Conheça as cinco melhores músicas de vilões da Disney
Menu & Busca
Conheça as cinco melhores músicas de vilões da Disney

Conheça as cinco melhores músicas de vilões da Disney

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Conheça as cinco melhores músicas de vilões da Disney

A Disney é uma empresa multinacional fundada em 1923. Todos os seus produtos e materiais possuem uma “Magia Disney” que faz você se apaixonar por cada coisa feita por ela.

Mesmo com toda a magia, princesas e príncipes, até os vilões acabam dominando nossos corações. E como estamos falando da Disney, música não poderia faltar. Então, confira, aqui, as cinco melhores músicas dos vilões da Disney.

Melhores músicas de vilões da Disney

Sua Mãe Sabe Mais (Enrolados) – Mamãe Gothel

Mamãe Gothel
Mamãe Gothel. | Foto: Reprodução.

Apesar de muito bem escrita e que fica na cabeça, a vilã de Enrolados possui uma das músicas mais sombrias e pesadas do universo Disney. Mamãe Gothel utiliza os elementos da chantagem emocional, humilhação e o medo da protagonista como se fosse algo banal, ou como se fosse um discurso de mãe querendo o melhor para sua filha.

As ameaças feitas em tom de “carinho” e “preocupação” são o que fazem Gothel uma das melhores (ou piores) vilãs. A assustadora canção de “Enrolados” foi cantada por Donna Murphy (Estados Unidos) e pela atriz Gottsha (Brasil). Clique aqui para escutar!

Se Preparem (O Rei Leão) – Scar

Scar
Scar. | Foto: Reprodução.

Jorgeh Ramos e Jeremy Irons dão voz ao personagem nas versões brasileira e estadunidense, respectivamente. A música também conta com Elton John na sua composição. Durante a performance, conseguimos presenciar a dor e a ambição por poder de Scar. Também podemos ver o quão insignificantes são as hienas aos olhos do mesmo e ele reforça isso sempre diminuindo-as, mesmo que elas sejam tudo o que ele tem.

A música tem um tom obscuro, mas consegue passar um ar animado em um piscar de olhos, sem dúvidas é muito intrigante. Escute a música aqui.

Amigos do Outro Lado (A Princesa e o Sapo) – Dr. Facilier

vilões da Disney
Dr. Facilier. | Foto: Reprodução.

Com uma temática mais sombria, obscura e uma ótima combinação de ritmos musicais, temos o solo do conhecido Homem da Sombra. Ela foi interpretada por Sergio Fortuna em sua versão brasileira e por Keith David na versão original do longa.

A canção é apresentada no primeiro momento do filme, onde o antagonista da trama está apresentando seus “amigos” e a si mesmo para o Príncipe Naveen, falando o quanto ele é poderoso, mas sempre tentando se esquivar das consequências como dito no verso “Espero que tenham gostado mas caso não, não me culpem! Culpem meus amigos lá do outro lado!”. 

​Porém, ela tem uma reprise no final da trama, agora de uma forma contrária à primeira vez. Nós vemos a derrota do vilão, com seu amuleto quebrado ele tinha uma enorme dívida com seus amigos, que paga com a própria vida. Confira as duas versões: versão original e reprise.

Fogo no Inferno (O Corcunda de Notre Dame) – Juiz Claude Frollo

Disney
Juiz Claude Frollo. | Foto: Reprodução.

O Juiz Claude Frollo é um dos únicos antagonistas da Disney que pensa estar correto em suas ações, ele não acha ser o vilão, e sim o herói da sua própria história. Toda sua intolerância e preconceito são justificados pela vontade de combater o mal e faz isso em nome de sua religião.

Na voz de Tony Jay (Estados Unidos) e Rodrigo Esteves (Brasil), a música tem um tom de escuridão e terror onde o juiz canta sobre o quão ele é justo, mas fraco, ele pede por ajuda para destruir o mal que ele sofre. Confira aqui a canção.

​Corações Infelizes (A Pequena Sereia) – Úrsula

músicas da Disney
Úrsula. | Foto: Reprodução.

Com certeza, umas das canções mais aterrorizantes e as pobres criaturas que ficam na entrada da sua caverna são um fator que agregam para esse terror.

Corações Infelizes conta com a apresentação de Úrsula e o que ela faz com a magia que possui, sempre deixando muito claro que tudo há um preço. Ela aproveita do desejo e inocência de Ariel para conseguir o que quer. Zezé Motta (versão brasileira) e Pat Carroll (versão original) cantam o número que acontece o grande acordo feito no filme. Confira a música.

_________________________________
Por Ana Carolina Micheletti – Fala! Cásper

Tags mais acessadas