Conheça os 5 melhores jogadores de futebol argentinos da atualidade
Menu & Busca
Conheça os 5 melhores jogadores de futebol argentinos da atualidade

Conheça os 5 melhores jogadores de futebol argentinos da atualidade

Home > Notícias > Esporte > Conheça os 5 melhores jogadores de futebol argentinos da atualidade

O futebol argentino sempre foi fascinante, o esporte mais praticado e que contém uma história muito antiga e importante para o país. Assim como nosso Brasil é denominado o país do futebol, a Argentina não passa muito longe deste privilégio.

Na Argentina, o esporte que contém mais atletas federados é o futebol. Contendo cerca de 900.000 jogadores (pesquisa no ano de 2019) e, hoje em dia, o número com certeza já ultrapassou do milhão. De crianças que sonham em jogar bola até os idosos mais fanáticos pelo seus times, a população do país é apaixonada pelo esporte. A data considerada como marco inicial do futebol na Argentina foi em 20 de junho de 1867, na cidade de Buenos Aires, onde ocorreu o jogo entre Buenos Aires Cricket Club e Buenos Ayres Football Club.

E em 1893, a Asociación del Fútbol Argentino (AFA) foi criada, tendo como responsabilidade a organização dos campeonatos nacionais, sendo elas as ligas, copas e até as partidas da seleção. O torneio nacional de liga, existente e jogado até hoje, é o terceiro mais antigo da história e fica atrás apenas da liga britânica e holandesa. Em questão de história internacional, a Argentina é campeã de duas Copas do Mundo (1978 e 1986) e atingiu a segunda colocação em outras três vezes (1930, 1990 e 2014).  

Além da seleção ser muito vitoriosa e possuir um campeonato muito disputado com grandes times, a Argentina também é uma fábrica de craques desde muitos anos atrás. Atualmente, a seleção não conta com tantos triunfos, mas esse fato não diminui a qualidade da liga Argentina e dos jogadores de seu país. Dito isso, vamos conhecer os cinco melhores jogadores argentinos atualmente.

Melhores jogadores de futebol argentinos

1- Lautaro Martínez

futebol argentino
Um jogador que já tem grande sucesso no futebol argentino, apesar de novo, é Lautaro Martínez. | Foto: Reprodução.

Lautaro Javier Martínez, nascido em 23 de agosto de 1997 (23 anos), é atualmente, o centroavante titular do time da Inter de Milão e uma das peças mais importantes da equipe. Cresceu na cidade de Bahia Blanca, na província de Buenos Aires. Lautaro começou sua carreira jogando no Clube Atlético Liniers de Bahia Branca, ao jogar pela seleção sub-17 da liga regional da província de Buenos Aires, Martínez começa a despertar interesse do Racing Club, que o contratou para a pré-temporada em 2014.

Ao fazer sua estreia vindo do banco de reservas, Martínez entrou no lugar do ídolo do clube e famoso jogador Diego Milito, e aos poucos conquistou cada vez mais espaço dentro do Racing. Com boas atuações no clube e na seleção sub-20, Lautaro entrou na mira de gigantes clubes europeus como: Real Madrid, Inter de Milão e Atlético de Madrid.

Por indicação de Diego Milito, seu antigo companheiro de clube no Racing e ídolo do Inter de Milão, Lautaro acertou a negociação com o Internazionale em 4 de julho de 2018. A partir de sua chegada na Inter, o argentino conquistou rapidamente seu lugar como titular no clube por conta de boas partidas, tanto na liga italiana, quanto em torneios internacionais.

O jovem promissor argentino atualmente conta com seu companheiro de posição e grande jogador Romelu Lukaku. Ambos estão fazendo uma ótima temporada e marcando muitos gols para a Internazionale, não é por acaso que são líderes da liga nacional. 

​2- Ángel Di María

Ángel Di María
Um dos principais destaques do futebol argentino é Ángel Di María. | Foto: Reprodução.

