Conheça cinco livros brasileiros escritos por mulheres
Menu & Busca
Conheça cinco livros brasileiros escritos por mulheres

Conheça cinco livros brasileiros escritos por mulheres

Home > Entretenimento > Cultura > Conheça cinco livros brasileiros escritos por mulheres

Por mais que a grande maioria dos livros considerados clássicos sejam de autoria masculina, as raízes literárias nacionais devem muito às escritas de mulheres

Conheça, agora, 5 livros brasileiros escritos por mulheres.

Livros brasileiros escritos por mulheres

1- Úrsula, de Maria Firmina dos Reis

livros brasileiros escritos por mulheres
Úrsula, de Maria Firmina dos Reis. | Foto: Reprodução.

Úrsula, escrito por Maria Firmina dos Reis em 1859, é considerado  o primeiro romance escrito por uma mulher no Brasil. Durante muito tempo a autora assinou a obra com o pseudônimo “Uma Maranhense”, em menção ao estado em que nasceu.

Maria era negra e bastarda e, com isso, construiu uma narrativa baseada em um triângulo amoroso entre um homem rico, uma jovem humilde e um vilão. A história possui um grande diferencial, pois ela é contada sob o ponto de vista de três personagens negros.

2- A Hora da Estrela, de Clarice Lispector

Clarice Lispector
A Hora da Estrela, de Clarice Lispector. | Foto: Reprodução.

A Hora da Estrela, escrito por Clarice Lispector e publicado em 1977, é um dos maiores clássicos da nossa literatura. A narrativa conta a história de Macabéa, uma jovem alagoana que se muda para o Rio de Janeiro. A autora fala sobre as desigualdades brasileiras, traz reflexões sobre conflitos de classe, além da inserção dos nordestinos. 

3- Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada, de Carolina Maria de Jesus

Carolina Maria de Jesus
Carolina Maria de Jesus escreveu um dos livros brasileiros mais famosos atualmente, o Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada. | Foto: Reprodução.

Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada foi escrito por Carolina de Jesus, uma mulher negra, pobre, mãe solo de três filhos e moradora da favela de Canindé, em São Paulo. Ela trabalhava como catadora de material reciclável e usava os cadernos que encontrava no lixo para escrever. Em sua obra, Carolina reflete sobre desigualdade e injustiça a partir do que ela própria vivenciava.

O livro é em formato de diário e foi publicado na década de 50, com ajuda de um repórter que, ao ir à comunidade para escrever uma reportagem, acabou conhecendo a moradora.

A obra já vendeu mais de 1 milhão de cópias e foi traduzida para 15 idiomas. 

4- Lugar de Fala, de Djamila Ribeiro

Djamila Ribeiro
Lugar de Fala, de Djamila Ribeiro. | Foto: Reprodução.

O livro Lugar de Fala, escrito por Djamila Ribeiro, foi publicado em 2017. Ele traz para o público questões importantes relacionadas aos mais variados feminismos de forma didática e acessível. A autora tem o objetivo de desmistificar o conceito de lugar de fala.

5- O Quinze, de Rachel de Queiroz

livros escritos por mulheres
O Quinze, de Rachel de Queiroz

O Quinze foi escrito por Rachel de Queiroz quando tinha apenas 21 anos, e publicado em 1930. A obra conta sobre a grande seca de 1915, vivida por Rachel em sua infância. Retrata um Nordeste marcado pela seca e pela fome.

Em 1977, a autora entrou para a história como a primeira mulher a fazer parte da Academia Brasileira de Letras. E, anos depois, foi também a primeira mulher a receber o prêmio Camões, que é o mais importante da literatura em língua portuguesa.

__________________________________
Por Leticia Tuane – Fala! Mack

Tags mais acessadas