Conheça os cinco melhores clássicos do cinema francês
Menu & Busca
Conheça os cinco melhores clássicos do cinema francês

Conheça os cinco melhores clássicos do cinema francês

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Conheça os cinco melhores clássicos do cinema francês

O pioneirismo do cinema na francês foi essencial para a consolidação da indústria francesa como uma das maiores do mundo. Desenvolvido em 1895 pelos irmãos Lumiére, essa arte no país se consolidou em diferentes épocas, sempre com filmes de alta qualidade e importância.

Assim, veja cinco filmes clássicos da França.

cinema francês
Conheça os cinco melhores clássicos do cinema francês. | Foto: Reprodução.

5 clássicos do cinema francês

1. O Demônio das Onze Horas (1965)

Dirigido pelo mestre da Nouvelle Vague Jean-Luc Godard, o filme narra a viagem feita por Ferdinand (Jean-Paul Belmondo) e Marianne (Anna Karina), que termina em um banho de sangue.

O Demônio das Onze Horas foi indicado a cinco prêmios, incluindo o Leão de Ouro do Festival de Veneza. 

2. A Regra do Jogo (1939)

Essa obra de Jean Renoir é um retrato sobre as relações entre classes sociais, tendo sua trama desenvolvida dentro de uma mansão na França.

O filme recebeu um Prêmio Bodil na categoria de Melhor Filme Europeu. 

clássicos do cinema francês
Cartaz do filme A Regra do Jogo. | Foto: Reprodução.

3. Le Voyage dans la Lune (1902)

Apesar de se tratar de um curta-metragem, foi extremamente importante para o desenvolvimento do cinema e da linguagem cinematográfica.

Usando técnicas inovadoras em uma época em que o cinema era uma primitiva forma de arte e linguagem, a obra narra a história de um grupo de cinco astronautas que viajam à Lua.

Você pode conferir o filme completo abaixo:

4. Os Incompreendidos (1959)

Também produzido durante a Nouvelle Vague, esse filme de François Truffaut é um retrato realista e doloroso. Nele, o jovem Antoine (interpretado por Jean-Piérre Leaud) passa por diversas complicações, incluindo problemas com a lei, quando autoridades não confiam nele.

A obra venceu três prêmios, incluindo o Prêmio de Melhor Diretor do Festival de Cannes. 

5. A Paixão de Joana D’arc (1928)

Dirigido pelo dinamarquês Carl Theodor Dreyer, esse filme biográfico de Joana D’arc ocorre nas últimas horas de vida da mártir.

A grandeza da obra se caracteriza, principalmente, pela atuação de Renée Falconetti. 

____________________________
Por Victor Livi – Fala! Cásper

Tags mais acessadas