Ángel Fabián Di María Hernández, nascido no dia 14 de fevereiro de 1988 (33 anos), em Rosário, cidade residente da província de Santa Fé. Di María começou sua carreira jogando na base do Rosário Central e foi promovido, aos 17 anos, para o time principal. O jogador chegou a impressionar ainda jovem, no mundial sub-20 em 2007, marcando três gols e conquistando o título para a seleção da Argentina, chamando atenção do mercado europeu.

Ángel recusou propostas de fora e decidiu continuar no Rosário, onde fez uma boa passagem em relação a sua idade. Porém, recebeu uma proposta do Benfica onde conquistou rapidamente sua titularidade, mas sem impressionar muito durante seus primeiros anos no time português. Depois de alguns anos, o técnico Jorge Jesus assume o comando do time e faz o jovem argentino engrenar com seu habilidoso futebol. Nesta boa fase de Di María, ele foi considerado o melhor jogador da liga portuguesa e líder de assistências. 

Devido a grandes atuações pelo Benfica, Ángel chama atenção do mercado novamente e é contratado pelo gigante Real Madrid. Jogando pelos Galácticos, o argentino fazia parte do quarteto de ataque mortal na época, que se dividia entre Cristiano Ronaldo e Di María pelas pontas, Higuaín como centroavante e Mesut Özil armando as jogadas. 
O argentino fez grandes partidas e teve muito impacto em decisões importantes jogando pelos merengues. Nesta época o Barcelona, maior rival do Real Madrid, estava em ascensão, fazendo com que o Real tivesse dificuldades para alcançar o barça. Porém em sua última temporada (2013-2014) pelos galácticos, Ángel consegue vencer a Champions League, levantando a décima taça do clube. Di María alcança sua melhor fase pelo clube de Madrid e para surpresa de muitos na época, é vendido para o Manchester United.

A transferência de Ángel foi fechada em valor recorde para a época. Foi a negociação mais alta já feita por um clube Inglês, custando cerca de 59,7 milhões de libras para o cofre dos Red Devils.

A passagem do argentino no clube inglês foi boa para o time e ao mesmo tempo péssima para o jogador. Di María jogava em diversas posições em campo por ordem do técnico, o qual Ángel não se entendia muito bem; além disso, o jogador não conseguia se adaptar à cidade fria e nublada de Manchester. Lesões, dificuldade de fazer amizade com seus companheiros e, por fim, o assalto em sua casa. Esses fatores e principalmente o susto que Ángel e sua família levaram, fizeram com que a sua passagem na Inglaterra durasse apenas um ano.

Esses problemas resultaram na insatisfação do argentino, que fechou contrato, desta vez, com o PSG, clube o qual defende até hoje. Nos seus primeiros anos defendendo o clube de Paris, Ángel era um dos destaques da equipe, apenas atrás de Zlatan Ibrahimovic. Com a saída do atacante artilheiro da equipe, Di María torna-se o destaque individual e faz grandes atuações. Mas seu brilho acaba sendo ofuscado com a chegada do craque Neymar e do jovem atacante francês Mbappé, resultando em uma fase difícil para o argentino que chegou até a virar banco no elenco. 

Hoje em dia, o ponta direita argentino é uma das peças mais importantes para o gigante time de Paris e pretende conquistar ainda mais títulos ao lado de seus companheiros.

3- Paulo Dybala

futebol
Argentino Paulo Dybala. | Foto: Reprodução.

Paulo Exequiel Dybala, atacante argentino de 27 anos, nascido em 13 de novembro de 1993 em Laguna Larga, é um excelente e habilidoso canhoto que joga atualmente na Juventus. Paulo começou jogando nas categorias de base do humilde time da segunda divisão, chamado Instituto Atlético Central Córdoba, e subiu ao time principal por seu talento espetacular para um jogador tão jovem.

Recebendo o apelido de “La Joya” (A Joia), Dybala foi vendido para o Palermo da Itália, time que jogava a primeira divisão da liga italiana e, hoje em dia, encontra-se disputando a série C.

