'Como Vender Drogas Online': 2ª temporada chega à Netflix mais madura
Menu & Busca
‘Como Vender Drogas Online’: 2ª temporada chega à Netflix mais madura

‘Como Vender Drogas Online’: 2ª temporada chega à Netflix mais madura

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > ‘Como Vender Drogas Online’: 2ª temporada chega à Netflix mais madura

A série alemã de comédia Como Vender Drogas Online (Rápido), que estreou na Netflix em maio de 2019, ganhou sua segunda temporada mais de um ano depois, em 21 julho de 2020. Os seis novos episódios chegaram timidamente à plataforma de streaming, quase ofuscados por títulos muito aguardados, como o filme Barraca do Beijo 2 e a segunda temporada da série The Umbrella Academy, mas conquistando um espaço importante ao apresentar importantes reflexões acerca do uso de drogas recreativas e das relações pessoais da juventude atual.

Imagem: Divulgação | @howtoselldrugsonlinefast
Como Vender Drogas Online (Rápido). | Foto: Divulgação (@howtoselldrugsonlinefast).

Baseada em fatos reais que aconteceram na cidade alemã Leipizig, em 2015, a série teve sua primeira temporada impulsionada pela grande recepção da também alemã Dark, dois anos antes. Sua média de 30 minutos por episódio tornam a série rápida, abrangendo as muitas informações necessárias sem se tornar arrastada e cansativa, o que poderia acontecer facilmente devido à quantidade de situações que acontecem simultaneamente.

Como Vender Drogas Online (Rápido)

Primeira temporada

A primeira temporada apresentou o adolescente Moritz Zimmerman (Maximilian Mundt) que, junto de seu melhor amigo Lenny Sanders (Danilo Kamperidis), começou a vender MDMA pela Internet como tentativa de reconquistar sua ex-namorada Lisa Novak (Anna Lena Kienke).

Rapidamente, o site MyDrugs.com se tornou o maior fornecedor de drogas ilícitas da Europa. A temporada retrata as dificuldades e os primeiros perigos que envolvem o tráfico, e a rápida perda de controle da situação cada vez mais desafiadora que enfrentam após a morte de seu fornecedor principal Buba (Bjarne Mädel).

Segunda temporada

“O ícone de uma geração. Aos 17 anos, nós tínhamos 1 milhão de Euros. Cada um de nós tinha 300 mil”. É assim que Mortiz inicia seu relato dos acontecimentos da segunda temporada. Contando com a participação de Dan (Damian Hardung), seu antigo rival do colégio, e com novos fornecedores holandeses, o MyDrugs conquistou seu primeiro milhão de Euros, Mortiz reatou seu namoro com Lisa, e Lenny começou um relacionamento com uma garota que conheceu pelas redes sociais, Kira (Lena Urzendovisky).

Tudo parece bem, mas, quando os novos fornecedores exigem ainda mais responsabilidades de Mortiz e ele se torna o traficante mais procurado da Europa, as coisas passam a se complicar ainda mais.

A segunda temporada de Como Vender Drogas Online (Rápido) é mais madura, mais confiante e um tanto mais densa que a anterior, refletindo o humor de Moritz, que se vê entranhado em uma rede cada vez maior de mentiras, dividido entre seu namoro, seus amigos e sua empresa.

Apesar de menos focado na vida jovem e no uso de substâncias ilícitas e seus efeitos, e mais nas consequências da criação do MyDrugs.com, a série ainda traz importantes reflexões sobre a aparente banalização e fácil acesso dos jovens às drogas e às informações de como usar de forma aparentemente segura.

A série consegue conciliar perfeitamente a quase absurda situação principal com um protagonista irritante e pouco sociável, que em nenhum momento é perfeito e em muitos se torna um verdadeiro anti-herói da própria história, incorporando o empresário bem-sucedido, mas odiado por muitos, comparado diversas vezes a Mark Zuckemberg.

O intuito nunca foi que o espectador simpatizasse com Moritz, mas que se identificasse com o adolescente sob extrema pressão para decidir o próprio futuro e que toma muitas decisões erradas, como acontece com quase todas as pessoas em algum ponto da vida.

Imagem: Divulgação | Danilo Kamperidis, Maximilian Mundt e Damian Harding (@howtoselldrugsonlinefast)
Danilo Kamperidis, Maximilian Mundt e Damian Harding | Foto: Divulgação (@howtoselldrugsonlinefast).

Pontos importantes

Uma questão importante nessa temporada são as relações dos personagens, especialmente a crescente amizade entre Lenny e Dan. Suas histórias individuais também são bastante aprofundadas, especialmente a do segundo, que antes era visto apenas como o cara popular e descolado de quem Moritz tinha ciúmes, mas que, agora, possui problemas familiares, escolares e de relacionamentos como qualquer outra pessoa, principalmente a partir da segunda metade da temporada.

Outro aspecto positivo é a diminuição de efeitos visuais que simulam a tela de computadores e celulares que tendiam a cansar em determinados pontos. Os efeitos ainda são bem presentes, mas em menor quantidade, alternando com a visão direta das telas, apesar de tudo ser deliberadamente mantido em alemão pela Netflix, dificultando um pouco o entendimento de e-mails e mensagens de texto por quem não tem conhecimento do idioma.

De acordo com o Instagram criado pela Netflix para a sua divulgação (@howtoselldrugsonlinefast), que já contabiliza mais de 79 mil seguidores, a série já foi renovada para uma terceira temporada em pouquíssimas semanas, feito recentemente alcançado apenas por séries de peso como The Witcher, La Casa de Papel e Elite. A nova temporada ainda não possui data de estreia, mas surpreende pela rapidez, uma vez que o comum da plataforma de streaming é esperar alguns meses antes de renovar o contrato para mais temporadas.

O final em aberto deixa muitas possibilidades para a próxima leva de episódios, e as principais questões é se Mortiz irá voltar a Rinseln para salvar seus amigos em perigo iminente, se Lisa vai denunciar seus segredos à polícia e se um novo concorrente ao MyDrugs surgirá da nova parceria entre Kira, Lenny e Dan. O maior questionamento é quando tudo irá dar certo, sugerido pelo protagonista ao final da série com a fala “Tudo vai ficar bem. Se não está bem, ainda não terminou”.

____________________________
Por Bruna Janz – Fala! PUC

Tags mais acessadas