela morte de seus pais, usou de inteligência e paciência para colocar os superdotados em um caminho de autodestruição.

As interações entre Evelyn e Helena rendem os momentos mais interessantes da animação. Apesar de estarem em lados opostos, existe uma cumplicidade entre as duas. Ambas são mulheres fortes e seguras que desenvolveram meios, muito diferentes, de superar as dificuldades que encontraram. Como Evelyn resume em uma de suas últimas falas: “O mais triste de tudo isso é, que em outro contexto, nós poderíamos ter sido amigas”.

Resultado de imagem para memes os incriveis 2 gif

Evelyn e Helena também são as responsáveis pela aprovação do longa no teste de Bechdel. Mencionado pela primeira vez em uma tirinha da cartunista Alison Bechdel no ano de 1985, o teste é usado para avaliar a representação feminina nas produções cinematográficas. Para um filme ser aprovado, é preciso conter duas personagens femininas nomeadas e que conversem entre si sobre um assunto que não seja referente aos homens. Nesse caso, foram os contrastes e as semelhanças entre heroína e vilã que garantiram a aprovação da animação.

Outras personagens femininas que se destacam são Violeta Pêra e Edna Moda. Violeta deixa de usar a invisibilidade para preservar sua timidez e tem a iniciativa de se reapresentar para Toninho, que teve as lembranças de sua relação com a menina apagadas pelo agente Ricardo Dicker. Já Edna vai além de sua função de estilista e ajuda Beto a lidar com Zezé, caçula da família Pêra que começa a manifestar muitos superpoderes incontroláveis, sendo a autora de uma das falas mais icônicas do filme: “Paternidade, quando feita corretamente, é um grande trabalho heroico”.

Aliás, o bebê exerce um papel importante na animação. As cenas de Zezé, geralmente carregadas de humor, se opõem aos outros núcleos do enredo, mais focados em discutir questões sociais. A luta entre Zezé e um guaxinim, por exemplo, momento em que o bebê descobre seus poderes, é um dos trechos mais engraçados do filme. Além disso, o pequeno é uma peça essencial para o desfecho da trama, já que suas habilidades são usadas para libertar os heróis e derrotar Evelyn.

Resultado de imagem para memes os incriveis 2 gif

O filme também surpreende do ponto de vista técnico. A Pixar optou por manter os traços marcados e angulosos com os quais a família Pêra foi apresentada em 2004, o que criou um contraste interessante com os efeitos mais modernos usados para dar um tom realista aos outros personagens.

Essa mistura de desenho animado, feminismo, humor e nostalgia tem rendido à Pixar a melhor estreia dos últimos anos. Os Incríveis 2 superou Procurando Dory (2016), e já faturou US$ 646 milhões em bilheteria mundial. A versatilidade do filme, que consegue mesclar super-vilãs com super-bebês, é a principal razão de seu sucesso e tem conquistado os fãs, de todas as idades, da Mulher-Elástica e do Sr. Incrível.

Confira também

Senegaleses tentam recomeço em São Paulo

Por Joice Martins – Fala!MACK   Recomeço – Senegaleses tentam nova vida em São Paulo Imigrantes ...

Um comentário

  1. Antonia Almeida

    A historia está bem estruturada, o final é o melhor. Tinha escutado muitos elogios e depois de ver devo de dizer que realmente essa animação é excelente e muito criativa, o filme é uma viagem cheia de diversão, emoção e aventura. Adoro os filmes de animação, são muito divertidos, um dos meus preferidos é Lego Ninjago, é um filme maravilhoso em todos os aspectos. Tem uma grande animação e uma trilha sonora muito bem elaborada. É um filme feito para crianças, mas seguramente vai agradar aos adultos. Eu verei novamente em: https://br.hbomax.tv/movie/TTL612336/Lego-Ninjago-O-Filme é para ver uma e outra vez mais. É um filme que sem importar o estado de animo em que você se encontre, irá lhe ajudar a relaxar um pouco .O ritmo da historia é ameno e a mensagem que tem o filme é muito fofa, definitivamente recomendado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *