Construção de condomínios: veja como funciona o processo
Menu & Busca
Construção de condomínios: veja como funciona o processo

Construção de condomínios: veja como funciona o processo

Home > Notícias > Mercado > Construção de condomínios: veja como funciona o processo

Construir uma casa não é um processo fácil. Conseguir fazer com que todas as paredes se alinhem, com que as conexões estejam em seu devido lugar, fazer com que o sistema hidráulico esteja perfeito é desafiador. Além disso, fazer com que o pedreiro, eletricista, arquiteto, encanador, carpinteiro, colocador de piso e ladrilheiro trabalhem em harmonia é complicado. A construção de condomínios, portanto, é bem mais instigante e complexa, em que um erro bobo pode colocar tudo a perder. 

construção de condomínios
Obra de condomínio no bairro de Boa Viagem | Foto: Reforme Fácil.

A busca por lugares fechados para morar vem aumentando consideravelmente, em decorrência da necessidade de segurança. Os condomínios vêm sendo uma alternativa prática e mais rápida para quem zela por sua integridade e privacidade, por isso a demanda pela construção está aumentando consideravelmente.

Abaixo, listamos uma série de elementos fundamentais para que o processo de construção de um condomínio seja impecável, seguro e, o mais importante, duradouro.

O que é necessário para construir um condomínio?

Antes do início da obra, é preciso levar em conta uma série de elementos, como documentos e regulamentações, para depois dar início à construção. A primeira etapa consiste em:

A escolha do terreno

Primeira etapa, leva-se em conta diversos aspectos que farão parte do futuro do projeto: fornecimento de água e energia, iluminação, o tipo de energia, características do solo, segurança e estrutura sanitária.

Emissão do CNPJ

Assim que o proprietário entra em contato com a construtora, é bom que já esteja com esse documento em mãos para o adiantamento do processo.

Garantir o licenciamento

Para ser feito, deve-se procurar a prefeitura da cidade e analisar todos os documentos que são necessários para a garantia.

Alvará de construção

Para isso, você deverá apresentar um escopo do projeto, ou o projeto pronto, aprovado e reconhecido por um engenheiro e já ter contratado uma construtora.

Convenção de condomínio

Contrato social do condomínio, segundo o Código Civil.

A segunda etapa consiste em realizar o projeto estrutural e arquitetônico, através de engenheiros e arquitetos. 

A terceira e última etapa é a obra propriamente dita, em que se conta com o apoio de inúmeros profissionais, entre eles: pedreiros, eletricistas, encanadores, carpinteiros, colocadores de piso, jardineiros, ladrilheiros, marceneiros, pintores, etc.

Como transformar um terreno em condomínio?

Uma construção não será iniciada se o terreno estiver todo desnivelado, sujo, impróprio e com materiais indesejáveis. Por isso, antes de começar qualquer tipo de levantamento, é essencial que haja a preparação do terreno para receber os materiais. 

Alguns processos precisam ser feitos para uma boa utilização da área. Primeiro, faz-se a limpeza do terreno. Essa etapa pode ser dividida em limpeza vegetal – etapa em que são retiradas todas as gramas, arbustos, árvores (com aprovação da prefeitura), enfim, tudo que estiver relacionado com a vegetação superficial do local – e em limpeza de materiais indesejados – ou seja, a demolição de antigas construções, retiradas de cupinzeiros, etc. 

Depois da limpeza, é feito o nivelamento (ou terraplanagem), ou seja, acontece a planificação do terreno. Após esses processos mais complexos, acontece a sondagem do solo, a retirada de entulhos e, em algumas ocasiões, o rebaixamento do lençol freático.

Quanto custa para construir um condomínio?

Um condomínio pode ter tanto cinco quanto dez casas. Por esse motivo, e por outros como localização, terreno, agilidade do processo, tamanho e tipo de condomínio, o valor varia bastante. 

No caso de um condomínio de casas, a média de preços para um espaço com cerca de sete casas de mais ou menos 120 m² é de R$ 12.000.000,00.

Para um condomínio fechado, com casa ou prédios, a média de valor aumenta um pouco, podendo chegar a R$ 22.000.000,00 para dez casas com área de lazer.

Já no caso de condomínio de prédios, o preço para a construção pode chegar até R$ 40.000.000,00 com uma torre e área de lazer.

Como funciona a construção de condomínios?

Para a fase de construção, primeiramente todos os documentos devem estar em dia e guardados pelo proprietário e/ou síndico, como: habite-se expedido pela prefeitura; alvará de aprovação da construtora; alvará para instalação de elevadores, se necessário; auto de vistoria emitido pelo corpo de bombeiros; projetos executivos de instalação de rede elétrica, para-raios, paisagismo, entre outros. Também, é preciso ter o manual do proprietário; certificado de garantia dos equipamentos utilizados no local, como interfones, elevadores e portões elétricos; notas fiscais desses mesmos equipamentos e memorial do condomínio.

Depois da checagem dos documentos, dá-se início à estruturação de toda a sustentação da construção. Instalação de forros, coberturas, sistema hidráulico, energia, vigas, lajes, etc. Durante a fase de obras, uma espécie de armazém deve ser instalado próximo ao local de construção para o depósito de materiais e recursos, e também deve ser providenciado instalações de água e energia, assim como a instalação de vasos sanitários para os trabalhadores. Essa fase dura cerca de 50% de todo tempo da construção do condomínio.

Após a estruturação, é hora de dar o acabamento ao condomínio, fazendo o revestimento, limpeza e toda a parte estética. Nessa hora, são aplicados os azulejos, acabamentos em gesso, decorações de vidro, carpetes, cerâmicas, toda a parte externa de jardinagem e área de lazer, pintura, etc. 

Depois disso, se toda documentação estiver atualizada, o condomínio está pronto para ser comercializado e utilizado. 

Conheça a Reforme Fácil

Para segurança e durabilidade do condomínio, o ideal é que se produza um calendário de manutenção e reforma, além do escopo do projeto. Assim, você pode evitar que algum infortúnio aconteça no futuro, e fará com que os jardineiros, marceneiros, pintores e demais trabalhadores da construção trabalhem com organização. Para isso, é necessário a contratação de uma construtora e reformadora de confiança. Tendo isso em mente, a Reforme Fácil é uma ótima opção. É uma empresa segmentada no mercado de construção e produção, fundada em 2002, que por todos esses anos vem acumulando experiência e tradição na construção de condomínios, imóveis residenciais e comerciais. Com isso, tornou-se uma empresa altamente qualificada que oferece a solução com agilidade e uma gestão responsável e eficiente.

________________________________
Por Paulo Matheus – Fala! UFRPE

Tags mais acessadas