Conheça cinco filmes muito marcantes do cinema italiano
Menu & Busca
Conheça cinco filmes muito marcantes do cinema italiano

Conheça cinco filmes muito marcantes do cinema italiano

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Conheça cinco filmes muito marcantes do cinema italiano

O cinema italiano, ao decorrer de sua história, sofreu diversas alterações. No início (entre 1903 e 1908), era formado por três principais empresas. De boa qualidade, conseguiam exportar seus filmes. Em seguida, a chegada do fascismo de Benito Mussolini usou o cinema como propaganda.

Depois da Segunda Guerra, filmes que retratavam a dura realidade da população foram lançados, iniciando o movimento conhecido como Neorrealismo Italiano.

Os anos se passaram e, até hoje, o cinema da Itália é visto como um dos mais importantes do mundo, sendo o país com mais Oscares de Melhor Filme Estrangeiro. Com isso, confira cinco produções para conhecer a filmografia italiana. 

cinema italiano
Conheça cinco filmes muito marcantes do cinema italiano. | Foto: Reprodução.

5 filmes do cinema italiano

1. Cinema Paradiso (1988)

O filme de Giuseppe Tornatore é uma verdadeira declaração de amor ao cinema e conta a história de Toto (Salvatore Cascio, Marco Leonardo e Jacques Perin), um garoto que cresceu com uma paixão pela sétima arte, desenvolvida a partir de sua amizade com o protecionista Alfredo (interpretado por Philipe Noiret).

Cinema Paradiso conquistou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1989.

2. A Vida é Bela (1997)

Dirigido e protagonizado por Roberto Begnini, o filme se passa durante a Segunda Guerra Mundial. Guido e seu filho Josué (interpretado por Giorgio Cantarini) são levados para um campo de concentração nazista. Longe de sua mulher, o pai precisa distrair o filho dos horrores do lugar, fazendo brincadeiras e tendo que fingir que tudo aquilo não passa de uma gincana.

A obra venceu os Óscares de Melhor Diretor e Melhor Ator (Begnini), além de ter conquistado uma estatueta na categoria de Melhor Trilha Sonora Original (entregue a Nicola Piovani). 

3. Ladrões de Bicicleta (1948)

Esse emocionante filme da época do Neorrealismo Italiano se passa na Itália do pós-guerra.

Nele, o desempregado Antonio Ricci (interpretado por Lamberto Maggiorani) consegue o cargo de colador de cartazes para conseguir sustentar a sua família. Porém, para poder trabalhar, precisa de uma bicicleta, que é conquistada com os seus esforços e o de sua esposa. O problema se dá quando a bicicleta é roubada.

É dirigido por Vittorio De Sica. 

4. Oito e Meio (1963)

Nessa obra dirigida pelo aclamado diretor Federico Fellini, o cineasta Guido Anselmi (interpretado por Marcelo Mastroianni) está prestes a rodar o seu próximo filme, mas está sem ideias. Pressionado, Guido não consegue mais distinguir o real do fantástico.

O filme do cinema italiano conquistou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e o de Melhor Figurino: Preto e Branco.   

5. Roma, Cidade Aberta (1945)

O filme se passa em 1944, um ano antes de sua estreia. Sendo Neorrealista, inclui as dificuldades sofridas pela população de Roma durante e depois da Segunda Guerra Mundial.

Nele, o líder da resistência Giorgi Manfredi (interpretado por Marcello Pagliero) é perseguido pela Gestapo. Sendo assim, seu amigo Francesco (Francesco Grandjaquet) e o padre Don Pietro Pellegrini (Aldo Fabrizi) ajudam-no a deixar Roma. 

_____________________________
Por Victor Livi – Fala! Cásper

Tags mais acessadas