Confira cinco filmes que são clássicos hollywoodianos
Menu & Busca
Confira cinco filmes que são clássicos hollywoodianos

Confira cinco filmes que são clássicos hollywoodianos

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Confira cinco filmes que são clássicos hollywoodianos

Todos os anos, Hollywood lança inúmeros filmes, alguns conseguem desempenhos incríveis diante da crítica e do público, outros nem tanto assim. Mas existem filmes que ultrapassam a barreira temporal e se tornam clássicos, seja pelo sucesso que tiveram em bilheteria ou pelo impacto cultural que essas obras representam.

Hoje, nós iremos listar algumas dessas obras tidas como clássicas de Hollywood. Porém, antes, gostaria de frisar que essa é uma lista bem pessoal, e não uma análise crítica das obras citadas. Ou seja, existem outras obras que devem ser apreciadas e que até têm um desempenho melhor perante a crítica, mas irei focar na minha observação pessoal. Outra observação é a de que os filmes serão citadas por ordem de estreia e não por qualquer outro critério. E não precisam se preocupar, pois não terá spoilers.

Filmes clássicos hollywoodianos

O Mágico de Oz (1939)

O Mágico de Oz
Pôster do filme O Mágico de Oz. | Foto: Reprodução.

O filme lançado pela Metro-Goldwyn-Mayer em 25 de agosto de 1939, traz Judy Garland no papel inesquecível de Dorothy Gale. O filme é uma adaptação do livro infantil homônimo do escritor norte-americano L.Frank Baum.

O longa foi super bem recebido pela crítica de sua época e, até hoje, é considerado um dos melhores filmes da história do cinema americano, inclusive sendo escolhido para ser preservado pelo National Film Registry.

Judy Garland
Judy Garland no papel da Dorothy. | Foto: Reprodução.

A obra cinematográfica conta a história fantástica de uma garota do Kansas (Dorothy) e seu cachorrinho (Totó) que são levados por meio de um tornado até uma terra mágica, Oz.  Lá, ela interage com bruxas, leões covardes, espantalhos falantes, homens de lata e outros seres fantásticos na tentativa de conseguir voltar a sua casa no Kansas.

Cantando na Chuva (1952)

Cantando na Chuva
Pôster do filme Cantando na Chuva. | Foto: Reprodução.

O que é melhor do que um filme que fala sobre o próprio cinema?! O filme, lançado em março de 1952, obteve um sucesso mediano quando lançado pela primeira vez. Porém, com o passar dos anos, se imortalizou como uma das maiores produções que Hollywood já fez. Considerado pelo American Film Institute como o maior musical do cinema americano de todos os tempos.

filmes de Hollywood
Cena mais conhecida do filme, em que Don Lockwood dança na chuva. | Foto: Reprodução.

O filme conta de forma bem humorada a transição do cinema mudo para o cinema falado em um estúdio específico de Hollywood. A questão é que a protagonista do casal do filme falado (Lina Lamont) tinha um problema terrível de dicção, sendo assim, o estúdio tenta de várias formas contornar este problema (momentos que irão arrancar algumas risadas de quem assistir ao filme).

Em paralelo, o outro protagonista (Don Lockwood) vê no cinema falado uma oportunidade de crescer enquanto artista e apresentar algo novo. O filme retrata de forma bastante leve e divertida o sonho hollywoodiano que muitos têm, quase como uma ode à indústria cinematográfica. 

Os Homens Preferem as Loiras (1953)

filmes clássicos de Hollywood
Pôster americano do filme. | Foto: Reprodução.

Quem nunca viu a cena icônica da Marilyn Monroe cantando Diamonds Are a Girl’s Best Friend?! A cena eternizada no imaginário pop e revisitada por diversos artistas contemporâneos faz parte de Os Homens Preferem as Loiras. O filme, lançado em 1953, foi bastante rentável para o estúdio que o produziu (20th Century Fox) e arrancou elogios da crítica e do público. Além de solidificar a imagem da “loira atraente” atribuída Marilyn.