Em seu início pelo clube italiano, Paulo teve uma difícil adaptação, ficando meio apagado durante dois anos. Depois da fase de adaptação, o jovem argentino finalmente conseguiu brilhar e fez uma grande passagem pelo Palermo. Marcando treze gols e dez assistências em 34 jogos pela sua terceira temporada na Itália, Dybala chamou atenção de diversos clubes europeus e acabou fechando com a Juve.

O jogador foi contratado pelo gigante clube italiano por 32 milhões de euros e assinou um contrato de 5 anos. Desde sua chegada em 2015 até hoje, Dybala segue marcando gols e distribuindo assistências, com seu estilo de jogo que encaixa como um armador e um finalizador nato, não deixando de lado sua grande habilidade técnica com a bola nos pés. Em 2017, ele renovou com a Juventus e começou a usar a camisa número 10, com um salário milionário que é estimado em 7 milhões de euros por temporada.

Na temporada 2020/2021, infelizmente Paulo lesionou-se e jogou poucas partidas, mas, com certeza, quando puder voltar em campo, teremos uma volta avassaladora do atacante argentino, com muitos gols e conquistas pela juve.

​4- Kun Agüero

melhores jogadores de futebol
Kun Agüero ganha destaque no futebol argentino. | Foto: Reprodução.

​Sergio Leonel Agüero Dell Castillo, mais conhecido como Sergio Agüero, Kun Agüero ou apenas Agüero é um atacante de 32 anos que atua no Manchester City. Kun nasceu em Buenos Aires no dia 2 de junho de 1988, e recebeu este apelido por conta de um desenho japonês que gostava quando criança. Seu talento no futebol já era nítido nesta época de sua infância. Estreou pelo Clube Atlético Independente aos seus 15 anos de idade e foi considerado o jogador mais jovem a atuar no campeonato argentino.

Agüero foi ganhando muita popularidade na Argentina e pela sua grande habilidade para sua idade, recebia diversas comparações a grandes ídolos argentinos, como Maradona. Quando tinha 17 anos, foi considerado o melhor jogador da Liga Argentina e acabou sendo cotado como possível convocação para defender a Argentina na Copa do Mundo de 2006. Agüero acabou não sendo chamado, e ao fim da temporada, já havia acertado com o Atlético de Madrid por 20 milhões de euros.

No clube espanhol, Sergio ficou apagado durante seu primeiro ano e teve difícil adaptação. Em sua segunda temporada, Kun tinha acabado de vencer seu segundo mundial sub-20 pela Argentina e terminou como artilheiro da competição. Apenas isso já serviu de inspiração para o jovem argentino fazer uma grande temporada pelo clube de Madrid, impressionando a todos e exercendo um grande papel com sua dupla de ataque e ídolo uruguaio: Diego Forlán.

Nessa temporada, o argentino ficou em terceiro colocado na artilharia, superando Raúl e ficando atrás apenas de Luís Fabiano e Daniel Güiza, ajudando o time de Madrid a voltar a Champions League após doze anos. Agüero fez grandes partidas pelo clube, não só em campeonatos nacionais, mas também em partidas internacionais pela Champions e Europa League (segundo maior campeonato internacional). Em sua última temporada pelo clube Espanhol, Sergio conseguiu seu primeiro título, a Europa League. Vencendo a final contra o clube inglês Fulham, por 2 a 1.

Então, Kun foi transferido para seu clube atual, o Manchester City. O argentino chegou com moral no clube inglês, depois de ser disputado por diversos clubes europeus e por ser a negociação mais alta feita pelo City. Em sua primeira temporada pelos citiziens, Agüero chegou badalado e mostrou seu potencial com um grande feito. O Machester City estava há 44 anos sem levantar a taça do campeonato mais importante do país, a Premier League.

Sergio estava fazendo ótimas atuações, muitos gols decisivos e ajudando seu novo clube a conseguir o tão sonhado título, que ficou longe durante muitos anos. Chegando ao final da temporada, a tabela encontrava-se muito acirrada e sendo disputada entre os dois clubes de Manchester, Os Reds vs Citiziens. 

Na última rodada, o City jogava contra o QPR em um confronto extremamente dramático. No primeiro tempo, o jogo encontrava-se “tranquilo” para os Blues com o placar provisório de 1 a 0. No segundo tempo, QPR virou o jogo e deixou o placar perigoso para o City, que precisava da vitória para consagrar-se campeão. Aos 46 do segundo tempo, Dzeko, atacante e companheiro de posição do argentino empatou o jogo. City encontrava-se esperançoso, porém o relógio estava quase chegando ao fim, até que Agüero fez o tão sonhado gol da vitória, conquistando o título e virando herói da torcida, além de ídolo do clube! 

Agüero, com certeza, foi um dos principais influentes da grande retomada do Manchester City para o seu futebol de nível mundial existente nos dias atuais. Ídolo do clube, o argentino possui 257 gols e 73 assistências em 384 jogos disputados.

​5- Lionel Messi

Lionel Messi
Um dos maiores craques do futebol, Lionel Messi. | Foto: Reprodução.

Lionel Andrés Messi Cuccittini, nascido em Rosário, no dia 24 de junho de 1987, é um dos melhores jogadores da história​ do futebol. O argentino está nesse posto durante anos, apenas tendo como concorrente à sua altura, o craque português Cristiano Ronaldo. Lionel começou a jogar no Newell´s Old Boys, clube argentino residente na cidade onde Messi cresceu. O pequeno argentino já demonstrava muita genialidade com a bola desde seus 4 anos e jogou dos 11 aos 13 anos de idade no clube rojinegro. Messi demonstrava muita facilidade e conexão com a bola, jogava com companheiros e adversários de 18 anos de idade, e mesmo assim fazia parecer fácil, destacando-se entre a maioria.

A sua história no Futbol Club Barcelona iniciou-se quando os pais de Lionel decidem se mudar para Catalunha por conta de uma crise financeira na Argentina. Devido ao seu brilho com a bola, Messi foi chamado para fazer uma peneira no Barcelona. O jovem craque conseguiu o contrato com o clube Catalão e impressionou na temporada juvenil, ele tinha 37 gols em 30 jogos. O argentino começou a se destacar e ganhou moral do time profissional por jogadores como Ronaldinho Gaúcho e Juan Román Riquelme.

O Et foi promovido ao time principal aos dezesseis anos, mas só foi ter oportunidade de mostrar seu talento de outro mundo quando completou dezoito anos, onde foi conseguindo espaço no time titular e iniciando a sua coleção de títulos e recordes pelo clube espanhol. A carreira de Lionel começou a despertar na temporada de 2008-2009, onde Messi foi a peça mais importante do elenco do Barça para a conquista da tríplice coroa. Resultado de sua incrível atuação ao vencer três campeonatos pelo Barcelona, em 2009, o jogador venceu o seu primeiro prêmio de melhor jogador do mundo eleito pela Fifa, a Ballon d´Or.

Na temporada 2010-2011, Messi completou seus primeiros 100 gols pelo clube espanhol, daí para frente, ele bateu mais recordes e conquistas pelo Barça, conquistando quatro bolas de ouros seguidas e tendo seis ao total, é o jogador que mais conquistou o prêmio de melhor jogador do mundo. Hoje em dia, o argentino segue firme no clube catalão, mas admite a vontade de deixar o clube depois de ter passado mais de vinte anos em sua atuação.

Resumidamente, seria quase impossível apresentar todos recordes e contar um pouco sobre cada temporada de Messi em sua jornada pelo Barça. O craque já conquistou de tudo e mais um pouco pelo clube de Barcelona e pretende alcançar ainda mais títulos em um novo futuro clube. Qual será o sortudo que terá o privilégio de contar com as belíssimas atuações de Lionel Messi?

Por fim, com esses cinco jogadores argentinos podemos ter um pouco mais de noção da grandeza da Argentina no universo futebolístico. Além de craques atuais, também temos ídolos já aposentados e alguns que, infelizmente, já se foram, como Diego Maradona. Os respectivos argentinos citados na lista, além de deixarem marcas em clubes que passaram, também influenciaram na seleção de seu país com grandes atuações. 

____________________________________
Por Felipe Camboa Castiglia Voivodic – Fala! Cásper

Tags mais acessadas