Marilyn Monroe
Cena em Marilyn canta e dança Diamonds Are a Girl’s Best Friend. | Foto: Reprodução.

A trama gira em torno de Lorelei (Marilyn Monroe) e sua amiga Dorothy (Jane Russell), e a vida amorosa de ambas. Enquanto que a primeira está em busca de uma espécie de sugar daddy, Dorothy busca o amor de homens bonitos e jovens.

O filme, como toda boa obra de comédia, nos faz rir em diversas cenas, em especial, as envolvendo Lorelei. Além do que, as protagonistas (Monroe e Russell) apresentam uma química maravilhosa, já que ambas desenvolveram uma amizade durante as gravações que durou a vida toda.

Bonequinha de Luxo (1961)

filmes hollywoodianos
Ilustração de Holly Golightly e seu gato sem nome. | Foto: Reprodução.

Você pode nunca ter assistido a este filme, porém, com certeza, já viu alguma imagem da Holly Golightly por aí. O filme é uma adaptação cinematográfica da obra homônima de Truman Capote, ainda que o filme tenha amenizado diversos aspectos da história original (como a omissão do fato que a protagonista é uma garota de programa). Lançado em 1961, a produção conta com Audrey Hepburn interpretando o papel de Holly, e George Peppard como Paul Varjak.

bonequinha de luxo
Holly usando o vetsido preto da Givenchy. | Foto: Reprodução.

A trama gira em torno de Holly, uma mulher sustentada por “amigos” do sexo masculino (uma das exigências da Audrey para pegar o papel foi a de que o ofício da jovem ficasse implícito), que mora em Nova York e é bastante extrovertida. Toda a aparente alegria esconde uma série de inseguranças e um passado mal resolvido. Uma história muito bem trabalhada no filme, que recebeu inúmeras críticas positivas.

O legado desse filme foi enorme – tanto no imaginário popular, quanto em outros setores. Por exemplo, a Tiffany (joalheria retratada no filme e que inclusive é citada no título em inglês: Breakfast at Tiffany’s), já conhecida no mercado de joias, teve um impulso na imagem da marca após a associação com o filme. Além do vestido preto feito pela Givenchy e utilizado pela Hepburn, que virou um ícone fashion ao longo do tempo.

A Noviça Rebelde (1965)

A Noviça Rebelde
Primeira cena do filme, em que Maria canta nas montanhas. | Foto: Reprodução.

O filme lançado em 1965, pela 20th Century Fox, traz como protagonista a atriz Julie Andrews em um de seus papéis mais memoráveis, como Maria. O filme foi aclamado pela crítica, inclusive, levando várias estatuetas do Oscar em 1966 (Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Montagem, Melhor Som e Melhor Trilha Sonora).

A obra é inspirada no livro de memórias escrito e publicado por Maria von Trapp, em 1949, (The Story of the Trapp Family Singers). Até o lançamento da versão americana, o cineasta alemão Wolfgang Liebeneiner já havia feito uma versão cinematográfica da obra.

filmes hollywoodianos clássicos
Atores que interpretam a família von Trapp, em um dos filmes hollywoodianos clássicos. | Foto: Reprodução.

A trama gira em torno de uma noviça de Salzburg na Áustria (Maria, interpretada por Julie Andrews) que vai trabalhar na casa de viúvo que cria seus filhos como se estivessem em um pelotão do exército.

Maria é a responsável pela educação das crianças, que, em um primeiro momento, ficam apreensivas com a chegada da nova babá, porém, com o passar do tempo, consegue cativar os corações das crianças (além do coração do pai delas). Isso tudo em meio à insurgência do nazismo na Áustria e o patriarca da família sendo um nacionalista austríaco (ou seja, um opositor a Invasão Nazista).

_________________________________
Por Jefferson Ricardo – Fala! UFPE

Tags mais acessadas